Sábado, 29 de Fevereiro de 2020
Mercado Externo

EUA: incêndio em abatedouro derruba preço da carne bovina
Curitiba, PR, 20 de Agosto de 2019 - Um incêndio ocorrido em uma grande planta industrial de processamento de carne bovina dos Estados Unidos no início do mês está provocando uma gangorra nos preços na cadeia produtiva de proteína animal daquele país. Se por um lado, os preços do gado estão caindo, por outro as empresas de processamento estão sendo beneficiadas.

A fábrica da Tyson Foods em Holcomb, Kansas, que pegou fogo, tinha capacidade para abater 6 mil cabeças de gado por dia – ou cerca de 5% da capacidade de produção de carne bovina dos EUA – antes de ser destruída em 9 de agosto. O incidente arrastou os preços futuros para o menor valor em quase três anos. Porém, também deu aos frigoríficos, como Cargill, JBS e Marfrig Global Foods, acesso à oferta barata, assim como a demanda das lojas de varejo cresceu.

Com o feriado do Dia do Trabalho, em 2 de setembro – um dos dias mais populares nos EUA para se assar carne –, os varejistas estão se engajando em disputas para garantir o melhor lance na carne que será embalada e já foi encomendada pelas lojas. Até mesmo a Tyson Foods poderia se beneficiar com lucros maiores em outras fábricas, compensando as perdas do incêndio.

As margens do empacotador de carne subiram para US$378,25 por animal na segunda-feira (19), uma alta histórica nos dados da HedgersEdge. Isso é mais que o dobro dos níveis informados há apenas uma semana. Os preços no atacado subiram para US$2,3869 a libra-peso na sexta-feira (16), a maior em dois anos. Enquanto isso, os preços do gado nos mercados à vista caíram para US$1,0865 por libra-peso na sexta, o menor para esta época do ano em quase uma década.

Os consumidores, por sua vez, podem não ver um aumento imediato nos preços dos bifes e hambúrgueres nos açougues porque as propagandas e as promoções geralmente são planejadas seis semanas antes, segundo Morrison. Mas a elevação dos preços está a caminho, segundo ele, acrescentando que pode levar de três a seis meses para que a fábrica da Tyson seja reconstruída.

Se o clima for favorável para grelhar uma carne no Dia do Trabalho, os varejistas podem ter de reabastecer os estoques a um preço mais alto, o que significa que a tabela deve subir depois do feriado.

Os preços da carne bovina já tinham uma perspectiva de aumentar, por causa da disseminação da peste suína africana na China, que dizimou o rebanho de Suínos dos asiáticos. A carne de boi acaba sendo uma substituta para a carne suína e de frango.
(Gazeta do Povo) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 29/02
Sexta-Feira, 28/02
APA atualiza programa do Congresso de Ovos 2020 (15:25)
Frango: poder de compra do avicultor paulista se eleva no mês (11:17)
Suínos: menor oferta continua sustentando cotações do suíno vivo (11:10)
Boi: baixa oferta de animais mantém preços do boi firmes em fevereiro (11:00)
Milho abre a sexta-feira com leves baixas em Chicago (09:00)
Encerra hoje, sexta-feira, a primeira etapa inscrições para o SBSA 2020 (06:56)
Katayama Alimentos conquista Certificação Halal (06:54)
Grupo Mantiqueira ganha certificado do Great Place To Work (GPTW) (06:53)
Suínos: valorização no preço do animal vivo na maioria das praças produtoras (06:52)
Frigoríficos enfrentam demanda reduzida da China em meio ao coronavírus (06:51)
Soja desaba nesta 6ª feira (06:48)
Milho cai até 1,62% nesta 5ª feira na Bolsa de Chicago (06:46)
Emater define safra de soja 2019/20 no RS como irregular e já verifica perdas consolidadas (06:33)
Quinta-Feira, 27/02
Boi: China deve começar a retomar as importações com mais força na segunda quinzena de Abril (12:25)
Importações de carne bovina na China devem ser lentas, mas recuperação vem no segundo semestre (11:28)
Em um ano, avicultura de Apucarana tem crescimento de 9% (10:33)
Milho abre a quinta-feira ainda em queda na Bolsa de Chicago (09:21)
Soja volta a recuar em Chicago nesta 5ª feira (09:20)
Conab realiza leilões para a venda e contratação do transporte de milho destinado a criadores de animais (09:15)
Pif Paf Alimentos recebe autoridades em Santa Catarina (07:55)
Mapa oferece atualização para veterinários dos estados, municípios e consórcios públicos (07:51)
Pecuarista segura gado aguardando preços melhores (07:49)
Milho: 4ª feira se encerra com pequenas perdas em Chicago (07:48)
Soja nos portos sobe R$ 1,50/saca com altas do dólar e de Chicago (07:45)
Quarta-Feira, 26/02
Ovos: cotações mensais atingem recorde nominal (13:37)
Milho: cotações continuam em alta em praticamente todas as regiões (13:32)
Soja: apesar do avanço da colheita, preços seguem firmes (13:30)
Brasil deve produzir 10,5 mi de t de carne bovina em 2020, diz USDA (11:02)
Milho abre a 4ª feira estável em Chicago (09:40)
Soja tem estabilidade e leve recuo em Chicago nesta 4ª feira (08:00)
Empresa avícola paranaense monitora qualidade de água gerada em suas operações por meio de bioindicadores (07:37)
Commodities agrícolas registram alta mesmo em novo dia de aversão com o coronavírus (07:34)
Terça-Feira, 25/02