Empty

Empty

Segunda-feira, 06 de Abril de 2020
Mercado Externo

China importará um Brasil de carne suína em 2020, prevê Rabobank

Produção do país asiático atingiu o menor nível em 16 anos
São Paulo , 20 de Janeiro de 2020 - A morosidade na recuperação da oferta de suínos na China, prevista para acontecer somente em 2025 pelo banco holandês Rabobank, continuará a exigir um aumento das importações do país para atender à demanda doméstica, avaliou a instituição em apresentação realizada na sexta-feira.

O banco holandês, referência global em análises do setor agrícola, estima que, no ano passado, as importações chinesas de carne de porco tenham totalizado 3,2 milhões de toneladas. Em 2020, esse número aumentará em 1 milhão de toneladas, projeta o Rabobank.

Se confirmada a estimativa, a importação total da China, que consome metade de carne suína do planeta, será equivalente a toda a carne de porco que o Brasil produz, o que reforça o quão severa é a escassez provocada pelo vírus da peste suína africana.

O tamanho da necessidade do país asiático é equivalente ao gigantismo da suinocultura chinesa. Antes da epidemia de peste suína africana, a China era responsável por cerca de 50% da produção mundial dessa proteína — o que forçou os chineses a mudarem, ao menos em parte, seus hábitos alimentares, migrando para frango, peixes e até para a carne bovina.

Ben Santoso, analista do Rabobank baseado em Singapura, disse na sexta-feira que o plantel de porcos da China começou a dar sinais de recuperação com a retenção de matrizes. O processo de retomada, no entanto, é demorado, o que continuará a beneficiar exportadores brasileiros como Seara, BRF e Aurora.

“Para países como o Brasil, a crise provocada pela peste suína africana é uma oportunidade”, disse na sexta-feira o analista Wagner Yanaguizawa, do Rabobank. Ele estima que a produção de carne suína do Brasil crescerá 4% em 2020 e que as exportações aumentarão 15%, mesmo com o incremento dos custos de produção, puxados pelo milho usado na ração animal.

Do ponto de vista chinês, a União Europeia é a principal fornecedora da carne suína, mas o bloco econômico tem pouco espaço para aumentar a produção este ano, de acordo com a analista do Rabobank Eva Gocsik.

Para este ano, ela estima um aumento de produção de carne de porco na UE de não mais de 1%. “Esperamos que o crescimento venha da Espanha e Ucrânia, já que países como Alemanha e Holanda tendem a reduzir os volumes produzidos em função de questões regulatórias e ambientais”, afirmou. Metade da produção europeia de carne suína foi destinada para a China no último ano.

No cenário traçado pelo Rabobank, os EUA aumentarão em 3% sua produção de carne suína em 2020. No ano passado, a produção do país já cresceu, entre 4% e 5%, conforme a analista Christine McCracken. Segundo ela, o desafio americano não está em aumentar, propriamente, a produção de animais, mas em acompanhar esse movimento na indústria frigorífica, com a ampliação da capacidade de abates nas unidades. (Colaborou Luiz Henrique Mendes)

