Quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2020
Agronegócios

Preços agropecuários: alta de 0,83% no fechamento do mês de agosto

Novamente, banana puxa a fila de alta e emplaca 74% de aumento. Carne suína e batata apresentaram as maiores quedas.
São Paulo, SP, 11 de Setembro de 2019 - O índice de preços recebidos pelos agricultores paulistas (IqPR) fechou o mês de agosto em alta de 0,83%, informa a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Economia Agrícola (IEA/Apta).

Dos 19 produtos que compõem o índice, cinco oscilaram positivamente. A banana nanica, que já havia apresentado alta na terceira quadrissemana de agosto, fecha o mês com 74% de aumento. Outros três produtos de origem vegetal: feijão (6%), arroz (3,16%) e soja (2,83%) e um do grupo de proteína animal, ovos (4,5%), fecham a lista de alta, destacam Danton Leonel de Camargo Bini e Eder Pinatti, pesquisadores do IEA.

Outros 13 produtos tiveram seus preços reduzidos. A maior oscilação coube à batata (-14,72%), seguida pela carne suína (-14,04%). O trigo (-8,09%) e a laranja para indústria (1,78%) são os que apresentam as maiores quedas na somatória dos últimos 12 meses. A carne de frango não apresentou variação.

Acumulado dos últimos 12 meses

No período de setembro de 2018 a agosto de 2019, o IqPR apresentou alta de 14,56%. Tendo o Índice de Preços Pagos (IPP), também calculado pelo IEA, apresentado variação positiva de 8,19%, no período, entende-se que os indicadores de renda (preços menos custos) estiveram positivos para a agropecuária paulista nesse intervalo.

Contudo, 11 culturas que obtiveram preços positivos abaixo do IPP ou negativos indicam que os produtores tiveram retornos contraproducentes. São elas: laranja para mesa (-28,37%), de algodão (-24,1%), de laranja para indústria (-17,81%), de trigo (-13,15%), de leite cru refrigerado (-9,97%), de milho (-9,91%), de soja (-8,02%), de café (-6,91%), de arroz (-0,69%), de cana-de-açúcar (+5,93%) e de carne bovina (+7,5%). No período analisado, subiram acima do IPP: batata (+246,24%), tomate para mesa (92,5%), banana nanica (+43,77%), feijão (+42,32%), carne suína (+27,21%), amendoim (22,35%), ovos (17,13%) e carne de frango (+10%).
(Secr. de Agr. e Abastecimento do Estado de SP) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quinta-Feira, 27/02
Boi: China deve começar a retomar as importações com mais força na segunda quinzena de Abril (12:25)
Importações de carne bovina na China devem ser lentas, mas recuperação vem no segundo semestre (11:28)
Em um ano, avicultura de Apucarana tem crescimento de 9% (10:33)
Milho abre a quinta-feira ainda em queda na Bolsa de Chicago (09:21)
Soja volta a recuar em Chicago nesta 5ª feira (09:20)
Conab realiza leilões para a venda e contratação do transporte de milho destinado a criadores de animais (09:15)
Pif Paf Alimentos recebe autoridades em Santa Catarina (07:55)
Mapa oferece atualização para veterinários dos estados, municípios e consórcios públicos (07:51)
Pecuarista segura gado aguardando preços melhores (07:49)
Milho: 4ª feira se encerra com pequenas perdas em Chicago (07:48)
Soja nos portos sobe R$ 1,50/saca com altas do dólar e de Chicago (07:45)
Quarta-Feira, 26/02
Ovos: cotações mensais atingem recorde nominal (13:37)
Milho: cotações continuam em alta em praticamente todas as regiões (13:32)
Soja: apesar do avanço da colheita, preços seguem firmes (13:30)
Brasil deve produzir 10,5 mi de t de carne bovina em 2020, diz USDA (11:02)
Milho abre a 4ª feira estável em Chicago (09:40)
Soja tem estabilidade e leve recuo em Chicago nesta 4ª feira (08:00)
Empresa avícola paranaense monitora qualidade de água gerada em suas operações por meio de bioindicadores (07:37)
Commodities agrícolas registram alta mesmo em novo dia de aversão com o coronavírus (07:34)
Terça-Feira, 25/02
Segunda-Feira, 24/02
Estados Unidos reabrem mercado para carne in natura do Brasil (15:05)
Sexta-Feira, 21/02
Unidade brasileira da Vetanco realiza Convenção de Vendas 2020 (15:07)
Cadeia de frango da China se abre em meio ao caos das medidas de vírus (13:58)
Frango: apesar da fraca demanda, custo de produção elevado faz com que avicultor aumente preço (13:40)
Cotações do milho no mercado físico tem perdido força (13:30)
Milho: cotações registram leves altas em Chicago (13:25)
Soja: à espera de novas compras da China, mercado em Chicago segue estável (13:22)
Programa Ovos RS promove curso de Boas Práticas de Fabricação para Fábricas de Ração (09:33)
Boi: preços de balcão em SP giram ao redor de R$200,00/@ (09:15)
Praticamente metade da safra do milho já está colhida no RS (08:38)
Surto de vírus não mudará compromissos da China de comprar produtos dos EUA (08:37)
CNA diz que MP do Agro dá mais alternativas de financiamento e simplifica acesso ao crédito (08:26)
Suíno: animal vivo segue valorizado nas principais praças (07:55)
Mercado do boi gordo está firme (07:53)
Oferta restrita dá sustentação ao mercado de carne bovina no atacado (07:52)
Milho fecha a 5ª feira desvalorizado em Chicago após encontro do USDA (07:51)
Soja mais barata no Brasil do que nos EUA pressiona Chicago mais uma vez (07:48)