Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2020
Empresas

Cobb-Vantress reúne clientes para discutir Peste Suína Africana e oportunidades para o mercado avícola

Encontro aconteceu paralelamente ao SIAVS, em São Paulo.
Siloam Springs, EUA, 06 de Setembro de 2019 - A Cobb-Vantress, Inc., uma das principais fornecedoras de matrizes de frangos de corte e serviços técnicos para o setor avícola, reuniu cerca de 70 clientes da América do Sul para uma palestra do Diretor-geral da Cobb Ásia-Pacífico, Fred Kao. O encontro teve como foco discutir a situação atual da Peste Suína Africana na Ásia e as oportunidades geradas para o mercado avícola e foi realizado paralelamente às atividades do SIAVS (Salão Internacional da Avicultura e Suinocultura), no dia 27 de agosto.

Fred Kao iniciou sua apresentação com um breve histórico sobre a Peste Suína Africana para contextualização dos participantes. No caso específico da China, que tem tamanho equivalente ao território brasileiro, o primeiro registro aconteceu em agosto de 2018 e rapidamente se espalhou para todo o país.

O palestrante explicou ainda que não há, até o momento, uma vacina capaz de prevenir a doença principalmente devido a sua complexidade. O vírus, mais resistente que o da Influenza Aviária, se mantém vivo em diferentes condições, levando à morte 100% dos animais infectados, contra 50% de mortalidade causada pela enfermidade avícola.

Kao demonstrou aos presentes o tamanho do mercado consumidor chinês para a carne suína, de 56 milhões de toneladas de suínos, em 2018. Deste total, 54 milhões de toneladas foram produzidas na China, o equivalente a 48% da produção total global da proteína. Porém, com a disseminação da enfermidade, o volume de carne suína produzido no país tem sido drasticamente reduzido, fazendo com que a China demonstre interesse pela abertura de novos mercados para opções de proteínas, como aves.

O país é responsável pela importação de apenas 8% do frango mundial, número que deve crescer a partir deste momento, segundo a projeção do especialista. Como segunda proteína mais consumida pelos chineses (excluindo-se frutos do mar e pescados) e devido à expectativa de demora na elaboração de uma vacina eficiente para a peste, o diretor demonstrou as possibilidades de melhoria do hábito de consumo do frango pelos chineses. “A tendência é que o frango torne-se a principal proteína consumida no país, em substituição à carne suína, que tende a se tornar cada vez mais cara com a diminuição da oferta. Isso abre um enorme potencial para a exportação de frango para a China”, explicou Kao.

Para Flavio Henrique Araujo Silva, Diretor Sênior de Operações da Cobb para América do Sul, o evento teve como objetivo trazer insights sobre o crescimento do mercado consumidor de frango na China e oportunidades para empresas avícolas sul-americanas. “A proposta de trazer um cenário desafiador e ao mesmo tempo promissor no continente asiático contribui para que as empresas possam avaliar a oportunidade de abertura de novos mercados e tomar a melhor decisão em termos de novos negócios”, afirmou.

Sobre a Cobb-Vantress – A Cobb-Vantress Inc fornece proteína saudável, de qualidade e acessível para todo o mundo. Somos uma empresa global que utiliza pesquisas e tecnologias inovadoras para a indústria avícola global. Com sede em Siloam Springs, Arkansas, somos a empresa produtora de aves de corte de pedigree mais antiga do mundo, com distribuição para mais de 120 países. Para mais informações acesse www.cobb-vantress.com.
(Cobb-Vantress) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 28/02
APA atualiza programa do Congresso de Ovos 2020 (15:25)
Frango: poder de compra do avicultor paulista se eleva no mês (11:17)
Suínos: menor oferta continua sustentando cotações do suíno vivo (11:10)
Boi: baixa oferta de animais mantém preços do boi firmes em fevereiro (11:00)
Milho abre a sexta-feira com leves baixas em Chicago (09:00)
Encerra hoje, sexta-feira, a primeira etapa inscrições para o SBSA 2020 (06:56)
Katayama Alimentos conquista Certificação Halal (06:54)
Grupo Mantiqueira ganha certificado do Great Place To Work (GPTW) (06:53)
Suínos: valorização no preço do animal vivo na maioria das praças produtoras (06:52)
Frigoríficos enfrentam demanda reduzida da China em meio ao coronavírus (06:51)
Soja desaba nesta 6ª feira (06:48)
Milho cai até 1,62% nesta 5ª feira na Bolsa de Chicago (06:46)
Emater define safra de soja 2019/20 no RS como irregular e já verifica perdas consolidadas (06:33)
Quinta-Feira, 27/02
Boi: China deve começar a retomar as importações com mais força na segunda quinzena de Abril (12:25)
Importações de carne bovina na China devem ser lentas, mas recuperação vem no segundo semestre (11:28)
Em um ano, avicultura de Apucarana tem crescimento de 9% (10:33)
Milho abre a quinta-feira ainda em queda na Bolsa de Chicago (09:21)
Soja volta a recuar em Chicago nesta 5ª feira (09:20)
Conab realiza leilões para a venda e contratação do transporte de milho destinado a criadores de animais (09:15)
Pif Paf Alimentos recebe autoridades em Santa Catarina (07:55)
Mapa oferece atualização para veterinários dos estados, municípios e consórcios públicos (07:51)
Pecuarista segura gado aguardando preços melhores (07:49)
Milho: 4ª feira se encerra com pequenas perdas em Chicago (07:48)
Soja nos portos sobe R$ 1,50/saca com altas do dólar e de Chicago (07:45)
Quarta-Feira, 26/02
Ovos: cotações mensais atingem recorde nominal (13:37)
Milho: cotações continuam em alta em praticamente todas as regiões (13:32)
Soja: apesar do avanço da colheita, preços seguem firmes (13:30)
Brasil deve produzir 10,5 mi de t de carne bovina em 2020, diz USDA (11:02)
Milho abre a 4ª feira estável em Chicago (09:40)
Soja tem estabilidade e leve recuo em Chicago nesta 4ª feira (08:00)
Empresa avícola paranaense monitora qualidade de água gerada em suas operações por meio de bioindicadores (07:37)
Commodities agrícolas registram alta mesmo em novo dia de aversão com o coronavírus (07:34)
Terça-Feira, 25/02
Segunda-Feira, 24/02
Estados Unidos reabrem mercado para carne in natura do Brasil (15:05)