Terça-feira, 31 de Março de 2020
Política Agrícola

Não precisamos desmatar para comer, basta aumentar a produtividade, diz Tereza Cristina
Delhi, Índia, 23 de Janeiro de 2020 - A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, divergiu nesta quinta-feira (23) do ministro da Economia, Paulo Guedes, que afirmou em Davos que “as pessoas destroem o meio ambiente porque precisam comer”.

“As pessoas não precisam desmatar para comer, você pode aumentar a produtividade por área, essa é uma das vantagens comparativas do Brasil”, disse a ministra em Delhi, ao ser questionada pela Folha.
Tereza faz parte da comitiva do presidente Jair Bolsonaro na visita à Índia e participou de conferência na manhã de quarta-feira (22).

Tereza acaba de participar do Fórum Global para Alimentação e Agricultura, em Berlim, onde foi muito questionada por europeus e tentou passar uma mensagem que é exatamente o oposto da fala de Guedes.

No fórum, a ministra ressaltou que apenas 2,3% do território da Amazônia são usados para produção agrícola e 10,5% para pecuária, e disse que agricultura não pode ser apontada como a vilã dos problemas ambientais.

“As pessoas estão surdas em relação ao Brasil; existe uma opinião formada de que a gente queima, então mesmo a gente mostrando números, muitas vezes não somos ouvidos. O Brasil tem problemas, mas não é essa calamidade toda”, disse a ministra, que foi questionada diversas vezes durante sua participação no Fórum Global de Alimentos e Agricultura.

“Na Europa, existe uma má vontade com o Brasil , o Brasil é a bola da vez, como se a gente não fizesse nada certo, o que não é verdade”, disse. “Essa imagem tem interesses, é o medo que agricultores de muitos países da Europa têm do Brasil, que aumentou com o acordo EU Mercosul.”

Ela citou o fato de o governo ter acionado o exército para combater os incêndios na Amazônia e a criação da Força Nacional Ambiental como demonstrações de que o governo brasileiro está comprometido com a proteção do meio ambiente.

O primeiro ano do governo Jair Bolsonaro foi marcado por críticas da comunidade internacional sobre a forma como o país lida com os temas ambientais, especialmente o episódio das queimadas na Amazônia.

A fala de Guedes no Fórum Econômico Mundial em Davos, cujo tema central este ano era o meio ambiente, foi muito criticada.

Segundo Tereza, talvez Guedes estivesse se referindo aos migrantes que foram para a região nos anos 70 e 80, motivados por programas governamentais. A grande maioria são pequenos produtores rurais assentados, que não têm título, nem crédito, e precisam de recursos.

Na índia, um dos principais objetivos é assinar um acordo de cooperação para produção e uso do etanol no mercado indiano. O Brasil quer que mais países passem a produzir etanol, para que o produto se torne uma commodity, ampliando o mercado. Além disso, produzir etanol seria uma maneira de reduzir a grande produção de açúcar na Índia, que, sustentada por subsídios governamentais, vem deprimindo os preços mundiais do açúcar e é alvo de contencioso do Brasil na Organização Mundial de Comércio.

Para a Índia, que importa 84% do petróleo que consome e comprava muito do Irã e Venezuela, atualmente sob sanções, seria uma forma de reduzir dependência de combustíveis fósseis.

