Domingo, 12 de Julho de 2020
Mercado

Cotações do Boi Gordo registram novos ajustes de preços em São Paulo
Campinas, SP, 05 de Junho de 2020 - No estado de São Paulo, o mercado físico do boi gordo registrou ritmo mais acelerado de negócios com novos ajustes positivos nos preços. De acordo com a Informa Economics FNP, a pressão altista nos preços está sendo sustentada pela a demanda externa aquecida e pela a baixa disponibilidade de animais terminados.

Os participantes do aplicativo da Agrobrazil informaram negócios para as principais regiões do estado de São Paulo com novos patamares de preços para a arroba do boi gordo. Na região de Rancharia/SP, ocorreram negócios para o Boi China a R$ 210,00/@, à prazo com sete dias para pagar e com data para o abate programada para 10 de junho.

No município de São José do Rio Preto/SP, houve negócios para o boi china de R$ 210,00/@, à prazo com sete dias para pagar e com data para o abate programado para dia 09 de junho.

Na localidade de Paranaiguara/GO, as referências para o animal com destino a exportação estão ao redor de R$ 190,00/@, à prazo com trinta dias para pagar e com data para o abate em 09 de junho no estado de São Paulo.

Segundo a Scot Consultoria, os frigoríficos exportadores estão a todo vapor para escalar as boiadas que atendem aos requisitos do mercado chinês, animais jovens de até trinta meses, há ofertas de compra de até R$7,00/@ acima da referência.

“A tendência é que o cenário se mantenha altista para os preços. Nós temos o início de mês colaborando para as recentes valorizações da arroba, as exportações em maio foram boas e o câmbio colabora para as negociações”, afirmou o analista de mercado da Scot Consultoria, Hyberville Neto, em seu podcast.

Ainda segundo o boletim da Informa Economics FNP, os frigoríficos de diversas regiões do País operam com escalas de até uma semana e alegam certa dificuldade para comprar matéria prima. “A oferta restrita, atípica para esta época mais fria e seca do ano, se deve também à retenção de fêmeas por parte dos pecuaristas, como alternativa para reposição do rebanho frente dos altos custos de bezerros e bezerras”, comentou.

De acordo com as informações da Agrifatto, as programações de abate começaram a encurtar com o início do mês nas principais praças produtoras. Em São Paulo, as programações de abate encerraram a quarta-feira (03) com 6 dias úteis, demonstrando uma variação negativa de 22% na comparação semanal.

A Agrifatto ainda apontou que as indústrias frigoríficas estão sentindo a necessidade injetar pequenos acréscimos nas indicações da arroba para conseguir adquirir matéria-prima. Porém, as valorizações são pontuais em algumas regiões.

Diante desse cenário de oferta restrita, a produção de carne bovina nas indústrias frigoríficas pode ser comprometida. “Esse cenário impulsionou novas altas nos preços dos principais cortes no atacado, mesmo com o consumo de proteínas abaixo dos níveis registrados antes da pandemia. A forte demanda pelo produto brasileiro no mercado internacional tem enxugado ainda mais os excedentes no país, acentuando a pressão altista nos cortes bovinos”, conforme destacou a Informa Economics.

No relatório da Agrobrazil, os preços para mercado do atacado registraram valorizações e o boi casado em São Paulo está cotado a 13,50/kg com um acréscimo de R$ 0,25/kg. Enquanto, a vaca casada em São Paulo registrou um ganho de R$ 0,15/kg e está precificada a R$ 12,75/kg.
(Notícias Agrícolas) (Andressa Simão)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 12/07
Sexta-Feira, 10/07
Com alta de 24,5%, exportações do agronegócio batem recorde para meses de junho e ultrapassam US$ 10 bilhões (13:53)
FRANGO/CEPEA: apesar de queda nos embarques, preço interno da carne está firme (07:31)
Agronegócio responde por 72% das exportações catarinenses no primeiro semestre de 2020 (07:26)
Com recordes de valores de soja e milho, VBP de 2020 é estimado em R$ 716,6 bilhões (07:25)
Comercialização de soja 2019/20 e da safra nova em junho foi mais lenta (07:10)
Quinta-Feira, 09/07
SUÍNOS/CEPEA: preços do vivo sobem em quase todas as regiões; exportações estão aquecidas (09:47)
BOI/CEPEA: indicador volta a fechar acima de R$ 220 (09:46)
Dicas para inovar no agronegócio e vender mais (08:15)
C.Vale e Pluma Agroavícola colocam em funcionamento frigorífico da Plusval (08:14)
Brasil retoma posto de maior produtor de soja do planeta (07:53)
Quarta-Feira, 08/07
Produção de grãos deve atingir 251,4 milhões de toneladas segundo levantamento da Conab (11:32)
Indústria global de carne de aves se recupera gradualmente, mas 2º semestre pode trazer volatilidade (09:12)
Nui Markets vê bom potencial no Brasil (09:10)
Exportadores do Brasil propõem testar carne para acalmar China (09:10)
Exportação de grãos deve beirar recorde (09:09)
Terça-Feira, 07/07
Teste rápido é inútil para conter a covid-19 dentro de frigoríficos (09:25)
Falha em busca ativa justifica testes de anticorpos, diz MPT (09:23)
Preços mais firmes para o farelo de soja (08:47)
Podcast FACTA: novo episódio será sobre a utilização da tecnologia NIR para análises rápidas e eficientes na alimentação animal (08:02)