Domingo, 05 de Julho de 2020
Matérias-Primas

Soja: preços sobem até 4% no interior do Brasil
Campinas, SP, 16 de Outubro de 2019 - Os preços da soja subiram até 4% nesta terça-feira (15) no mercado brasileiro. Boa parte das praças de comercialização do interior do país registraram ganhos consideráveis, ainda mantendo referências entre R$ 75,00 e até R$ 86,00 por saca, garantindo boas margens aos produtores.

A oferta ajustada neste momento, aliada a exportações ainda importantes e mais uma demanda interna também fortalecida criam um ambiente favorável para as cotações, ao lado de uma nova alta do dólar nesta terça.

A moeda norte-americana fechou o dia registrando sua máxima em três semanas, com alta de 0,89% e valendo R$ 4,16. "A divisa doméstica amargou o pior desempenho nos mercados globais de moedas, em meio a incertezas locais e à menor atratividade do real como moeda de rendimento", informou a agência de notícias Reuters.

Nos portos, os ganhos já foram um pouco mais tímidos. Em Rio Grande, a soja disponível subiu 0,56% para R$ 89,50, enquanto em Paranaguá, o ganho foi o mesmo para R$ 89,00. Para a referência março/20, baixa de 0,57% para R$ 87,00 no terminal paranaense e estabilidade no gaúcho em R$ 87,50.

Segundo explicam analistas e consultores de mercado, os produtores brasileiros seguem aproveitando bem as oportunidades que vêm sendo oferecidas. De acordo com o consultor da Terra Agronegócios, Ênio Fernandes, o Brasil já comercializou cerca de 30% de sua safra 2019/20 de soja.

MERCADO INTERNACIONAL

Na Bolsa de Chicago, os futuros da soja fecharam o dia em queda e perdendo pouco mais de 6 pontos entre seus principais contratos. O vencimento novembro/19 foi a US$ 9,34 e o maio/20, referência para a safra brasileira, a US$ 9,67 por bushel.

O mercado foi pressionado pela falta de novidades entre o acordo China x EUA, segundo disseram os diretores da ARC Mercosul. "As tais adições de pacotes de compras e incentivos ainda não passaram de promessas. A especulação já está calejada com toda essa novela comercial entre Trump e Jinping".

O agronegócio segue no centro das discussões, embora não entre as disputas mais duras, e segundo informações da agência internacional Bloomberg, o governo chinês quer uma revisão nas tarifas americanas sobre seus produtos antes de concordar - e efetivar - mais compras de produtos agrícolas dos EUA daqui em diante.

Além disso, como explicou o analista de mercado Mário Mariano, da Novo Rumo Corretora, previsões de condições mais favoráveis para a colheita nos EUA nos próximos dias ajudou a pesar sobre os preços, bem como os números fracos da NOPA (Associação Nacional de Processadores de Oleaginosas dos EUA).

Foram esmagadas 4,16 milhões de toneladas de soja em setembro, e o total ficou abaixo da expectativa do mercado, de 4,41 milhões de toneladas e é bem menor do que o volume processado em agosto, de 4,57 milhões de toneladas. Em setembro do ano passado, o total foi de 4,38 milhões.
(Notícias Agrícolas) (Carla Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 05/07
Sexta-Feira, 03/07
China absorve 10% de toda carne bovina produzida no Brasil (08:46)
Frangos, pintainhos e até ovos: caminhoneiro conta como carrega carga viva (08:44)
Inspeções na China devem atrasar fluxo nos portos (08:43)
Quinta-Feira, 02/07
Suínos: cotações encerram junho em alta (09:35)
Boi: vantagem da carne sobre boi se reduz em junho (09:30)
Milho fecha 1º dia do mês subindo no mercado brasileiro (07:37)
Apesar de safra recorde de soja, país deve fechar ano com menor estoque da história (07:27)
Soja: Brasil fecha semestre com embarques de mais de 63 mi de t, 43% a mais na comparação anual (07:19)
Quarta-Feira, 01/07
Plano Safra 2020/2021 entra em vigor nesta 4ª feira (09:52)
Frigoríficos: Paim quer anular portarias com medidas de prevenção que ele considera ineficazes (09:45)
Surpresa no relatório de área plantada eleva preços de soja e milho em Chicago (08:00)
Terça-Feira, 30/06
Mato Grosso já colheu 31,56% da segunda safra de milho; preços caíram 17% no mês (09:18)
O uso de imunomoduladores e betaglucanos nas aves é tema do novo episódio do podcast da FACTA (09:01)
China suspende importações de carne de três frigoríficos brasileiros devido à Covid-19 (06:26)