Terça-feira, 14 de Julho de 2020
Mercado

Suíno: primeira quinzena com mercado valorizado e exportações aquecidas
Campinas, SP, 19 de Novembro de 2019 - A segunda-feira (18) foi marcada pela estabilidade no mercado do suíno CIF e do carcaça especial. De acordo com a Scot Consultoria, a arroba do CIF ficou em R$ 100/R$ 102, enquanto o quilo da carcaça especial permaneceu em R$ 8/R$ 8,20. O órgão informa que nas granjas paulistas, o animal terminado está cotado, em média, em R$ 102,00 por arroba, alta de 1,0% em sete dias. No atacado, a valorização foi de 1,2% em igual comparação, com a carcaça comercializada, em média, em R$ 8,20 por quilo.

Os indicadores da cotação do suíno vivo do Cepea/Esalq, referente à última quinta-feira (14) mostraram as principais praças em alta, exceto Minas Gerais, onde o valor permaneceu estável em R$ 5,40. No Paraná houve alta de 0,40% (R$ 5,07), no Rio Grande do Sul, de 0,21% (R$ 4,77), em Santa Caratina, aumento de 0,20% (R$ 4,90), e em São Paulo, de 0,37% (R$ 5,38).

Segundo informações da Scot Consultoria, o mercado de suínos teve valorização na última semana. A primeira quinzena do mês de novembro, junto com o final de semana prolongado, fez os compradores anteciparem seus pedidos, movimentando mais o mercado. Além dos pontos positivos no mercado interno, as exportações seguem em bom ritmo. Outro fator de ânimo para o mercado foi a habilitação de novas plantas frigoríficas no início desta semana para exportação de carne para a China.

Dados divulgados pela Associação Paulista de Criadores de Suínos (APCS/Bolsa de Suínos), informam que a nova referência para a Bolsa está entre R$ 110,00/112,00/@ = R$ 5,87 a R$ 5,98/Kg vivo condições bolsa.
O mercado dá sinais de acompanhar a evolução do boi hoje (18) cotado em R$ 200,00/@, o que representa 55%, ou seja, o preço do suíno está cerca de 55% do valor do boi. A relação média histórica é de no mínimo 60%.
(Notícias Agrícolas) (Aleksander Horta e Andressa Simão)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 14/07
Segunda-Feira, 13/07
Doença de Gumboro é tema do novo podcast FACTA (14:59)
Frigoríficos avícolas gaúchos investem no combate a pandemia (14:58)
OVOS/CEPEA: maior demanda e oferta limitada elevam preços (13:05)
Milho: indicador CEPEA volta a fechar acima de R$ 50/sc (13:02)
Soja: com baixo excedente, importação é a maior desde ju/16 (13:00)
PDSA desevolve cursos virtuais para garantir sanidade no RS (11:06)
Instituto Ovos Brasil e CEPEA criam ferramenta para consulta de preço de ovos (08:34)
Governo do Paraná e JBS discutem investimentos no Estado (08:00)
Uberlândia recebe anúncio de R$ 80 milhões em investimentos (07:59)
Secretaria de Saúde do Paraná acompanha atividades em frigoríficos (07:57)
Pandemia estimula consumo de frango no mercado interno e aquece exportações (07:57)
Sexta-Feira, 10/07
Com alta de 24,5%, exportações do agronegócio batem recorde para meses de junho e ultrapassam US$ 10 bilhões (13:53)
FRANGO/CEPEA: apesar de queda nos embarques, preço interno da carne está firme (07:31)
Agronegócio responde por 72% das exportações catarinenses no primeiro semestre de 2020 (07:26)
Com recordes de valores de soja e milho, VBP de 2020 é estimado em R$ 716,6 bilhões (07:25)
Comercialização de soja 2019/20 e da safra nova em junho foi mais lenta (07:10)
Quinta-Feira, 09/07
SUÍNOS/CEPEA: preços do vivo sobem em quase todas as regiões; exportações estão aquecidas (09:47)
BOI/CEPEA: indicador volta a fechar acima de R$ 220 (09:46)
Dicas para inovar no agronegócio e vender mais (08:15)
C.Vale e Pluma Agroavícola colocam em funcionamento frigorífico da Plusval (08:14)
Brasil retoma posto de maior produtor de soja do planeta (07:53)
Quarta-Feira, 08/07
Produção de grãos deve atingir 251,4 milhões de toneladas segundo levantamento da Conab (11:32)
Indústria global de carne de aves se recupera gradualmente, mas 2º semestre pode trazer volatilidade (09:12)
Nui Markets vê bom potencial no Brasil (09:10)
Exportadores do Brasil propõem testar carne para acalmar China (09:10)
Exportação de grãos deve beirar recorde (09:09)