Quinta-feira, 02 de Julho de 2020
Diversos

Senado debate consequências do fracking para extração de minérios
Brasília, 13 de Agosto de 2019 - A Comissão do Meio Ambiente (CMA) em conjunto com a Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado (CRA) do Senado realizam na próxima quarta-feira (14) uma audiência publica para debater a técnica do “fracking”, também conhecido como fraturamento hidráulico, que são perfurações profundas no solo para a extração de minérios, gás de xisto ou folhelho, uma rocha sedimentar.
Em reportagem de março do ano passado, o GGN mostrou os danos nocivos da técnica de extração, incluindo vibrações capazes de gerar abalos sísmicos. Com o objetivo de instruir e orientar a população, além de governos locais, a professora Izabel Cristina Marson, do interior do Paraná, percorreu mais de 40 cidades do estado e conseguiu junto a voluntários, desde agricultores, ribeirinhos e indígenas, a fazer virar lei nos diversos municípios a proibição do fracking.
Com a atuação de Marson e de outros ativistas da área, hoje os estados do Paraná e Santa Catarina têm leis sancionadas que impedem a prática em seus territórios. Mas o tema enfrenta resistência em outras partes do país, como Piauí e Maranhão, que já chegaram a abrir espaços de pesquisa para mineradoras poderem atuar com a técnica.
Diante deste cenário, movimentos como a Coalizão Não Fracking Brasil (COESUS) incentivaram a realização de uma audiência publica no Senado, para justamente debater o tema e poder ampliar leis de proteção em outros estados do país. Especialistas e técnicos estarão presentes na Casa Legislativa, nesta quarta, a partir das 11h, para tratar dos impactos da técnica para a agricultura, economia, saúde e meio ambiente.

“É de suma importância ressaltar que as cinco principais atividades brasileiras – agricultura, piscicultura, suinocultura, pecuária e avicultura –, serão extremamente afetadas com a extração do gás de xisto por meio do fracking”, afirmou o diretor nacional da COESUS, Juliano Bueno de Araújo.
(Jornal GGN ) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quinta-Feira, 02/07
Milho fecha 1º dia do mês subindo no mercado brasileiro (07:37)
Apesar de safra recorde de soja, país deve fechar ano com menor estoque da história (07:27)
Soja: Brasil fecha semestre com embarques de mais de 63 mi de t, 43% a mais na comparação anual (07:19)
Quarta-Feira, 01/07
Plano Safra 2020/2021 entra em vigor nesta 4ª feira (09:52)
Frigoríficos: Paim quer anular portarias com medidas de prevenção que ele considera ineficazes (09:45)
Surpresa no relatório de área plantada eleva preços de soja e milho em Chicago (08:00)
Terça-Feira, 30/06
Mato Grosso já colheu 31,56% da segunda safra de milho; preços caíram 17% no mês (09:18)
O uso de imunomoduladores e betaglucanos nas aves é tema do novo episódio do podcast da FACTA (09:01)
China suspende importações de carne de três frigoríficos brasileiros devido à Covid-19 (06:26)
Segunda-Feira, 29/06
OVOS/CEPEA: fraca demanda e baixa liquidez seguem pressionando cotações (09:47)
Milho: dólar elevado favorece competitividade do milho no mercado externo (09:46)
Soja: demanda por óleo de soja volta a crescer no Brasil (09:45)
EUA: exportadores declaram segurança, mas refugam garantia de "vírus-free" (09:07)
Novo Outlook da Fiesp: boas perspectivas para um produtor confiável (09:05)
Pesquisadores da Unicamp analisam impacto das mudanças climáticas na safra de milho (07:53)
Justiça autoriza retomada parcial de unidade da JBS em Passo Fundo por quatro dias (07:47)
Ministério da Agricultura suspende exportação de frigorífico da JBS à China (07:45)
Sexta-Feira, 26/06
Com formato inédito, Qualificaves debate sobre a laringotraqueíte (08:12)
ABPA e Sindiavipar defendem o fim da interrupção das atividades da Avenorte (08:03)