O governo brasileiro também negocia uma redução de tarifas sobre o frango —hoje a Índia cobra sobretaxa de 30% sobre frango inteiro e 100% frango em pedaços, e sobre suínos, que tem sobretaxa de 27%. Além disso, deve ser assinado um acordo para intercâmbio de material genético — embriões e sêmen— de gado leiteiro.
(Folha de São Paulo) (Patrícia Mello)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 31/03
Segunda-Feira, 30/03
Suíno: mercado continua com preços caindo nesta segunda-feira (16:27)
Presidente da ACSURS frisa cuidados com a saúde para que produção suinícola possa continuar (16:01)
Soja & Milho: negócios começam semana no BR com um pouco mais de calma (15:59)
Demanda externa por carne brasileira melhora com retorno da China às compras (15:58)
Milho amplia perdas em Chicago, mas sobe na B3 (12:14)
Aviagen e Bachoco se unem para realizar seminário no México (10:06)
Varejo acusa indústria de altas abusivas (09:32)
CNA divulga boletim sobre os impactos do Coronavírus (08:20)
Ministério da Infraestrutura atende demandas encaminhadas pela CNA (08:18)
Ovos: demanda de atacados e varejos aumenta (08:11)
Milho: vendedor retraído mantém preços em alta (08:05)
Soja começa 2ª feira com altas em Chicago (08:01)
Soja: demanda, altas externa e do dólar e logística restrita na Argentina elevam preços (08:00)
Soja tem semana de preços históricos e portos com capacidade esgotada no Brasil até maio (07:50)
Mercado do boi está em recuperação (07:45)
BRF mantém embarques ao exterior (07:26)
Tyson Foods doa US$ 13 mi a comunidades no entorno de suas unidades nos EUA (07:25)
Em Goiás, FCO Rural tem R$ 17 milhões para investimentos na produção de alimentos (07:25)
Impactos da pandemia ainda não são graves nas exportações do agronegócio, diz CNA (07:24)
Devido à estiagem, município gaúcho de Westfália decreta situação de emergência (07:23)
Sexta-Feira, 27/03
Suíno: quedas fortes no mercado em meio à redução de demanda (16:37)
Bolsas de suínos fecham sem negociação por falta de demanda em meio a Covid-19 (16:35)
CNA pede ao Governo medidas de apoio à comercialização de alimentos (16:33)
Suinocultura em SC: falta demanda e frigoríficos ficam com câmaras cheias e granjas sem conseguir vender animais (14:12)
Cenário de sustentação do milho não teve alívio (13:09)
Milho opera em baixa nesta 6ª feira na Bolsa de Chicago e na B3 (13:07)
Boi Gordo: alta dos preços de balcão durante esta semana em SP (13:05)
Mapa publica portaria com atividades e serviços essenciais para garantir funcionamento do setor agropecuário e abastecimento (13:04)
Pedro Parente continuará no comando do conselho na BRF (09:17)
Coronavírus: Conselho Internacional de Avicultura reforça compromisso com a saúde dos trabalhadores (09:16)
JBS faz provisão para descontos a clientes chineses (09:15)
Frango: liquidez envolvendo carne congelada aumenta no atacado (08:06)
Mercado da soja volta a subir em Chicago nesta 6ª feira (08:03)
Boi Gordo: Coronavírus mantém o mercado de reposição com baixa movimentação (08:00)
Milho: Chicago registra leves ganhos após bons números do USDA (07:59)
Ministra da Agricultura pede apoio de secretários estaduais para garantir abastecimento (07:57)
Cotação da arroba do boi gordo em recuperação (07:56)
Consumo no Brasil preocupa todas as cadeias produtivas do agro brasileiro (07:51)
Processadores de soja da China temem escassez de oferta por medidas contra coronavírus (07:50)
Transporte de soja segue forte apesar de desafios por vírus, diz Sotran Logística (07:49)
Safra 2019/20 de soja tem uma das maiores margens brutas dos últimos 10 anos (07:47)
FAESC apoia medidas da CNA para produtor superar crise (07:43)
Quinta-Feira, 26/03
Suíno: preços continuam caindo nesta quinta-feira (16:40)
Restrições na Argentina podem favorecer farelo de soja do Brasil (16:35)
Demanda por carne de frango e suína segue sustentada (16:06)
USDA: vendas semanais de soja dos EUA ficam levemente acima das expectativas (16:05)
FACTA lança 3ª edição do livro "Doenças das Aves" (13:39)
Cotação do milho cai em Chicago antes do relatório do USDA (13:00)
Cotação do milho segue sustentada no mercado interno (10:56)
Produtores rurais atraem solidariedade para o Brasil, afirma presidente da ABPA (10:49)
China começa a ampliar suas importações de grãos (10:45)
FAO vê riscos de tensões na cadeia global de alimentos (10:43)
Quais os primeiros impactos do coronavírus sobre a pecuária de corte? (10:35)
JBS mantém empregos e investimentos no Brasil (10:32)
Boi Gordo: parte das indústrias necessita de animais terminados (10:00)
Suíno: ritmo de negócios diminui e preços recuam com força (09:30)
Milho abre a 5ª feira em baixa em meio ao avanço do Coronavírus (09:26)
SP: Secretaria de Agricultura e Abastecimento toma medidas de prevenção (09:24)
Boi: preços da carne seguem firmes no atacado (08:32)
CNA solicita medidas de apoio para produtor superar crise e manter produção (08:06)
Soja cai expressivamente em Chicago nesta 5ª feira (08:00)
Quarta-Feira, 25/03
China encoraja governos locais a estocar produtos de aves e aquicultura (16:35)
Conab contrata frete com cooperativas autônomas para remoção de milho (16:26)
Agroindústria de SC se mantém ativa (16:22)
Suíno: 4ª feira de desvalorizações nas cotações (16:17)
Impulsionado por ramo pecuário, PIB do agro mineiro cresce 5,12% em 2019 (16:09)
Exportação de carne bovina em março deve superar fevereiro em volume e preços (16:05)
Milho: Chicago mantem leves altas nas cotações (13:57)
Milho: volume negociado segue baixo nos últimos dias (10:31)
Dificuldade de compra de boiadas terminadas é vigente (10:29)
Mercado de Commodities testa resistência de COVID-19, diz INTL FCstone (09:35)
Presidente do CNA pede a municípios funcionamento das agroindústrias no país (09:22)
Milho abre a 4ª feira com alta em Chicago (09:17)
Preços do milho seguem firmes no mercado interno (09:08)
Soja volta a subir na Bolsa de Chicago nesta 4ª feira (07:45)
Milho: preços baixos atraem compras e cotações fecham a 3ª feira com altas em Chicago (07:44)
Abiove mantém estimativa de embarque de soja do país, mas monitora impactos de vírus (07:21)
Brasil já tem contratadas 23 milhões de toneladas de soja para exportar entre março e abril (07:19)