Domingo, 24 de Maio de 2020
Mercado

Setor produtivo aponta os “porquês” do aumento de preço dos ovos
Campinas, 01 de Abril de 2020 - O AviSite procurou ouvir o setor produtivo quanto ao abastecimento e preços dos ovos e ao risco do ressurgimento dos “Fiscais do Sarney”. Do Nordeste ao Sul do País, a primeira justificativa quanto à elevação dos preços recai imediatamente sobre os custos que – como tem mostrado o AviSite – atingiu níveis assustadores.

É o que ressaltam, por exemplo, Lula Malta (Vice-Presidente do Setor de Ovos da AVIPE – Associação Avícola de Pernambuco), José Roberto Botura (Secretário Executivo da APA - Associação Paulista de Avicultura), Nélio Hand (Diretor Executivo da AVES – Associação Avícola do Espírito Santo) e, entre outros, José Eduardo Santos (Diretor Executivo da ASGAV). E todos, indistintamente, fazem referência à explosão de preços do milho e do farelo de soja, matérias-primas essenciais na produção de ovos.

Mas as altas não se limitam a esses dois itens. Incluem também – como cita Lula Malta - vitaminas, minerais e aminoácidos, “cujos preços são balizados em dólar” e que agora estão com o abastecimento afetado, devido à paralisação do comércio internacional.

O aumento nos custos de produção se estende ainda (citação da ASGAV em boletim que analisa o mercado de ovos) ao cumprimento de novas exigências legais por parte das autoridades sanitárias - cujo atendimento implicou, nos dois últimos anos, em pesados investimentos que comprimiram as margens de ganho do setor.

Porém, o que fica claro é que o acompanhamento (ainda à distância) dos custos vem sendo propiciado pelo consumo: “Vimos tendo aumento de demanda de quase 50%”, aponta Leandro Pinto (Presidente do Grupo Mantiqueira, maior produtor de ovos da América do Sul), acrescentando que a demanda adicional coincide com o período de Quaresma, “quando o consumo de ovos também é maior”.

Atender de imediato a essa demanda extra é impossível porque – observa Daniel Piazzini (Diretor Executivo de Marketing da capixaba Coopeavi - Cooperativa Agropecuária Centro Serrana, maior produtora de ovos do País no segmento cooperativo) – “a produção do setor é inelástica, requer meses para ser ampliada”. E o que funciona, então, é a natural lei de Oferta e Procura.

Tudo isso, porém, está sendo recebido pelo setor com preocupação. Pois enquanto a alta dos custos deve permanecer e pode até sofrer aceleração, a demanda extra é temporária, caindo (como é normal) com o fim da Quaresma e tendendo a se esgotar assim que o período de quarentena for superado.

A propósito, a ASGAV diz que “o efeito de alta repentina dos preços [devido à combinação de Quaresma e quarentena] é transitório”. Assim, “a logística de abastecimento deve se reestabelecer em breve e o equilíbrio de preços do ovo e de outros produtos deve voltar à normalidade”.

Pela AVES, Nélio Hand destaca a preocupação do setor produtivo em sair deste momento “respirando”: “O setor tem a vantagem de estarmos no período de Quaresma. Mas permanecemos alertas quanto ao futuro mais próximo”.
(AviSite) (Redação)
|

Domingo, 24/05
Sexta-Feira, 22/05
Ovos: 4ª baixa consecutiva foi a mais expressiva da semana (08:50)
Ovos: preços apresentam evolução diária que se iguala à média histórica (08:44)
Quinta-Feira, 21/05
Países líderes no consumo per capita de ovos na América Latina (07:43)
Ovos: produtores absorvem 3ª baixa consecutiva na semana (07:09)
Exportação de ovos comerciais: priorizar o mercado interno reduz expressivamente os embarques no quadrimestre (07:07)
Quarta-Feira, 20/05
MAPA cria GTT para avaliar mensuração de risco na multiplicação animal (07:44)
Paises importadores de ovos comerciais: acumulado até abril de 2020 (07:07)
Ovos: com nova baixa preço médio diário se iguala ao recebido em fevereiro (07:06)
Terça-Feira, 19/05
Unidade de Negócios Avicultura do Biovet Vaxxinova anuncia novas gerências (07:42)
Nucleovet já tem nova data, em 2021, para Simpósio Brasil-Sul de Avicultura (07:39)
Ovos: leve baixa de preços na abertura da semana (07:06)



Últimos Clippings
Brasil alcança abertura de 60 mercados para produtos agropecuários
Vetanco investe em tecnologia de precisão na análise da qualidade do ovo
Decreto vai regular normas a frigoríficos para evitar fechamentos e abates sanitários, diz ABPA
Vibra anuncia investimentos de R$ 500 milhões em Soledade, RS
SC seguirá protocolo nacional de orientações a frigoríficos frente à Covid-19

Nossos Parceiros
vaccinarMSD
Orffaseifun
Agroceres