Terça-feira, 14 de Julho de 2020
Matérias-Primas

Conab divulga mais uma redução nos estoques finais de milho no Brasil em 2019/2020
Campinas, SP, 13 de Março de 2020 - A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgou no dia 10 de março o quinto relatório de acompanhamento da safra brasileira de grãos 2019/2020. No caso do milho, os destaques são:

1. Houve revisões para baixo nas áreas de primeira e segunda safras, de 0,3% e 0,6%, respectivamente, em relação as estimativas do relatório anterior, de fevereiro. De qualquer forma, as áreas deverão ser 3,2% e 2,1% maiores que na safra passada (2018/2019), nesta ordem.

2. Houve revisão para baixo na produtividade média da safra de verão (primeira safra) de 1,6% em relação as estimativas anteriores e incremento no rendimento na safra de inverno (segunda safra).

Tanto na primeira como na segunda safras as produtividades médias deverão ser menores que no ciclo passado. As quedas previstas são de 3,4% e 1,8%, respectivamente.

3. A produção de milho na primeira safra está estimada em 25,56 milhões de toneladas. Este volume é 0,3% menor que a estimativa anterior e 1,9% menor que o colhido em 2018/2019. Para a segunda safra são esperadas 73,37 milhões de toneladas, aumento 0,1% em relação ao relatório anterior e queda de 0,3% na comparação com a safra passada (2018/2019).

4. No total (1a., 2a. e 3a. safras) o país deverá colher 100,08 milhões de toneladas do cereal, frente as 100,04 milhões de toneladas colhidas anteriormente. Se confirmado, o volume total produzido neste ciclo será recorde. Entretanto, em relação as estimativas de fevereiro para 2019/2020, a produção deverá ser 0,4% menor.

5. A demanda interna foi mantida em 70,45 milhões de toneladas de milho em 2019/2020. No ciclo passado foram consumidas 65,24 milhões de toneladas.

6. As exportações brasileiras foram estimadas em 34 milhões de toneladas em 2019/2020, mesmo volume estimado em fevereiro, mas abaixo das 41,17 milhões embarcadas na temporada passada (recorde).

7. Com a revisão para baixo na produção em relação ao relatório anterior e manutenção da demanda (interna e exportação), os estoques finais em 2019/2020 foram revisados para baixo no relatório de março.

Estão previstas 8,03 milhões de toneladas estocadas ao final deste ciclo, frente as 8,44 milhões de toneladas estimadas anteriormente. É o menor volume em estoque nos últimos anos. Para uma comparação em 2018/2019 foram 11,40 milhões de toneladas e em 2017/2018, 16,18 milhões de toneladas em estoques finais.

A oferta mais “apertada” em 2019/2020, junto com o câmbio valorizado e a demanda aquecida são os principais fatores de sustentação das cotações no mercado brasileiro neste primeiro trimestre de 2020.
(Scot Consultoria) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 14/07
Segunda-Feira, 13/07
Doença de Gumboro é tema do novo podcast FACTA (14:59)
Frigoríficos avícolas gaúchos investem no combate a pandemia (14:58)
OVOS/CEPEA: maior demanda e oferta limitada elevam preços (13:05)
Milho: indicador CEPEA volta a fechar acima de R$ 50/sc (13:02)
Soja: com baixo excedente, importação é a maior desde ju/16 (13:00)
PDSA desevolve cursos virtuais para garantir sanidade no RS (11:06)
Instituto Ovos Brasil e CEPEA criam ferramenta para consulta de preço de ovos (08:34)
Governo do Paraná e JBS discutem investimentos no Estado (08:00)
Uberlândia recebe anúncio de R$ 80 milhões em investimentos (07:59)
Secretaria de Saúde do Paraná acompanha atividades em frigoríficos (07:57)
Pandemia estimula consumo de frango no mercado interno e aquece exportações (07:57)
Sexta-Feira, 10/07
Com alta de 24,5%, exportações do agronegócio batem recorde para meses de junho e ultrapassam US$ 10 bilhões (13:53)
FRANGO/CEPEA: apesar de queda nos embarques, preço interno da carne está firme (07:31)
Agronegócio responde por 72% das exportações catarinenses no primeiro semestre de 2020 (07:26)
Com recordes de valores de soja e milho, VBP de 2020 é estimado em R$ 716,6 bilhões (07:25)
Comercialização de soja 2019/20 e da safra nova em junho foi mais lenta (07:10)
Quinta-Feira, 09/07
SUÍNOS/CEPEA: preços do vivo sobem em quase todas as regiões; exportações estão aquecidas (09:47)
BOI/CEPEA: indicador volta a fechar acima de R$ 220 (09:46)
Dicas para inovar no agronegócio e vender mais (08:15)
C.Vale e Pluma Agroavícola colocam em funcionamento frigorífico da Plusval (08:14)
Brasil retoma posto de maior produtor de soja do planeta (07:53)
Quarta-Feira, 08/07
Produção de grãos deve atingir 251,4 milhões de toneladas segundo levantamento da Conab (11:32)
Indústria global de carne de aves se recupera gradualmente, mas 2º semestre pode trazer volatilidade (09:12)
Nui Markets vê bom potencial no Brasil (09:10)
Exportadores do Brasil propõem testar carne para acalmar China (09:10)
Exportação de grãos deve beirar recorde (09:09)