Quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2020
Exportação

Exportações de carne seguem em alta nos Portos do Paraná
Curitiba , 11 de Setembro de 2019 - As exportações de carnes pelo Porto de Paranaguá, de janeiro a agosto deste ano, foram de 1,28 milhão de toneladas. O volume representa um aumento de 13,27% em relação ao registrado no mesmo período de 2018, com 1,13 milhão de toneladas de carnes exportadas. Os dados são do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

As carnes exportadas pelo Porto do Paraná, segundo o Governo Federal, geraram, nos últimos oito meses, receita de cerca de US$ 2,41 bilhões. Em 2018, foram US$ 2 bilhões.

O maior aumento registrado, entre os produtos, foi na carne de boi: 35,5% na comparação entre os meses de janeiro a agosto, de 2018 e 2019. Este ano, foram 119,25 mil toneladas exportadas do produto. Em 2018, foram 88 mil.

Os principais mercados da carne bovina, nesses oito meses, foram China, Hong Kong, Egito, Irã e Emirados Árabes.

A carne de porco também registra aumento significativo. De janeiro a agosto, este ano, foram 45,5 mil toneladas exportadas – volume 33,8% maior que o registrado em 2018, com 34 mil toneladas movimentadas.

Os principais destinos são Hong Kong, China, Cingapura, Vietnã e Albânia.

Segundo o economista Marcelo Garrido, do Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria estadual da Agricultura, o aumento nas exportações de carne de porco ainda é reflexo da perda da China e dos vizinhos do sudeste asiático nos próprios rebanhos com a peste suína.

“Esta crise nos principais consumidores de suíno do mundo abriu para o Paraná e todo o Brasil uma oportunidade muito grande”, afirma.

Apesar de registrar o menor aumento, a carne de frango é a exportada em maior volume pelo Porto de Paranaguá. Este ano, no período do último fechamento, foram 1,1 milhão de toneladas exportadas – 12% a mais que o registrado de janeiro a agosto de 2018 (982,4 mil toneladas).

O produto sozinho gerou receita de US$ 1,75 bilhão. O montante representa quase 73% da receita total gerada pelas exportações de carne deste ano. Os principais destinos do frango que saiu pelo Porto de Paranaguá foram China, Japão, Arábia Saudita, Emirados Árabes e Hong Kong.
(Agência Estadual de Notícias) (Assessoria de Comunicação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quinta-Feira, 27/02
Boi: China deve começar a retomar as importações com mais força na segunda quinzena de Abril (12:25)
Importações de carne bovina na China devem ser lentas, mas recuperação vem no segundo semestre (11:28)
Em um ano, avicultura de Apucarana tem crescimento de 9% (10:33)
Milho abre a quinta-feira ainda em queda na Bolsa de Chicago (09:21)
Soja volta a recuar em Chicago nesta 5ª feira (09:20)
Conab realiza leilões para a venda e contratação do transporte de milho destinado a criadores de animais (09:15)
Pif Paf Alimentos recebe autoridades em Santa Catarina (07:55)
Mapa oferece atualização para veterinários dos estados, municípios e consórcios públicos (07:51)
Pecuarista segura gado aguardando preços melhores (07:49)
Milho: 4ª feira se encerra com pequenas perdas em Chicago (07:48)
Soja nos portos sobe R$ 1,50/saca com altas do dólar e de Chicago (07:45)
Quarta-Feira, 26/02
Ovos: cotações mensais atingem recorde nominal (13:37)
Milho: cotações continuam em alta em praticamente todas as regiões (13:32)
Soja: apesar do avanço da colheita, preços seguem firmes (13:30)
Brasil deve produzir 10,5 mi de t de carne bovina em 2020, diz USDA (11:02)
Milho abre a 4ª feira estável em Chicago (09:40)
Soja tem estabilidade e leve recuo em Chicago nesta 4ª feira (08:00)
Empresa avícola paranaense monitora qualidade de água gerada em suas operações por meio de bioindicadores (07:37)
Commodities agrícolas registram alta mesmo em novo dia de aversão com o coronavírus (07:34)
Terça-Feira, 25/02
Segunda-Feira, 24/02
Estados Unidos reabrem mercado para carne in natura do Brasil (15:05)
Sexta-Feira, 21/02
Unidade brasileira da Vetanco realiza Convenção de Vendas 2020 (15:07)
Cadeia de frango da China se abre em meio ao caos das medidas de vírus (13:58)
Frango: apesar da fraca demanda, custo de produção elevado faz com que avicultor aumente preço (13:40)
Cotações do milho no mercado físico tem perdido força (13:30)
Milho: cotações registram leves altas em Chicago (13:25)
Soja: à espera de novas compras da China, mercado em Chicago segue estável (13:22)
Programa Ovos RS promove curso de Boas Práticas de Fabricação para Fábricas de Ração (09:33)
Boi: preços de balcão em SP giram ao redor de R$200,00/@ (09:15)
Praticamente metade da safra do milho já está colhida no RS (08:38)
Surto de vírus não mudará compromissos da China de comprar produtos dos EUA (08:37)
CNA diz que MP do Agro dá mais alternativas de financiamento e simplifica acesso ao crédito (08:26)
Suíno: animal vivo segue valorizado nas principais praças (07:55)
Mercado do boi gordo está firme (07:53)
Oferta restrita dá sustentação ao mercado de carne bovina no atacado (07:52)
Milho fecha a 5ª feira desvalorizado em Chicago após encontro do USDA (07:51)
Soja mais barata no Brasil do que nos EUA pressiona Chicago mais uma vez (07:48)