Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2020
Matérias-Primas

Soja: mercado no Brasil registra baixas de R$ 2 a R$ 3 nos preços para fechar a semana
Campinas, SP, 09 de Setembro de 2019 - O pregão da última sexta-feira (06) encerrou a semana com pequenas baixas nos principais vencimentos, com 3,75 pontos negativos para novembro/19 e 2,75 pontos negativos para março/20. Para Luiz Fernando Gutierrez Roque, analista da Safras & Mercado, a pressão sobre os preços em Chicago não deve mudar tão facilmente, já que os fatores demanda x oferta continuam conflitantes. Para a oferta ele destacou que, apesar das variáveis climáticas nos Estados Unidos que impactaram essa safra, os estoques americanos em agosto de 2020 devem ficar em torno de 20 milhões de toneladas de soja.

Na outra ponta da balança, a China não demonstra sinais de que irá voltar a fazer grandes compras dos EUA. Com tanta soja disponível e a baixa procura, o analista vê que dificilmente haverá um movimento de grandes altas nos preços. Apesar da especulação com relação aos números do próximo relatório do USDA, apenas a volta da demanda chinesa daria fôlego para Chicago.

No mercado brasileiro, o recuo do dólar para abaixo dos R$ 4,10 acabou pressionando os preços. O mercado físico registrou baixas de R$ 2 a R$ 3 nos preços para fechar a semana e a volatilidade do câmbio dificulta uma previsão de como o dólar irá se comportar nos próximos dias. Tantas mudanças trazem receios aos produtores brasileiros, principalmente nesse momento de início de safra.

No entanto, Luiz Fernando ressalta que o ânimo do produtor brasileiro está melhor que há alguns meses atrás. Os preços e as boas vendas das últimas semanas deram bom rendimento e na próxima safra deve haver um aumento de área que pode chegar a 2% ou 3%. A produtividade estimada para a safra 19/20 é de cerca de 124 milhões de toneladas e o analista diz que "É melhor ter uma produção maior, mesmo que a um preço menor, do que ter um preço maior e uma safra menor".
(Notícias Agrícolas) (Carla Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 28/02
APA atualiza programa do Congresso de Ovos 2020 (15:25)
Frango: poder de compra do avicultor paulista se eleva no mês (11:17)
Suínos: menor oferta continua sustentando cotações do suíno vivo (11:10)
Boi: baixa oferta de animais mantém preços do boi firmes em fevereiro (11:00)
Milho abre a sexta-feira com leves baixas em Chicago (09:00)
Encerra hoje, sexta-feira, a primeira etapa inscrições para o SBSA 2020 (06:56)
Katayama Alimentos conquista Certificação Halal (06:54)
Grupo Mantiqueira ganha certificado do Great Place To Work (GPTW) (06:53)
Suínos: valorização no preço do animal vivo na maioria das praças produtoras (06:52)
Frigoríficos enfrentam demanda reduzida da China em meio ao coronavírus (06:51)
Soja desaba nesta 6ª feira (06:48)
Milho cai até 1,62% nesta 5ª feira na Bolsa de Chicago (06:46)
Emater define safra de soja 2019/20 no RS como irregular e já verifica perdas consolidadas (06:33)
Quinta-Feira, 27/02
Boi: China deve começar a retomar as importações com mais força na segunda quinzena de Abril (12:25)
Importações de carne bovina na China devem ser lentas, mas recuperação vem no segundo semestre (11:28)
Em um ano, avicultura de Apucarana tem crescimento de 9% (10:33)
Milho abre a quinta-feira ainda em queda na Bolsa de Chicago (09:21)
Soja volta a recuar em Chicago nesta 5ª feira (09:20)
Conab realiza leilões para a venda e contratação do transporte de milho destinado a criadores de animais (09:15)
Pif Paf Alimentos recebe autoridades em Santa Catarina (07:55)
Mapa oferece atualização para veterinários dos estados, municípios e consórcios públicos (07:51)
Pecuarista segura gado aguardando preços melhores (07:49)
Milho: 4ª feira se encerra com pequenas perdas em Chicago (07:48)
Soja nos portos sobe R$ 1,50/saca com altas do dólar e de Chicago (07:45)
Quarta-Feira, 26/02
Ovos: cotações mensais atingem recorde nominal (13:37)
Milho: cotações continuam em alta em praticamente todas as regiões (13:32)
Soja: apesar do avanço da colheita, preços seguem firmes (13:30)
Brasil deve produzir 10,5 mi de t de carne bovina em 2020, diz USDA (11:02)
Milho abre a 4ª feira estável em Chicago (09:40)
Soja tem estabilidade e leve recuo em Chicago nesta 4ª feira (08:00)
Empresa avícola paranaense monitora qualidade de água gerada em suas operações por meio de bioindicadores (07:37)
Commodities agrícolas registram alta mesmo em novo dia de aversão com o coronavírus (07:34)
Terça-Feira, 25/02
Segunda-Feira, 24/02
Estados Unidos reabrem mercado para carne in natura do Brasil (15:05)