Sábado, 29 de Fevereiro de 2020
Diversos

Senado debate consequências do fracking para extração de minérios
Brasília, 13 de Agosto de 2019 - A Comissão do Meio Ambiente (CMA) em conjunto com a Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado (CRA) do Senado realizam na próxima quarta-feira (14) uma audiência publica para debater a técnica do “fracking”, também conhecido como fraturamento hidráulico, que são perfurações profundas no solo para a extração de minérios, gás de xisto ou folhelho, uma rocha sedimentar.
Em reportagem de março do ano passado, o GGN mostrou os danos nocivos da técnica de extração, incluindo vibrações capazes de gerar abalos sísmicos. Com o objetivo de instruir e orientar a população, além de governos locais, a professora Izabel Cristina Marson, do interior do Paraná, percorreu mais de 40 cidades do estado e conseguiu junto a voluntários, desde agricultores, ribeirinhos e indígenas, a fazer virar lei nos diversos municípios a proibição do fracking.
Com a atuação de Marson e de outros ativistas da área, hoje os estados do Paraná e Santa Catarina têm leis sancionadas que impedem a prática em seus territórios. Mas o tema enfrenta resistência em outras partes do país, como Piauí e Maranhão, que já chegaram a abrir espaços de pesquisa para mineradoras poderem atuar com a técnica.
Diante deste cenário, movimentos como a Coalizão Não Fracking Brasil (COESUS) incentivaram a realização de uma audiência publica no Senado, para justamente debater o tema e poder ampliar leis de proteção em outros estados do país. Especialistas e técnicos estarão presentes na Casa Legislativa, nesta quarta, a partir das 11h, para tratar dos impactos da técnica para a agricultura, economia, saúde e meio ambiente.

“É de suma importância ressaltar que as cinco principais atividades brasileiras – agricultura, piscicultura, suinocultura, pecuária e avicultura –, serão extremamente afetadas com a extração do gás de xisto por meio do fracking”, afirmou o diretor nacional da COESUS, Juliano Bueno de Araújo.
(Jornal GGN ) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 29/02
Sexta-Feira, 28/02
APA atualiza programa do Congresso de Ovos 2020 (15:25)
Frango: poder de compra do avicultor paulista se eleva no mês (11:17)
Suínos: menor oferta continua sustentando cotações do suíno vivo (11:10)
Boi: baixa oferta de animais mantém preços do boi firmes em fevereiro (11:00)
Milho abre a sexta-feira com leves baixas em Chicago (09:00)
Encerra hoje, sexta-feira, a primeira etapa inscrições para o SBSA 2020 (06:56)
Katayama Alimentos conquista Certificação Halal (06:54)
Grupo Mantiqueira ganha certificado do Great Place To Work (GPTW) (06:53)
Suínos: valorização no preço do animal vivo na maioria das praças produtoras (06:52)
Frigoríficos enfrentam demanda reduzida da China em meio ao coronavírus (06:51)
Soja desaba nesta 6ª feira (06:48)
Milho cai até 1,62% nesta 5ª feira na Bolsa de Chicago (06:46)
Emater define safra de soja 2019/20 no RS como irregular e já verifica perdas consolidadas (06:33)
Quinta-Feira, 27/02
Boi: China deve começar a retomar as importações com mais força na segunda quinzena de Abril (12:25)
Importações de carne bovina na China devem ser lentas, mas recuperação vem no segundo semestre (11:28)
Em um ano, avicultura de Apucarana tem crescimento de 9% (10:33)
Milho abre a quinta-feira ainda em queda na Bolsa de Chicago (09:21)
Soja volta a recuar em Chicago nesta 5ª feira (09:20)
Conab realiza leilões para a venda e contratação do transporte de milho destinado a criadores de animais (09:15)
Pif Paf Alimentos recebe autoridades em Santa Catarina (07:55)
Mapa oferece atualização para veterinários dos estados, municípios e consórcios públicos (07:51)
Pecuarista segura gado aguardando preços melhores (07:49)
Milho: 4ª feira se encerra com pequenas perdas em Chicago (07:48)
Soja nos portos sobe R$ 1,50/saca com altas do dólar e de Chicago (07:45)
Quarta-Feira, 26/02
Ovos: cotações mensais atingem recorde nominal (13:37)
Milho: cotações continuam em alta em praticamente todas as regiões (13:32)
Soja: apesar do avanço da colheita, preços seguem firmes (13:30)
Brasil deve produzir 10,5 mi de t de carne bovina em 2020, diz USDA (11:02)
Milho abre a 4ª feira estável em Chicago (09:40)
Soja tem estabilidade e leve recuo em Chicago nesta 4ª feira (08:00)
Empresa avícola paranaense monitora qualidade de água gerada em suas operações por meio de bioindicadores (07:37)
Commodities agrícolas registram alta mesmo em novo dia de aversão com o coronavírus (07:34)
Terça-Feira, 25/02