Quarta-feira, 15 de Julho de 2020
Empresas

Copacol investe R$ 32 milhões na ampliação do Incubatório de Goioerê
Cafelândia , 10 de Julho de 2019 - Para atender o crescimento do complexo avícola da Copacol e da Unitá, visando ser autossuficiente na incubação de ovos, foram investidos R$ 32 milhões na ampliação do Incubatório de Goioerê, para incubar 15 milhões de ovos por mês.

Somando com os 7 milhões de ovos incubados em Nova Aurora, serão 22 milhões de ovos, a capacidade de incubação nas duas estruturas da Copacol por mês.

Com uma média de 85% de eclosão dos ovos, serão produzidos aproximadamente 19 milhões de pintainhos por mês, para atender o alojamento nas propriedades dos avicultores integrados da Copacol e da Unitá.

A partir do dia 15 de julho, a parte que foi ampliada em Goioerê, já vai começar a receber os primeiros lotes de ovos para serem incubados, na estrutura que é considerada uma das maiores e mais modernas do Brasil.

Segundo o presidente da Copacol e da Unitá Valter Pitol, os investimentos realizados visam atender a demanda de pintainhos com qualidade, principalmente com o aumento da capacidade de abate da Unidade Industrial de Aves da Unitá em Ubiratã.

“Vamos ser autossuficientes na produção de ovos férteis dominando toda a cadeia de produção, para oferecer pintainhos de qualidade para os nossos produtores integrados, sempre em busca dos melhores índices de eficiência produtiva dentro da nossa integração”, afirma o presidente Pitol.

Melhores do mês e da semana na avicultura

Toda semana e todo início de mês a Copacol divulga os nomes dos avicultores que se destacam, respectivamente no mês anterior e na última semana, com as melhores pontuações, ou seja, com os melhores IEPs (Índice de Eficiência Produtiva).

Na semana os produtores destaques foram: do município de Jesuítas, o primeiro lugar da semana ficou com o produtor, Ricardo Formagio Primo que obteve 420 pontos. Na segunda colocação o cooperado, Valdecir Effting de Cafelândia que alcançou 413 pontos e na terceira colocação da semana o produtor, Lauro Melzzi, de Formosa do Oeste com 412 pontos.

O primeiro colocado da semana, além da boa pontuação, também conseguiu nas aves entregues à Cooperativa um peso médio de 3,117 kg, conversão alimentar de 1,622 e as aves ainda obtiveram um crescimento médio diário de 70,84 g.

Para obter esse bom resultado o produtor conta com a ajuda da filha, Ana Paula, nos manejos do dia a dia e também da assistência técnica do extensionista Guilherme e do médico veterinário Edson.

“Fiquei muito contente em receber a notícia de que fiquei em primeiro lugar da semana, porque entre tantos avicultores a gente ficar em primeiro, dá mais vontade ainda de trabalhar, a gente sabe que trabalhando a gente chega lá”, disse feliz o produtor, Ricardo Formágio Primo.

Ele conta que está na atividade desde o ano de 2000 e está muito contente com a parceria da Cooperativa, uma vez que ela lhe dá todo o suporte técnico e isso possibilita colher os bons resultados.

Melhores do mês

A campeã do mês na avicultura da Copacol com a primeira colocação foi a produtora de Cafelândia, Gracieli Buss, com uma grande pontuação, 455 pontos.

Além da boa pontuação a avicultora também se destacou em peso médio de 3,224kg, conversão alimentar de 1,586 e crescimento diário de 73,27g.

Esses bons resultados foram obtidos com a ajuda do Antônio e da esposa Ilda, que são responsáveis pelos cuidados com a aves no dia a dia, bem como da assistência técnica da extensionista Ester e da medica veterinária Adriele.

Já como segundo do mês ficou o cooperado de Nova Aurora, Simão Oenning com 448 pontos e em terceiro o produtor de Cafelândia Salvino Buss que obteve 439 pontos.
(Copacol ) (Assessoria de Comunicação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 15/07
Terça-Feira, 14/07
Agências da ONU recomendam mudança na área de alimentos (10:16)
Crise? Que crise? Setor de alimentos está bombando na Bolsa (10:12)
Ajuste da oferta faz frango subir no país (08:38)
Governador do Tocantins reafirma compromisso com a iniciativa privada visando a geração de empregos (08:25)
Sistema de compartimentação abre portas para a avicultura catarinense em mercados exigentes (08:20)
Brasil importa mais que o triplo de soja nos primeiros 8 dias úteis de julho do que em todo mesmo mês de 2019 (07:39)
Apenas em 2 semanas de julho Brasil já exportou 132% a mais de milho do que todo o mês de junho (07:30)
Segunda-Feira, 13/07
Doença de Gumboro é tema do novo podcast FACTA (14:59)
Frigoríficos avícolas gaúchos investem no combate a pandemia (14:58)
OVOS/CEPEA: maior demanda e oferta limitada elevam preços (13:05)
Milho: indicador CEPEA volta a fechar acima de R$ 50/sc (13:02)
Soja: com baixo excedente, importação é a maior desde ju/16 (13:00)
PDSA desevolve cursos virtuais para garantir sanidade no RS (11:06)
Instituto Ovos Brasil e CEPEA criam ferramenta para consulta de preço de ovos (08:34)
Governo do Paraná e JBS discutem investimentos no Estado (08:00)
Uberlândia recebe anúncio de R$ 80 milhões em investimentos (07:59)
Secretaria de Saúde do Paraná acompanha atividades em frigoríficos (07:57)
Pandemia estimula consumo de frango no mercado interno e aquece exportações (07:57)
Sexta-Feira, 10/07
Com alta de 24,5%, exportações do agronegócio batem recorde para meses de junho e ultrapassam US$ 10 bilhões (13:53)
FRANGO/CEPEA: apesar de queda nos embarques, preço interno da carne está firme (07:31)
Agronegócio responde por 72% das exportações catarinenses no primeiro semestre de 2020 (07:26)
Com recordes de valores de soja e milho, VBP de 2020 é estimado em R$ 716,6 bilhões (07:25)
Comercialização de soja 2019/20 e da safra nova em junho foi mais lenta (07:10)
Quinta-Feira, 09/07
SUÍNOS/CEPEA: preços do vivo sobem em quase todas as regiões; exportações estão aquecidas (09:47)
BOI/CEPEA: indicador volta a fechar acima de R$ 220 (09:46)
Dicas para inovar no agronegócio e vender mais (08:15)
C.Vale e Pluma Agroavícola colocam em funcionamento frigorífico da Plusval (08:14)
Brasil retoma posto de maior produtor de soja do planeta (07:53)