Sábado, 11 de Julho de 2020
Exportação

Embarques de carne suína batem recorde para um mês de maio
Campinas, SP, 02 de Junho de 2020 - Faturamento com as exportações do produto em maio foi 60,7% maior que em maio do ano passado, enquanto volume embarcado teve avanço de 53,2% comparado ao mês em 2019.

De acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) sobre a exportação de frango e suína em maio deste ano apontou queo faturamento com a exportação de carne suína foi de de US$ 215.226,4 mil, 60,7% a mais do que a receita de maio de 2019, que foi de US$ 133.898,9 mil. A quantia embarcada em maio deste ano foi de 90.722,1 toneladas, 53,2% a mais que as 59.200,7 embarcadas em maio do ano passado.

Segundo o analista de mercado da Agrifatto, Yago Travagini, este resultado coloca o mês de maio de 2020 como recorde entre os meses de maio anteriores, puxado, principalmente, pela China.

"A China está com estoques reduzidos por problemas produtivos, e a necessidade de manter a segurança alimentar é fundamental. Bater 90 mil toneladas vem em linha com o que a gente esperava, e o valor de faturamento US$ 200 milhões são recorde".

Ele explica que as exportações de carne suína brasileiras podem chegar em patamares maiores devido ao embargo da China às importações de carne suína dos Estados Unidos.

Conforme os dados da Secex, o valor pago por média diária embarcada foi de US$ 10.761,3 mil, 76,81% a mais do que a quantia praticada no mesmo mês do ano passado, que foi de US$ 6.086,3 mil.

As toneladas por média diária foi 68,57% maior que no ano passado, quando comparadas as 4.536,1 ton/dia em maio deste ano com as 2.690,9 ton/dia em maio passado.

O preço pago por tonelada foi maior, US$ 2.372,4 até o fim do mês de maio contra US$ 2.261,8 no mês em 2019, alta de 4,89%.
(Notícias Agrícolas) (Letícia Guimarães)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 11/07
Sexta-Feira, 10/07
Com alta de 24,5%, exportações do agronegócio batem recorde para meses de junho e ultrapassam US$ 10 bilhões (13:53)
FRANGO/CEPEA: apesar de queda nos embarques, preço interno da carne está firme (07:31)
Agronegócio responde por 72% das exportações catarinenses no primeiro semestre de 2020 (07:26)
Com recordes de valores de soja e milho, VBP de 2020 é estimado em R$ 716,6 bilhões (07:25)
Comercialização de soja 2019/20 e da safra nova em junho foi mais lenta (07:10)
Quinta-Feira, 09/07
SUÍNOS/CEPEA: preços do vivo sobem em quase todas as regiões; exportações estão aquecidas (09:47)
BOI/CEPEA: indicador volta a fechar acima de R$ 220 (09:46)
Dicas para inovar no agronegócio e vender mais (08:15)
C.Vale e Pluma Agroavícola colocam em funcionamento frigorífico da Plusval (08:14)
Brasil retoma posto de maior produtor de soja do planeta (07:53)
Quarta-Feira, 08/07
Produção de grãos deve atingir 251,4 milhões de toneladas segundo levantamento da Conab (11:32)
Indústria global de carne de aves se recupera gradualmente, mas 2º semestre pode trazer volatilidade (09:12)
Nui Markets vê bom potencial no Brasil (09:10)
Exportadores do Brasil propõem testar carne para acalmar China (09:10)
Exportação de grãos deve beirar recorde (09:09)
Terça-Feira, 07/07
Teste rápido é inútil para conter a covid-19 dentro de frigoríficos (09:25)
Falha em busca ativa justifica testes de anticorpos, diz MPT (09:23)
Preços mais firmes para o farelo de soja (08:47)
Podcast FACTA: novo episódio será sobre a utilização da tecnologia NIR para análises rápidas e eficientes na alimentação animal (08:02)