(Valor Econômico) ( Marina Salles)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 06/04
Corrida às prateleiras aquece demanda por ovos (12:00)
Preço dos ovos atinge recorde real (09:43)
Milho: baixa oferta faz com que indicador atinja a casa de R$60,00/sc (09:41)
Soja: com dólar em alta, exportação se aquece e saca é negociada acima de R$100,00 no Brasil (09:39)
Milho inicia a semana caindo em Chicago e subindo na B3 (09:37)
Mercado de ovos aponta trajetória de alta (08:39)
Carne bovina: baixo volume de negócios no atacado (08:32)
Frigoríficos reduzem o volume de compras (08:30)
Milho registra alta de 60,3% em relação a igual período do ano passado (08:25)
Soja começa semana com leves baixas na CBOT, mas deve seguir forte no mercado do Brasil (08:18)
Governo poderá antecipar Plano Safra 2020/21, diz ministra Tereza Cristina (08:16)
JBS doa seis toneladas de carne de frango para hospitais da região de Passo Fundo (08:15)
Gusttavo Lima e avicultura entregam 2 toneladas de frango a vítimas de enchente em AL (08:03)
Exportações de carne de frango totalizam 349,5 mil tons em março (07:53)
Ministros de países da América Latina e Caribe assinam declaração conjunta para garantir abastecimento durante a pandemia (07:52)
CNA mostra impactos na produção local e analisa comércio internacional (07:45)
Sexta-Feira, 03/04
Suíno: quedas acentuadas para o mercado independente (16:44)
CNA destaca ações para reduzir impactos na comercialização de alimentos (15:57)
Soja pode registrar semana de maior alta da história no Brasil (14:18)
Milho abre a sexta-feira subindo em Chicago e na B3 (10:03)
Milho está acima de R$60 a saca em Campinas-SP (09:32)
Demanda por carne desaba no país (08:24)
Frigoríficos conseguiram alongar as escalas de abate (08:17)
Aviões cheios de suínos chegam à China para reconstruir o maior rebanho do mundo (08:16)
Milho: demanda segue aquecida e cotações no mercado interno permanecem sustentadas (08:05)
Soja segue operando com estabilidade nesta 6ª feira em Chicago (08:00)
Milho segunda safra mostra amplo desenvolvimento (07:16)
Quinta-Feira, 02/04
Preço do suíno independente baixa até para patamares vistos há dez meses (16:24)
Boi: demanda da China e ciclo pecuário de alta nos preços vão minimizar impactos de uma retração da demanda interna por carnes (16:13)
Petróleo dispara e puxa commodities agrícolas (16:07)
Adiamento de tributos ajudará agroindústria na crise, diz CNA (15:44)
Laboratório da Secretaria de Agricultura de São Paulo fará testes para a Covid-19 (15:14)
Aurora manterá quadro de empregados e não cogita redução de sua força de trabalho (14:50)
Faturamento com exportação de carne suína em março é 61% maior do que em março/19 (13:24)
USDA: Vendas semanais de soja e milho dos EUA ficam dentro do esperado (13:22)
Milho: B3 segue caindo na maioria dos contratos e Chicago contabiliza ganhos (13:21)
Embrapa disponibiliza Instrução Técnica para avicultores e suinocultores sobre a COVID-19 (11:37)
As empresas têm que agir com responsabilidade’, defende BRF (09:30)
Supermercado pode viver ‘nova onda’ de consumo (09:26)
Justiça do DF desobriga empresa de apresentar CND em financiamento (09:25)
Milho abre a 5ª feira subindo em Chicago e em campo misto na B3 (09:04)
Suínos: preços do vivo e da carne caem com mais força no final de março (09:03)
Boi: mercado pecuário apresenta instabilidade no correr de março (09:00)
Marca Tecnologia Embrapa chega às gôndolas dos supermercados em ovos da Korin (08:39)
Cobb-Vantress substitui frota para entregar mais eficiência produtiva e ambiental (08:19)
Mercado do boi está em alerta (08:02)
Milho no Brasil segue em alta enquanto safrinha se desenvolveu bem com chuvas de março (08:00)
Após queda intensa, soja tem estabilidade em Chicago nesta 5ª feira (07:58)
Quarta-Feira, 01/04
Suíno: preços seguem com queda acentuada quebra na demanda (16:41)
Frigoríficos reduzem ritmo de compras após alongarem escalas (16:16)
Exportações brasileiras de milho em março ficam menores do que mesmo mês de 2019, mas sobem em relação a fevereiro (16:09)
Para incentivar a população a não sair de casa, Grupo Mantiqueira expande operação de delivery com clube de assinantes do ovo (15:58)
Soja cai mais de 2% em Chicago, em dia de perdas generalizadas (14:42)
Setores de aves e suínos do ES colocam em prática as orientações de prevenção e se organizam para continuar o abastecimento de alimentos (14:39)
Milho: alta do dólar pressiona cotações na B3 e Chicago aprofunda perdas (13:12)
BRF anuncia doações de R$ 50 milhões (13:09)
Com falta de ovos nos EUA, venda de pintos aumentam (12:25)
Indicador da soja supera R$ 100/sc e o do milho, R$ 60, recordes nominais das séries do Cepea (11:29)
BRF contrata R$ 1,4 bi em linhas de crédito para reforçar liquidez (10:14)
Milho abre o mês ainda em queda na Bolsa de Chicago e na B3 (10:12)
SIF garante a manutenção do abastecimento de produtos de origem animal (09:15)
Governo estuda pacote de R$ 2 bi para o campo (09:14)
Frigoríficos dos EUA oferecem bônus contra absenteísmo (09:12)
Embrapa faz parceria com Korin e se aproxima do consumidor (09:11)
Soja: mercado começa abril com perdas de mais de 1% em Chicago (08:15)
Milho: poucas movimentações no Brasil e queda de 7% em março em Chicago (08:11)
Mapa institui comitê de crise para monitorar impactos do Coronavírus (08:10)
Suíno: principais praças produtoras do vivo têm desvalorização (08:06)
Boi gordo encerra março com preços firmes (08:00)
Habilitação de novos frigoríficos pela China está paralisada (07:28)
Terça-Feira, 31/03
PIB AGRO SP/CEPEA: Pecuária eleva PIB agro de SP em 1,5% em 2019 (13:47)
Cobb debateu mudanças de manejo para o frango moderno com jovens avicultores (13:39)
Milho segue caindo em Chicago, mas sobe 2% na B3 (12:27)
Início da crise puxa o preço dos alimentos, mas alta é passageira (09:50)
Milho abre a 3ª feira em Chicago na espera dos relatórios do USDA (09:19)
Mapa alerta para medidas de prevenção ao coronavírus no campo (08:18)
Brasil caminha para recorde na 2ª safra de milho (08:13)
Milho: preços sustentados no Brasil mesmo com recorde histórico (08:12)
Quarentena reduz drasticamente demanda por suínos nas principais praças produtoras (08:05)
Soja tem leves baixas nesta manhã de 3ª feira (08:00)
Retomada de preço no mercado do boi gordo (07:45)