Terça-feira, 07 de Julho de 2020
Mercado

Boi: apesar da queda de 36% em janeiro, embarques à china seguem elevados
Piracicaba, SP, 13 de Fevereiro de 2020 - Em janeiro, as exportações brasileiras de carne bovina foram recordes para o mês, mas recuaram pouco mais de 20% frente ao volume embarcado em dezembro do ano passado. Segundo pesquisadores do Cepea, dentre os motivos para esta queda esteve a forte retração das vendas à China, o principal destino da proteína nacional.

De acordo com dados da Secex, em janeiro, foram embarcadas 53,2 mil toneladas à China, 36,3% a menos do que em dezembro, mas mais que o dobro da quantidade enviada ao país asiático em janeiro de 2019 (de 23,54 mil toneladas).

Após intensificar as aquisições da carne brasileira nos últimos meses de 2019, visando o abastecimento doméstico para as festividades do ano novo chinês – comemorado em 2020 no dia 25 de janeiro –, a China freou as importações em janeiro. É preciso observar também que o volume adquirido pelo país asiático em outubro e em novembro de 2019 esteve acima de 83 mil toneladas, quantidade recorde, bastante atípica e que dificilmente se sustentaria por muitos meses seguidos – ou seja, um enfraquecimento nas vendas ao país neste início de 2020 já era esperado. No mercado brasileiro, o Indicador do Boi Gordo Cepea/B3 (estado de São Paulo) acumulou alta de 2,4% nos últimos sete dias, apesar de ter oscilado no período, fechando a R$ 197,55 nessa quarta-feira, 12.
(CEPEA) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 07/07
Teste rápido é inútil para conter a covid-19 dentro de frigoríficos (09:25)
Falha em busca ativa justifica testes de anticorpos, diz MPT (09:23)
Preços mais firmes para o farelo de soja (08:47)
Podcast FACTA: novo episódio será sobre a utilização da tecnologia NIR para análises rápidas e eficientes na alimentação animal (08:02)
Segunda-Feira, 06/07
Hisex apresenta novo gestor da linhagem de poedeiras (17:33)
China suspende exportações de mais duas unidades brasileiras (09:47)
Terceirização em frigoríficos da Alemanha na berlinda (09:45)
Ovos/CEPEA: cotações encerram junho em queda (09:43)
Milho/CEPEA: movimento de alta continua, e indicador se aproxima dos R$50/sc (09:41)
Soja sobe forte nesta 2ª feira (08:28)
JBS recebe aval para reabrir unidade de Passo Fundo após surto de Covid-19 (07:28)
Saúde pública JBS recebe aval para reabrir unidade de Passo Fundo após surto de Covid-19 (07:25)
Sexta-Feira, 03/07
China absorve 10% de toda carne bovina produzida no Brasil (08:46)
Frangos, pintainhos e até ovos: caminhoneiro conta como carrega carga viva (08:44)
Inspeções na China devem atrasar fluxo nos portos (08:43)
Quinta-Feira, 02/07
Suínos: cotações encerram junho em alta (09:35)
Boi: vantagem da carne sobre boi se reduz em junho (09:30)
Milho fecha 1º dia do mês subindo no mercado brasileiro (07:37)
Apesar de safra recorde de soja, país deve fechar ano com menor estoque da história (07:27)
Soja: Brasil fecha semestre com embarques de mais de 63 mi de t, 43% a mais na comparação anual (07:19)
Quarta-Feira, 01/07
Plano Safra 2020/2021 entra em vigor nesta 4ª feira (09:52)
Frigoríficos: Paim quer anular portarias com medidas de prevenção que ele considera ineficazes (09:45)
Surpresa no relatório de área plantada eleva preços de soja e milho em Chicago (08:00)