Domingo, 23 de Fevereiro de 2020
Mercado

Ovos: mercado segue em recuperação
Campinas, 15 de Janeiro de 2020 - Mesmo em mercado considerado calmo, a semana começou com os produtores de ovos brancos e vermelhos obtendo reajustes na comercialização do seu produto.

O aumento - 1º da semana, 2º do mês e do ano – elevou o preço médio diário da caixa de ovos brancos para R$61,00, significando aumento de quase 30% sobre o mesmo dia do ano passado. Entretanto, lá os preços eram extremamente prejudiciais aos produtores, muito abaixo do custo de produção. Já na comparação com o valor praticado na abertura deste ano o valor ainda é 16,4% negativo.

Com o fim dos excedentes os produtores devem continuar buscando melhores condições de comercialização. Assim, os negócios realizados no decorrer da semana devem continuar sendo disputados nos preços.

Informações colhidas no mercado indicam que houve novo reajuste nos fechamentos do segundo dia de negócios da semana. Entretanto, a diferença ainda é grande em relação ao valor praticado na abertura do mês.



(AviSite) (Redação)
|

Domingo, 23/02
Sexta-Feira, 21/02
Ovos: evolução máxima no mês segue em 10% (06:21)
Quinta-Feira, 20/02
O varejo dos ovos e do frango resfriado em 2019 segundo o Procon-SP (06:16)
Consumo médio de ovos cresce 50% em relação aos anos 2000 (06:10)
Ovos: antecipações motivadas pelo feriado prolongado de carnaval e proximidade da quaresma podem fortalecer os negócios (06:09)
Quarta-Feira, 19/02
Ovos: aparente estabilidade pode ser rompida por possíveis antecipações devido ao feriado de carnaval (06:28)
Consumo de ovos pode crescer mais de 62% nos últimos 10 anos (06:23)
Terça-Feira, 18/02
Ovos: proximidade da Quaresma pode manter o mercado firme no decorrer da semana (07:21)
Granja x Varejo: em janeiro a segunda pior relação dos últimos 13 meses (07:09)



Últimos Clippings
Unidade brasileira da Vetanco realiza Convenção de Vendas 2020
Cadeia de frango da China se abre em meio ao caos das medidas de vírus
Cotações do milho no mercado físico tem perdido força
Milho: cotações registram leves altas em Chicago
Soja: à espera de novas compras da China, mercado em Chicago segue estável

Nossos Parceiros
Agroceresvaccinar
MSDMaxFilm
seifunOrffa