Quarta-feira, 05 de Agosto de 2020
Empresas

Líder, BRF tem capacidade ociosa para expandir produção no Brasil
São Paulo, SP, 05 de Dezembro de 2019 - Embora os investimentos da Seara possam representar uma ameaça à liderança da BRF no médio prazo, a dona de Sadia e Perdigão não precisa de aportes significativos em seu parque fabril no Brasil para sustentar uma expansão da produção de carnes de frango e suína no mercado local.

Com 35 fábricas no país, a BRF tem capacidade para abater 7 milhões de frangos por dia e mais de 30 mil suínos por dia, conforme estimativas de um consultor. As unidades da companhia ainda são ociosas. De acordo com uma fonte que conhece a empresa, a ociosidade média gira em torno de 15%.

Em 12 de novembro, durante encontro com investidores na capital paulista, o vice-presidente de operações da BRF, Vinícius Barbosa, revelou o objetivo de reduzir a ociosidade do ativo fabril em 50% em 2020.

Além disso, os executivos da BRF têm repetido os alertas de precaução aos investidores eufóricos com a demanda da China, apesar da injeção de rentabilidade representada pelo forte aumento das exportações.

Para atender à China, a companhia fez investimentos pontuais. Entre os grupos brasileiros, a BRF é hoje a maior exportadora de carne suína para a China, respondendo por 27% das exportações do Brasil ao país asiático, conforme apresentação feita recentemente pelo vice-presidente internacional da BRF, Patricio Rohner.

Em diversas ocasiões, o presidente-executivo da empresa, Lorival Luz, afirmou que os chineses vão se recuperar do baque representado pela peste suína africana. Um movimento expressivo de aumento da produção poderia resultar em um quadro de sobre oferta no futuro, provocando uma ressaca. O alerta não é despropositado. Na história recente da avicultura, são muitos os exemplos de excesso de produção provocados pelo otimismo exagerado.
(Valor) (Luiz Henrique Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 05/08
Certificados de estabelecimentos e produtos para alimentação animal passam a ser eletrônicos (08:22)
Agropecuária registra saldo positivo de 36,8 mil postos de trabalho em junho (08:19)
Milho sobe no físico nesta 3ªfeira, mas sente pressão de Chicago na B3 (08:07)
Soja: prêmios no Brasil sobem mais de 10% nesta 3ª feira (08:00)
Terça-Feira, 04/08
Podcast FACTA: novo episódio será sobre a microbiota intestinal (16:16)
Ovotrack lança novo site (10:22)
Armazenamento de ovos é tema do segundo episódio do podcast da Ceva para o setor avícola (08:35)
Milho: retração vendedora sustenta cotações no Brasil (08:05)
Soja 2020/21: ARC Mercosul estima aumento de 3,81% na área e 65% da safra já comercializada (08:00)
Segunda-Feira, 03/08
Aurora Alimentos é a marca que mais conquistou consumidores em 2020 (08:17)
OVOS/CEPEA: preços recuam pelo 3º mês consecutivo (08:15)
MILHO/CEPEA: preços voltam a subir, mesmo com avanço da colheita (08:14)
Milho segue se valorizando no Brasil (08:11)
Soja registra novos recordes de preço (08:00)
Coopeavi realiza primeira assembleia em ambiente virtual e renova Conselho Fiscal (07:48)
Sexta-Feira, 31/07
Preço do milho segue valorizado no mercado físico (08:06)
Soja tem altas pontuais no Brasil e acompanha leve avanço em Chicago (08:04)
Quinta-Feira, 30/07
ABPA apresenta cuidados tomados nos frigoríficos durante a Pandemia (15:16)
Doença de Gumboro: do surto a 100% de imunização (08:26)
Produção de soja no Brasil pode crescer 6% em 2020/21 (08:05)
Prêmios da soja têm novo dia de altas e sobem mais de 3% (08:00)