Segunda-feira, 06 de Julho de 2020
Processamento

Apesar da crise, indústria de processamento de alimentos cresce 2%

Relatório de técnicos do Usda aponta bom desempenho do setor no Brasil.
São Paulo, SP, 26 de Abril de 2019 - A indústria de processamento de alimentos cresceu 2,1% no ano passado e movimentou R$ 656 bilhões. Apesar da fraqueza da economia, é um setor que cresce internamente e eleva as importações.

Com isso, o Brasil já se posiciona entre os maiores do mundo nesse
segmento, que representa 9,6% do PIB (Produto Interno Bruto).
O Brasil é o quinto principal país do mundo em alimentos embalados, atrás de Estados Unidos, China, Japão e Alemanha.

Apesar das incertezas na aprovação das reformas econômicas, o país
continua gerando oportunidades para investimentos estrangeiros na
alimentação.

As informações fazem parte de um relatório feito pelo Escritório de Comércio Agrícola do Usda (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) no Brasil.

Os consumidores se ajustam a novos padrões de alimentação e permitem um crescimento nas importações, que atingiram US$ 2,8 bilhões (R$ 10 bilhões) em 2018, superando em 3% os valores de 2017.

As exportações dos Estados Unidos para o Brasil aumentaram 19% e
permitiram que os americanos fossem responsáveis por 11% do que os
brasileiros importaram nesse setor.

A liderança é da União Europeia, que forneceu 31% do que o país importou, seguida do Mercosul, que ficou com 27%.
Estão na lista dessas importações derivados de carnes, café, cereais, óleos, derivados de trigo, frutas e processadas, entre outros.

Apesar das incertezas na aprovação das reformas econômicas, o país
continua gerando oportunidades para investimentos estrangeiros na
alimentação.

As informações fazem parte de um relatório feito pelo Escritório de Comércio Agrícola do Usda (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) no Brasil.

Os consumidores se ajustam a novos padrões de alimentação e permitem um crescimento nas importações, que atingiram US$ 2,8 bilhões (R$ 10 bilhões) em 2018, superando em 3% os valores de 2017.

As exportações dos Estados Unidos para o Brasil aumentaram 19% e
permitiram que os americanos fossem responsáveis por 11% do que os
brasileiros importaram nesse setor.

A liderança é da União Europeia, que forneceu 31% do que o país importou, seguida do Mercosul, que ficou com 27%.
Estão na lista dessas importações derivados de carnes, café, cereais, óleos, derivados de trigo, frutas e processadas, entre outros.
(Folha de São Paulo) (Mauro Zafalon)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 06/07
Hisex apresenta novo gestor da linhagem de poedeiras (17:33)
China suspende exportações de mais duas unidades brasileiras (09:47)
Terceirização em frigoríficos da Alemanha na berlinda (09:45)
Ovos/CEPEA: cotações encerram junho em queda (09:43)
Milho/CEPEA: movimento de alta continua, e indicador se aproxima dos R$50/sc (09:41)
Soja sobe forte nesta 2ª feira (08:28)
JBS recebe aval para reabrir unidade de Passo Fundo após surto de Covid-19 (07:28)
Saúde pública JBS recebe aval para reabrir unidade de Passo Fundo após surto de Covid-19 (07:25)
Sexta-Feira, 03/07
China absorve 10% de toda carne bovina produzida no Brasil (08:46)
Frangos, pintainhos e até ovos: caminhoneiro conta como carrega carga viva (08:44)
Inspeções na China devem atrasar fluxo nos portos (08:43)
Quinta-Feira, 02/07
Suínos: cotações encerram junho em alta (09:35)
Boi: vantagem da carne sobre boi se reduz em junho (09:30)
Milho fecha 1º dia do mês subindo no mercado brasileiro (07:37)
Apesar de safra recorde de soja, país deve fechar ano com menor estoque da história (07:27)
Soja: Brasil fecha semestre com embarques de mais de 63 mi de t, 43% a mais na comparação anual (07:19)
Quarta-Feira, 01/07
Plano Safra 2020/2021 entra em vigor nesta 4ª feira (09:52)
Frigoríficos: Paim quer anular portarias com medidas de prevenção que ele considera ineficazes (09:45)
Surpresa no relatório de área plantada eleva preços de soja e milho em Chicago (08:00)
Terça-Feira, 30/06
Mato Grosso já colheu 31,56% da segunda safra de milho; preços caíram 17% no mês (09:18)
O uso de imunomoduladores e betaglucanos nas aves é tema do novo episódio do podcast da FACTA (09:01)
China suspende importações de carne de três frigoríficos brasileiros devido à Covid-19 (06:26)