Domingo, 05 de Julho de 2020
Eventos e Cursos

Emater-DF apresenta novas tecnologias na AgroBrasília
Brasília, DF, 14 de Maio de 2019 - A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal (Emater-DF) apresenta a partir desta terça-feira (14) na AgroBrasília uma série de tecnologias usadas na agricultura familiar para melhorar a produção de alimentos e as condições de vida dos produtores rurais. O espaço da agricultura familiar da Emater vai ter 48 mil metros quadrados divididos em 11 circuitos tecnológicos e o Galpão das Organizações Sociais.


A AgroBrasília é a maior feira de agropecuária do Centro-Oeste a uma das cinco maiores do país. O evento ocorre no Parque Ivaldo Cenci, no km 5 da BR-251, com entrada franca. A previsão é de que 120 mil pessoas passem pela feira e que sejam fechados até R$ 1,3 bilhão em negócios nos cinco dias do evento.
Uma das novidades que serão apresentadas ao público neste ano é o projeto de produção de energia fotovoltaica nas produções agrícolas. A Emater espera conseguir implantar a instalação de mais de 2 mil sistemas em um ano.

Para o produtor, a vantagem está na redução do custo da energia elétrica, um dos insumos mais caros na produção agrícola. Segundo a presidente da Emater, Denise Fonseca, essa redução pode chegar a R$ 1 mil a cada 5 hectares. Além disso, a produção de energia solar reduz a pressão sobre os reservatórios de água usados na geração de energia convencional e nos custos de transmissão.
Outra novidade é a produção de peixes em sistema de bioflocos, que permite uma produção até 30 vezes maior utilizando 20% da água de um sistema de criação intensivo tradicional e com até 30% menos ração. Neste sistema, partículas suspensas de microalgas e bactérias agregadas em restos de ração garantem uma parte dos nutrientes necessários para o desenvolvimento dos peixes e permitem que a água seja reutilizada.

Na área de avicultura, a Emater está testando a criação de galinhas caipiras com homeopatia. Os resultados indicam que as aves ficam menos propensas a doenças, os ovos ficam com cascas mas resistentes e estimulam o metabolismo das aves, fazendo com que elas se desenvolvam em menor espaço de tempo e sem consumir produtos químicos.
(Agência Brasília) (Redação)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 05/07
Sexta-Feira, 03/07
China absorve 10% de toda carne bovina produzida no Brasil (08:46)
Frangos, pintainhos e até ovos: caminhoneiro conta como carrega carga viva (08:44)
Inspeções na China devem atrasar fluxo nos portos (08:43)
Quinta-Feira, 02/07
Suínos: cotações encerram junho em alta (09:35)
Boi: vantagem da carne sobre boi se reduz em junho (09:30)
Milho fecha 1º dia do mês subindo no mercado brasileiro (07:37)
Apesar de safra recorde de soja, país deve fechar ano com menor estoque da história (07:27)
Soja: Brasil fecha semestre com embarques de mais de 63 mi de t, 43% a mais na comparação anual (07:19)
Quarta-Feira, 01/07
Plano Safra 2020/2021 entra em vigor nesta 4ª feira (09:52)
Frigoríficos: Paim quer anular portarias com medidas de prevenção que ele considera ineficazes (09:45)
Surpresa no relatório de área plantada eleva preços de soja e milho em Chicago (08:00)
Terça-Feira, 30/06
Mato Grosso já colheu 31,56% da segunda safra de milho; preços caíram 17% no mês (09:18)
O uso de imunomoduladores e betaglucanos nas aves é tema do novo episódio do podcast da FACTA (09:01)
China suspende importações de carne de três frigoríficos brasileiros devido à Covid-19 (06:26)