Quarta-feira, 08 de Abril de 2020
Saúde Pública

Governo teme retenção de carga em estradas

Ministra da Agricultura leva a gabinete de crise preocupação com bloqueios feitos pelos Estados.
Brasília, DF, 20 de Março de 2020 - Com o rápido avanço do coronavírus no Brasil, o gabinete de crise montado pelo governo já trabalha com um cenário drástico de fechamento de estradas por alguns governadores, que pode estrangular o sistema de transporte rodoviário de cargas do país, com impactos sobre o escoamento de alimentos e commodities agrícolas.

O Valor apurou que a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que integra o gabinete, já levou aos ministros Walter Braga Neto (Casa Civil) e Tarcísio Freitas (Infraestrutura) a preocupação para que as quarentenas em divisas interestaduais não resulte em cargas paradas. Ontem, uma portaria do governo determinou o fechamento das fronteiras terrestres com oito países sul-americanos, mas manteve o transporte de cargas.

Rio de Janeiro e São Paulo já adotaram nos últimos dias medidas para restringir circulação de pessoas. O Rio, por exemplo, suspendeu a entrada de ônibus vindos de Estados com casos de transmissão local de coronavírus e avaliava, até a noite de ontem, também fechar suas divisas. O Rio Grande do Sul proibiu o transporte interestadual. O temor no Palácio do Planalto é que a situação comprometa o transporte de cargas entre Estados.

O quadro de alerta ligado pelo governo não vale só para o mercado interno, foco de maior atenção neste momento, mas também com as exportações, que por enquanto são normais, sem relatos de problemas operacionais nos portos. De acordo um exportador ouvido pelo Valor, o governo já sinalizou que não pretende fechar suas fronteiras marítimas.

Com a retomada da atividade econômica na China, que já registrou uma redução dos casos de infectados pela covid-19, é esperado que o fluxo de embarques de produtos brasileiros para o país asiático melhore e que o desembaraço de mercadorias seja mais ágil nos portos chineses. Porém, não adianta nada se as rodovias brasileiras não funcionarem, alerta uma fonte do governo.

Antes do atrito causado pela declaração polêmica do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) contra a China, Tereza chegou a falar por videoconferência na segunda-feira passada com o embaixador chinês em Brasília, Yang Wanming, que traçou um horizonte mais positivo para o recebimento de produtos pela China.

Em mensagem enviada aos servidores para orientar sobre a nova rotina de trabalho em meio à crise, Tereza Cristina chegou a relatar as conversas frequentes que tem mantido com o setor privado no gabinete de crise para montar ações de planejamento e antecipação aos problemas. Ela reitera que não há desabastecimento no país, mas externou receio com o transporte dos alimentos e insumos.

