Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020
Empresas

Sanphar adquire laboratório mineiro de vacinas Ipeve
São Paulo, SP, 15 de Outubro de 2019 - A indústria veterinária Sanphar, sediada em Campinas (SP), adquiriu o laboratório mineiro Ipeve. De acordo com estimativas de fontes do setor, o negócio foi fechado por um montante entre R$ 80 milhões e R$ 100 milhões. Procurada, a companhia não quis confirmar o valor.

Para fazer o negócio, a empresa teve assessoria financeira da JK Capital e jurídica da MMSSA Advogados. Segundo Sauro Sturaro, da JK, a aquisição ajudará na diversificação das operações. Com a Ipeve, a empresa ingressará no mercado de vacinas autógenas (customizadas).

“A ideia é mudar o direcionamento para prevenção e biossegurança”, afirmou Marco Gama, diretor-geral da Sanphar na América Latina. Atualmente, a companhia atua em quatro linhas de produtos, voltados para frangos e suínos: desinfetantes para granjas, antibióticos, suplementos alimentares e antiparasitários.

Conforme o executivo, a aquisição da Ipeve dobrará o quadro de funcionários da Sanphar, para 140 pessoas. As equipes das duas companhias serão mantidas separadas.

Fundada em 1992 no Brasil, a Sanphar é controlada pelo grupo austríaco Erber desde 2007, quando a empresa brasileira se tornou o braço da companhia europeia para saúde animal. Além da área veterinária, os austríacos atuam no combate a micotoxinas (Biomin) e em aditivos nutricionais.

O grupo austríaco não revela a receita de cada frente de negócios. Segundo Gama, o faturamento do Erber é da ordem de € 350 milhões. Na Sanphar, o Brasil é o mercado mais relevante e representa 90% das vendas do negócio de saúde animal.
(Valor) (Luiz Henrique Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 26/02
Terça-Feira, 25/02
Segunda-Feira, 24/02
Estados Unidos reabrem mercado para carne in natura do Brasil (15:05)
Sexta-Feira, 21/02
Unidade brasileira da Vetanco realiza Convenção de Vendas 2020 (15:07)
Cadeia de frango da China se abre em meio ao caos das medidas de vírus (13:58)
Frango: apesar da fraca demanda, custo de produção elevado faz com que avicultor aumente preço (13:40)
Cotações do milho no mercado físico tem perdido força (13:30)
Milho: cotações registram leves altas em Chicago (13:25)
Soja: à espera de novas compras da China, mercado em Chicago segue estável (13:22)
Programa Ovos RS promove curso de Boas Práticas de Fabricação para Fábricas de Ração (09:33)
Boi: preços de balcão em SP giram ao redor de R$200,00/@ (09:15)
Praticamente metade da safra do milho já está colhida no RS (08:38)
Surto de vírus não mudará compromissos da China de comprar produtos dos EUA (08:37)
CNA diz que MP do Agro dá mais alternativas de financiamento e simplifica acesso ao crédito (08:26)
Suíno: animal vivo segue valorizado nas principais praças (07:55)
Mercado do boi gordo está firme (07:53)
Oferta restrita dá sustentação ao mercado de carne bovina no atacado (07:52)
Milho fecha a 5ª feira desvalorizado em Chicago após encontro do USDA (07:51)
Soja mais barata no Brasil do que nos EUA pressiona Chicago mais uma vez (07:48)
Quinta-Feira, 20/02
Exportações de genética avícola decrescem em janeiro (11:03)
Suínos: poder de compra frente ao milho é o mais baixo desde Fev/19 (10:22)
Boi: abate cai no final de 2019 e confirma baixa oferta (10:21)
Milho: Vendedores tem mostrado interesse em negociar, enquanto o comprador se abastece para os próximos dias (09:20)
Boi: A queda das cotações no mercado atacadista influenciou as tentativas de compra (09:16)
Vetanco participa do Show Rural Coopavel 2020 (09:01)
Milho abre a 5ª feira com baixas em Chicago à espera de números do USDA (09:00)
Soja recua em Chicago nesta 5ª feira (08:00)
Suíno: cotações estáveis em São Paulo; animal vivo segue valorizado nas principais praças produtoras (07:16)
APA divulga programa definitivo do Congresso de Ovos 2020 (07:01)
CNA discute impactos da reforma tributária para o Agro (06:59)
Pouco boi provoca alta significativa no Norte do país (06:55)
Milho cai em Chicago nesta 4ª feira (06:51)
Poucos negócios novos com a soja brasileira (06:48)