Terça-feira, 07 de Julho de 2020
Exportação

China quer habilitar apenas mais 20 frigoríficos brasileiros
Brasília, DF, 23 de Maio de 2019 - A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou ontem, em audiência pública na Comissão de Agricultura da Câmara, que durante sua viagem à China o governo daquele país insistiu em habilitar apenas mais 20 frigoríficos brasileiros para exportar carnes a seu mercado. Ela disse que pediu para que fosse analisada a lista de 78 estabelecimentos que está sendo revisada e precisa ser encaminhada pelo Ministério da Agricultura à China até o fim desta semana, mas o Valor apurou que o ministério já sabe que, em um primeiro momento, serão só 20, que deverão ser escolhidos a partir de uma lista de 30 unidades a ser entregue pela Pasta.

Também ontem, as principais entidades que representam a indústria brasileira de carnes se reuniram no ministério para tratar dos detalhes finais da lista dos 78 - de onde tendem a sair os 30 que vão para a "peneira final" -, de forma que as exigências técnicas e sanitárias demandadas sejam cumpridas à risca. "Pedimos aos chineses que analisem as 78 unidades e para que incluam três plantas de suínos, porque quando [técnicos chineses] vieram ao Brasil ainda não tinham o problema monstruoso com a peste suína africana", disse Tereza. Depois, a jornalistas, ela admitiu que de fato não serão habilitadas mais 78 plantas.

"Mas precisamos abrir um canal de negociação permanente. Disse aos chineses que não ia voltar para o Brasil com três ou seis plantas, mas que gostaríamos de entregar o maior número de questionários analisados". Tereza cobrou que a o segmento de carnes do Brasil seja mais "profissional", já que o ministério teve problemas com a entrega de documentação correta, e no prazo, por parte de alguns frigoríficos.

Para uma fonte do governo que acompanha a reunião anual ministerial da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), em Paris, o acirramento das tensões entre EUA e China poderá acelerar o processo de habilitação de novas frigoríficos brasileiros.

No resumo que fez sobre sua viagem à Ásia, Tereza comentou que manteve encontros bilaterais com ministros de Agricultura de países do G-20 em reunião em Niigata, no Japão, há duas semanas. Em um deles, ela prometeu viajar à Rússia, por volta de setembro, para melhorar a credibilidade do Brasil com Moscou.

"Os russos são complicados, mas a indústria brasileira tem que ter consciência do que está mandando. Eles não aceitam ractopamina [promotor de crescimento animal]. Precisamos ir para a Rússia, é um mercado importantíssimo para nossas carnes bovina e suína", afirmou ela.

Tereza esteve, ainda, com o ministro de Agricultura da Arábia Saudita, que reduziu o número de frigoríficos brasileiros dos quais compra carnes. "A primeira coisa que ele me perguntou foi: vocês querem vender toda a carne de frango que importamos?". (Com colaboração de Daniela Fernandes, de Paris)

(Valor) (Cristiano Zaia)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 07/07
Preços mais firmes para o farelo de soja (08:47)
Podcast FACTA: novo episódio será sobre a utilização da tecnologia NIR para análises rápidas e eficientes na alimentação animal (08:02)
Segunda-Feira, 06/07
Hisex apresenta novo gestor da linhagem de poedeiras (17:33)
China suspende exportações de mais duas unidades brasileiras (09:47)
Terceirização em frigoríficos da Alemanha na berlinda (09:45)
Ovos/CEPEA: cotações encerram junho em queda (09:43)
Milho/CEPEA: movimento de alta continua, e indicador se aproxima dos R$50/sc (09:41)
Soja sobe forte nesta 2ª feira (08:28)
JBS recebe aval para reabrir unidade de Passo Fundo após surto de Covid-19 (07:28)
Saúde pública JBS recebe aval para reabrir unidade de Passo Fundo após surto de Covid-19 (07:25)
Sexta-Feira, 03/07
China absorve 10% de toda carne bovina produzida no Brasil (08:46)
Frangos, pintainhos e até ovos: caminhoneiro conta como carrega carga viva (08:44)
Inspeções na China devem atrasar fluxo nos portos (08:43)
Quinta-Feira, 02/07
Suínos: cotações encerram junho em alta (09:35)
Boi: vantagem da carne sobre boi se reduz em junho (09:30)
Milho fecha 1º dia do mês subindo no mercado brasileiro (07:37)
Apesar de safra recorde de soja, país deve fechar ano com menor estoque da história (07:27)
Soja: Brasil fecha semestre com embarques de mais de 63 mi de t, 43% a mais na comparação anual (07:19)
Quarta-Feira, 01/07
Plano Safra 2020/2021 entra em vigor nesta 4ª feira (09:52)
Frigoríficos: Paim quer anular portarias com medidas de prevenção que ele considera ineficazes (09:45)
Surpresa no relatório de área plantada eleva preços de soja e milho em Chicago (08:00)