Terça-feira, 14 de Julho de 2020
Mercado Externo

Com maior oferta e consumo em queda, preços da carne suína recuam na China
São Paulo, SP, 13 de Novembro de 2019 - Os preços da carne de porco na China recuaram acentuadamente na semana passada pela primeira vez em dez meses, à medida que novos casos de peste suína africana reportados no nordeste do país fizeram com que mais porcos fossem levados ao abate, em um momento em que consumidores reduzem as compras da proteína devido a seu valor elevado, disseram analistas.

Os valores dispararam em outubro, atingindo uma máxima de 53,79 iuanes (7,69 dólares) por quilo no dia 23, alta de 188% no ano a ano. Desde então, no entanto, as cotações têm recuado, tocando 50 iuanes em 8 de novembro.

"Após os recentes saltos nos preços, a carne suína já estava em um ponto no qual as pessoas não conseguiam mais pagar por ela, então bastou um gatilho (para os valores recuarem)", disse Jim Huang, presidente-executivo da China-America Commodity Data Analytics.

Ele acredita que tal gatilho foi a forte venda por produtores no nordeste há duas semanas, quando relatos não confirmados de novos surtos de peste suína africana levaram criadores de porcos ao pânico.

Além disso, o consumo recuou cerca de 30% desde outubro por conta dos altos preços, disse Zhu Zengyong, pesquisador da Academia Chinesa de Ciências Agrícolas, citando uma pequisa de mercado.

Em seu relatório mensal, o Xinfadi, principal mercado atacadista de carnes de Pequim, disse que ao final de outubro cerca de 10% das carcaças, e por vezes até 20%, estavam sendo devolvidos aos abatedouros devido aos preços elevados.

"Essa é uma correção do rápido avanço dos preços, não é algo causado por um excesso de oferta", ponderou Pan Chenjun, analista sênior do holandês Rabobank.

"Acho que os preços vão retornar para o intervalo anterior e provavelmente voltarão a subir", acrescentou, mencionando a crescente demanda que virá nas próximas semanas com as festividades do Ano Novo Lunar.
(Reuters) (Dominique Patton e Hallie Gu)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 14/07
Agências da ONU recomendam mudança na área de alimentos (10:16)
Crise? Que crise? Setor de alimentos está bombando na Bolsa (10:12)
Ajuste da oferta faz frango subir no país (08:38)
Governador do Tocantins reafirma compromisso com a iniciativa privada visando a geração de empregos (08:25)
Sistema de compartimentação abre portas para a avicultura catarinense em mercados exigentes (08:20)
Brasil importa mais que o triplo de soja nos primeiros 8 dias úteis de julho do que em todo mesmo mês de 2019 (07:39)
Apenas em 2 semanas de julho Brasil já exportou 132% a mais de milho do que todo o mês de junho (07:30)
Segunda-Feira, 13/07
Doença de Gumboro é tema do novo podcast FACTA (14:59)
Frigoríficos avícolas gaúchos investem no combate a pandemia (14:58)
OVOS/CEPEA: maior demanda e oferta limitada elevam preços (13:05)
Milho: indicador CEPEA volta a fechar acima de R$ 50/sc (13:02)
Soja: com baixo excedente, importação é a maior desde ju/16 (13:00)
PDSA desevolve cursos virtuais para garantir sanidade no RS (11:06)
Instituto Ovos Brasil e CEPEA criam ferramenta para consulta de preço de ovos (08:34)
Governo do Paraná e JBS discutem investimentos no Estado (08:00)
Uberlândia recebe anúncio de R$ 80 milhões em investimentos (07:59)
Secretaria de Saúde do Paraná acompanha atividades em frigoríficos (07:57)
Pandemia estimula consumo de frango no mercado interno e aquece exportações (07:57)
Sexta-Feira, 10/07
Com alta de 24,5%, exportações do agronegócio batem recorde para meses de junho e ultrapassam US$ 10 bilhões (13:53)
FRANGO/CEPEA: apesar de queda nos embarques, preço interno da carne está firme (07:31)
Agronegócio responde por 72% das exportações catarinenses no primeiro semestre de 2020 (07:26)
Com recordes de valores de soja e milho, VBP de 2020 é estimado em R$ 716,6 bilhões (07:25)
Comercialização de soja 2019/20 e da safra nova em junho foi mais lenta (07:10)
Quinta-Feira, 09/07
SUÍNOS/CEPEA: preços do vivo sobem em quase todas as regiões; exportações estão aquecidas (09:47)
BOI/CEPEA: indicador volta a fechar acima de R$ 220 (09:46)
Dicas para inovar no agronegócio e vender mais (08:15)
C.Vale e Pluma Agroavícola colocam em funcionamento frigorífico da Plusval (08:14)
Brasil retoma posto de maior produtor de soja do planeta (07:53)
Quarta-Feira, 08/07
Produção de grãos deve atingir 251,4 milhões de toneladas segundo levantamento da Conab (11:32)
Indústria global de carne de aves se recupera gradualmente, mas 2º semestre pode trazer volatilidade (09:12)
Nui Markets vê bom potencial no Brasil (09:10)
Exportadores do Brasil propõem testar carne para acalmar China (09:10)
Exportação de grãos deve beirar recorde (09:09)