“Estamos trabalhando com a iniciativa privada, desenhando cenários, vendo todos os passos que temos que dar antes que os problemas aconteçam”, afirma a ministra, em áudio obtido pelo Valor. “Estou falando com as centrais de abastecimento, os supermercados. O Brasil é um país fantástico, não tem risco de desabastecimento. Mas temos que fazer com que o fluxo da produção chegue até a prateleira dos supermercados.”
(Valor Econômico) (Cristiano Zaia e Rafael Walendorff )
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 08/04
USDA pode aumentar estoques de soja e milho dos EUA diante de demanda limitada (16:22)
Suíno: preços seguem em queda e @ do CIF em SP cai abaixo dos R$ 90 (16:20)
SC: crédito para produtores busca manter competitividade no campo (14:39)
MP do Agro é sancionada e vai facilitar o acesso aos financiamentos (10:28)
Brasil tem capacidade para alimentar 396 milhões de pessoas com carne de frango no mundo, diz estudo (10:25)
Deral indica que plantio da safrinha foi concluído e colheita da safra verão está em 91% (10:19)
Milho: quarta-feira começa com mais quedas na B3 e novas altas em Chicago (09:35)
Santa Catarina mantém alta nas exportações de carne suína (08:00)
Soja trabalha em alta nesta 4ªfeira em Chicago (07:57)
Atenção ao consumo no mercado interno do boi gordo (07:53)
Milho: B3 cai mais de 2% nesta 3ª feira e tendência é de baixa no Brasil (07:50)
Terça-Feira, 07/04
PR colheu 96% da soja e finalizou plantio de milho safrinha, diz Deral (16:15)
Santa Catarina mantém alta nas exportações de carne suína (16:13)
Suínos: queda nos preços no mercado independente chega a 10,36% no RS (16:12)
Setores do agro mais dependentes da demanda doméstica devem ser os mais prejudicados pelos efeitos da Covid-19 (15:27)
FAESC analisa os impactos da pandemia no agronegócio (15:21)
Frigoríficos pagam mais pela arroba dos animais com padrão exportação (10:38)
Indústria de carnes do Brasil precisará de mais milho importado a partir de maio (10:28)
Milho: falta de novos casos da COVID-19 na China elevam cotações em Chicago (09:24)
Demanda aquecida e alta da ração fazem preço do ovo atingir recorde (09:22)
ABCS solicita ao MAPA adequação nas linhas de crédito (09:20)
Com soja ainda mais competitiva, BR concentra demanda e renova recorde de exportações (09:18)
Grãos e pecuária impulsionam IPPA/CEPEA em março (08:24)
Unidade de Dourados da BRF está novamente autorizada a exportar para a China (08:24)
Suíno: mercado registra novas quedas no valor negociado em SP (08:10)
Soja inicia 3ª feira com leves altas em Chicago (08:08)
Milho: queda na demanda pode impactar cotações no Brasil (08:06)
Produtores rurais contratam R$ 140,8 bilhões em crédito rural em oito meses (08:00)
Segunda-Feira, 06/04
ABCS apresenta mudanças no setor suinícola na Espanha e Estados Unidos frente à COVID 19 (15:35)
Presidente da ACCS contesta queda no preço do suíno (15:33)
OIE notifica primeiros focos de Gripe Aviária na Índia (14:29)
Turra recomenda cautela na produção de suínos devido à sobreoferta (14:27)
Soja: mercado no Brasil tem 2ª feira de negócios mais limitados (14:24)
Produtores de aves e suínos são orientados a seguir medidas protetivas na pandemia (14:20)
Corrida às prateleiras aquece demanda por ovos (12:00)
Preço dos ovos atinge recorde real (09:43)
Milho: baixa oferta faz com que indicador atinja a casa de R$60,00/sc (09:41)
Soja: com dólar em alta, exportação se aquece e saca é negociada acima de R$100,00 no Brasil (09:39)
Milho inicia a semana caindo em Chicago e subindo na B3 (09:37)
Mercado de ovos aponta trajetória de alta (08:39)
Carne bovina: baixo volume de negócios no atacado (08:32)
Frigoríficos reduzem o volume de compras (08:30)
Milho registra alta de 60,3% em relação a igual período do ano passado (08:25)
Soja começa semana com leves baixas na CBOT, mas deve seguir forte no mercado do Brasil (08:18)
Governo poderá antecipar Plano Safra 2020/21, diz ministra Tereza Cristina (08:16)
JBS doa seis toneladas de carne de frango para hospitais da região de Passo Fundo (08:15)
Gusttavo Lima e avicultura entregam 2 toneladas de frango a vítimas de enchente em AL (08:03)
Exportações de carne de frango totalizam 349,5 mil tons em março (07:53)
Ministros de países da América Latina e Caribe assinam declaração conjunta para garantir abastecimento durante a pandemia (07:52)
CNA mostra impactos na produção local e analisa comércio internacional (07:45)
Sexta-Feira, 03/04
Suíno: quedas acentuadas para o mercado independente (16:44)
CNA destaca ações para reduzir impactos na comercialização de alimentos (15:57)
Soja pode registrar semana de maior alta da história no Brasil (14:18)
Milho abre a sexta-feira subindo em Chicago e na B3 (10:03)
Milho está acima de R$60 a saca em Campinas-SP (09:32)
Demanda por carne desaba no país (08:24)
Frigoríficos conseguiram alongar as escalas de abate (08:17)
Aviões cheios de suínos chegam à China para reconstruir o maior rebanho do mundo (08:16)
Milho: demanda segue aquecida e cotações no mercado interno permanecem sustentadas (08:05)
Soja segue operando com estabilidade nesta 6ª feira em Chicago (08:00)
Milho segunda safra mostra amplo desenvolvimento (07:16)
Quinta-Feira, 02/04
Preço do suíno independente baixa até para patamares vistos há dez meses (16:24)
Boi: demanda da China e ciclo pecuário de alta nos preços vão minimizar impactos de uma retração da demanda interna por carnes (16:13)
Petróleo dispara e puxa commodities agrícolas (16:07)
Adiamento de tributos ajudará agroindústria na crise, diz CNA (15:44)
Laboratório da Secretaria de Agricultura de São Paulo fará testes para a Covid-19 (15:14)
Aurora manterá quadro de empregados e não cogita redução de sua força de trabalho (14:50)
Faturamento com exportação de carne suína em março é 61% maior do que em março/19 (13:24)
USDA: Vendas semanais de soja e milho dos EUA ficam dentro do esperado (13:22)
Milho: B3 segue caindo na maioria dos contratos e Chicago contabiliza ganhos (13:21)
Embrapa disponibiliza Instrução Técnica para avicultores e suinocultores sobre a COVID-19 (11:37)
As empresas têm que agir com responsabilidade’, defende BRF (09:30)
Supermercado pode viver ‘nova onda’ de consumo (09:26)
Justiça do DF desobriga empresa de apresentar CND em financiamento (09:25)
Milho abre a 5ª feira subindo em Chicago e em campo misto na B3 (09:04)
Suínos: preços do vivo e da carne caem com mais força no final de março (09:03)
Boi: mercado pecuário apresenta instabilidade no correr de março (09:00)
Marca Tecnologia Embrapa chega às gôndolas dos supermercados em ovos da Korin (08:39)
Cobb-Vantress substitui frota para entregar mais eficiência produtiva e ambiental (08:19)
Mercado do boi está em alerta (08:02)
Milho no Brasil segue em alta enquanto safrinha se desenvolveu bem com chuvas de março (08:00)
Após queda intensa, soja tem estabilidade em Chicago nesta 5ª feira (07:58)