Sábado, 22 de Fevereiro de 2020
Produção

Plantel produtivo de postura comercial em janeiro de 2020
Campinas, 09 de Janeiro de 2020 - O plantel de postura comercial – galinhas em produção – no decorrer de janeiro alcança 115 milhões de cabeças, apontando pequeno aumento, em torno de 1%, na comparação com dezembro último e janeiro do ano passado.

Mesmo assim, o plantel atual se encontra abaixo do efetivado no segundo trimestre do ano passado. Agora, depois de seis meses, rompe novamente a casa dos 115 milhões. E, tudo indica, deve continuar aumentando nos próximos meses.

O mercado de ovos mostra excedentes neste início de ano - nada diferente do histórico do período - e, com isso, descartes tem sido efetuados para alcançar mais rapidamente o necessário ajuste entre oferta e demanda.

Por ora, os preços recebidos, mesmo com excessos e perdendo valor, são os melhores nesse curto período inicial. Entretanto, as matérias-primas básicas utilizadas na alimentação das aves tem alcançado forte elevação, causando preocupação e corroendo os ganhos do produtor de ovos.


(AviSite) (Redação)
|

Sábado, 22/02
Sexta-Feira, 21/02
Ovos: evolução máxima no mês segue em 10% (06:21)
Quinta-Feira, 20/02
O varejo dos ovos e do frango resfriado em 2019 segundo o Procon-SP (06:16)
Consumo médio de ovos cresce 50% em relação aos anos 2000 (06:10)
Ovos: antecipações motivadas pelo feriado prolongado de carnaval e proximidade da quaresma podem fortalecer os negócios (06:09)
Quarta-Feira, 19/02
Ovos: aparente estabilidade pode ser rompida por possíveis antecipações devido ao feriado de carnaval (06:28)
Consumo de ovos pode crescer mais de 62% nos últimos 10 anos (06:23)
Terça-Feira, 18/02
Ovos: proximidade da Quaresma pode manter o mercado firme no decorrer da semana (07:21)
Granja x Varejo: em janeiro a segunda pior relação dos últimos 13 meses (07:09)



Últimos Clippings
Unidade brasileira da Vetanco realiza Convenção de Vendas 2020
Cadeia de frango da China se abre em meio ao caos das medidas de vírus
Cotações do milho no mercado físico tem perdido força
Milho: cotações registram leves altas em Chicago
Soja: à espera de novas compras da China, mercado em Chicago segue estável

Nossos Parceiros
vaccinarMSD
OrffaMaxFilm
seifunAgroceres