Quinta-feira, 09 de Julho de 2020
Empresas

MSD Saúde Animal promove primeiro Programa de Residência do agronegócio do Brasil
São Paulo, SP, 17 de Abril de 2019 - Empresa, a maior do segmento no País, abrirá oito vagas ao ano para desenvolvimento de alunos recém-formados que queiram se especializar no mercado de saúde animal.

Com o objetivo de contribuir para a formação profissional de recém-formados que têm interesse em se especializar na rotina de campo e corporativa do mercado de saúde animal, a MSD Saúde Animal anuncia a promoção da sua primeira turma do Programa de Residência. Trata-se de uma iniciativa inovadora da empresa voltada à capacitação profissional de graduados nos cursos de medicina veterinária, engenharia agronômica e zootecnia.

Com apoio da FUMVET - Fundação Medicina Veterinária - o programa busca ampliar a oferta de especialistas em saúde animal no mercado agro. Sua grade traz conceitos e atividades práticas relacionadas à rotina de campo, relações comerciais e administrativas. Durante o programa, o profissional é imerso no dia a dia das equipes que atuam com pecuária, suinocultura, avicultura, aquicultura e animais de companhia.

Segundo Sebastião Faria, gerente de educação corporativa da MSD Saúde Animal e responsável pelo desenvolvimento do programa, todos os anos o mercado brasileiro ganha novos profissionais habilitados para trabalhar no setor, mas poucos têm experiência e repertório das atividades de campo na área de promoção técnica e vendas. “O intuito da iniciativa é oferecer uma visão holística e uma intensa vivência prática a esse profissional que tem interesse pelo mercado de saúde animal. Ele sairá do curso com ampla bagagem em todo o fluxo de atividades do setor, principalmente nas atividades de campo”.

O Programa de Residência é um curso de aperfeiçoamento profissional com duração de 18 meses e abre quatro vagas por semestre, somando oito estudantes ao ano. Os escolhidos devem ter disponibilidade integral para estudos e treinamentos, que incluem viagens frequentes. Aos escolhidos é oferecida uma bolsa-auxílio mensal durante a capacitação e, ao final do programa, será exigida a apresentação de um trabalho de conclusão de curso para avaliar o desenvolvimento do estudante. A primeira turma inicia o programa no primeiro semestre de 2019. O processo seletivo contou com 524 candidatos.

Referência profissional

A MSD Saúde Animal, que atualmente é a maior empresa do setor de saúde animal no Brasil, já tem um sólido histórico de iniciativas voltadas à educação corporativa. Com isso, a companhia fomenta uma cultura institucional de valorização do conhecimento. Dessa forma, os colaboradores conseguem ter mais qualidade na sua entrega e atuam melhor em suas equipes.

Para Delair Bolis, presidente da MSD Saúde Animal, o Programa de Residência é também uma extensão da causa da empresa, que é “melhorar a vida das pessoas”. Isso porque a iniciativa traz ao mercado profissionais prontos para lidar com os desafios e oportunidades do setor de saúde animal, que hoje é tão expressivo e fundamental em todo o mundo.

“Somos uma empresa genuinamente preocupada com o conhecimento. Acreditamos que somente dessa forma conseguimos motivar nossas equipes e, consequentemente, ter clientes mais satisfeitos”, ressalta Bolis, que finaliza “queremos ser referência na formação profissional do agronegócio e contribuir para o desenvolvimento do mercado”.

O processo seletivo para a segunda turma terá início em setembro de 2019.
(MSD Saúde Animal) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quinta-Feira, 09/07
SUÍNOS/CEPEA: preços do vivo sobem em quase todas as regiões; exportações estão aquecidas (09:47)
BOI/CEPEA: indicador volta a fechar acima de R$ 220 (09:46)
Dicas para inovar no agronegócio e vender mais (08:15)
C.Vale e Pluma Agroavícola colocam em funcionamento frigorífico da Plusval (08:14)
Brasil retoma posto de maior produtor de soja do planeta (07:53)
Quarta-Feira, 08/07
Produção de grãos deve atingir 251,4 milhões de toneladas segundo levantamento da Conab (11:32)
Indústria global de carne de aves se recupera gradualmente, mas 2º semestre pode trazer volatilidade (09:12)
Nui Markets vê bom potencial no Brasil (09:10)
Exportadores do Brasil propõem testar carne para acalmar China (09:10)
Exportação de grãos deve beirar recorde (09:09)
Terça-Feira, 07/07
Teste rápido é inútil para conter a covid-19 dentro de frigoríficos (09:25)
Falha em busca ativa justifica testes de anticorpos, diz MPT (09:23)
Preços mais firmes para o farelo de soja (08:47)
Podcast FACTA: novo episódio será sobre a utilização da tecnologia NIR para análises rápidas e eficientes na alimentação animal (08:02)
Segunda-Feira, 06/07
Hisex apresenta novo gestor da linhagem de poedeiras (17:33)
China suspende exportações de mais duas unidades brasileiras (09:47)
Terceirização em frigoríficos da Alemanha na berlinda (09:45)
Ovos/CEPEA: cotações encerram junho em queda (09:43)
Milho/CEPEA: movimento de alta continua, e indicador se aproxima dos R$50/sc (09:41)
Soja sobe forte nesta 2ª feira (08:28)
JBS recebe aval para reabrir unidade de Passo Fundo após surto de Covid-19 (07:28)
Saúde pública JBS recebe aval para reabrir unidade de Passo Fundo após surto de Covid-19 (07:25)
Sexta-Feira, 03/07
China absorve 10% de toda carne bovina produzida no Brasil (08:46)
Frangos, pintainhos e até ovos: caminhoneiro conta como carrega carga viva (08:44)
Inspeções na China devem atrasar fluxo nos portos (08:43)