Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020
Mercado

Desempenho do ovo em fevereiro e no 1º bimestre de 2019
Campinas, 01 de Março de 2019 - “Ainda bem que fevereiro tem apenas 28 dias” – deve ter dito muito produtor de ovos. Porque, fosse mês mais longo, corria-se o risco de ver os preços do produto retrocederem aos mesmos níveis do início do período. E o início de fevereiro, neste ano, não foi dos melhores para o setor.

É verdade que o mês foi iniciado em condições superiores às de janeiro, ocasião em que o setor conviveu com as piores cotações da presente década. Mesmo assim, os preços de abertura continuavam sendo os menores dos últimos cinco anos.

Mas a atuação incisiva do setor produtivo (descartando poedeiras mais velhas e/ou com baixa produtividade) combinada com a retomada do consumo (fim parcial das férias e volta da merenda escolar) propiciou rápida e significativa reversão da situação. Tanto que, em apenas nove dias de negociações, o preço registrado nas granjas do interior paulista chegou a apresentar valorização de mais de 35% em relação aos valores recebidos na abertura do mês.

Era, porém, o máximo a que se podia chegar. Assim, após pouco mais de uma semana de preços estáveis, o consumo voltou a refluir (situação típica de toda segunda quinzena do mês) e, com ele, também os preços obtidos pelo produtor. Resultado: embora cerca de 50% superior à de janeiro passado, a média alcançada em fevereiro ficou apenas 1% acima da registrada em fevereiro de 2018. Mas não só, porque continuou no mais baixo nível dos últimos cinco anos

A forte valorização experimentada de um mês para outro não altera os resultados do primeiro bimestre do ano, que continuam fraquíssimos, pois, a cotação média de R$59,44/caixa (valor aplicável a cargas fechadas comercializadas no Grande Atacado da cidade de São Paulo) se encontra mais de 4% abaixo da que foi registrada no mesmo período de 2018.

Sob esse aspecto, aliás, é oportuno retroceder àquele que foi um dos melhores momentos do ovo nesse período (primeiro bimestre do ano), ou seja, à média de janeiro-fevereiro de 2017, dois anos atrás. E a constatação é a de que a média atual corresponde a pouco mais de 80% do valor então registrado – R$72,24/caixa.

Expectativas de mudança? Ao contrário de momentos idênticos anteriores (antevéspera do Carnaval), o ovo encerrou fevereiro em mercado ainda fraco, sem dar sinais claros de alguma reversão.

De toda forma, com a passagem do Carnaval, começa o período de Quaresma, tradicionalmente (e com raras exceções) o melhor período do ano para a comercialização do produto. Portanto, as esperanças são de maior recuperação no decorrer de março corrente.

(AviSite) (Redação)
|

Sexta-Feira, 21/02
Ovos: evolução máxima no mês segue em 10% (06:21)
Quinta-Feira, 20/02
O varejo dos ovos e do frango resfriado em 2019 segundo o Procon-SP (06:16)
Consumo médio de ovos cresce 50% em relação aos anos 2000 (06:10)
Ovos: antecipações motivadas pelo feriado prolongado de carnaval e proximidade da quaresma podem fortalecer os negócios (06:09)
Quarta-Feira, 19/02
Ovos: aparente estabilidade pode ser rompida por possíveis antecipações devido ao feriado de carnaval (06:28)
Consumo de ovos pode crescer mais de 62% nos últimos 10 anos (06:23)
Terça-Feira, 18/02
Ovos: proximidade da Quaresma pode manter o mercado firme no decorrer da semana (07:21)
Granja x Varejo: em janeiro a segunda pior relação dos últimos 13 meses (07:09)
Segunda-Feira, 17/02
Desempenho do ovo, na granja, na 7ª semana de 2020 (07:00)



Últimos Clippings
Boi: preços de balcão em SP giram ao redor de R$200,00/@
Programa Ovos RS promove curso de Boas Práticas de Fabricação para Fábricas de Ração
Praticamente metade da safra do milho já está colhida no RS
Surto de vírus não mudará compromissos da China de comprar produtos dos EUA
CNA diz que MP do Agro dá mais alternativas de financiamento e simplifica acesso ao crédito

Nossos Parceiros
MSDseifun
Orffavaccinar
MaxFilmAgroceres