Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2020
Empresas

Inauguração de complexo da Safeeds marca etapa e abre novo ciclo de investimentos
Cascavel, PR, 01 de Março de 2019 - Uma cerimônia nesta quarta-feira, 27, na sede da empresa, em Sede Alvorada, com a presença de lideranças políticas e empresariais, representantes do setor produtivo, parceiros e convidados, marcou a entrega do Centro Administrativo e do Complexo Industrial da Safeeds Aditivos para a Nutrição Animal.

As duas fábricas, uma de aditivos sólidos e outra de líquidos, somado ao centro administrativo, um prédio de 3 andares, amplo e com modernas instalações, dentro de um conceito de sustentabilidade e tecnologia, representa um novo marco na empresa, iniciado em 2014, e aponta para um novo ciclo, com outros investimentos que começam a ser projetados, visando atender com excelência e tecnologia um novo tempo no mercado mundial, que busca alimentos mais saudáveis.

“É mais que um sonho, é um grande projeto de produção local, no Brasil, de produtos que antes eram importados. Temos a capacidade de produzir localmente e substituir a importação de produtos de alta tecnologia, que o Brasil era antes dependente. Um marco no desenvolvimento da Safeeds e o mais importante é que as duas unidades fabris que estão sendo entregues já estão funcionando e produzindo há cinco anos. Além disso, este processo não pára por aqui. Concluída esta etapa vamos iniciar outra que inclui a construção de um laboratório de pesquisa e desenvolvimento, que vai incrementar ainda mais o nosso processo de produção, sempre buscando a inovação e novas tecnologias”, comentou o presidente da Safeeds, Ricardo Araujo Castilho.

O Centro Administrativo, completa Castilho, vem de encontro a proposta inovadora e de pesquisa científica e tecnológica da empresa. Tudo foi pensado para atender as necessidades da Safeeds, tanto físicas como de sustentabilidade e de oferecer qualidade de vida às pessoas. A Safeeds tem uma demanda crescente de espaço físico e a construção do prédio já foi projetada pensando no presente e no futuro.

Pensando na qualidade de vida das pessoas, assim como ocorre com a produção de aditivos para a nutrição animal, buscando oferecer alimentos seguros para os animais e para as pessoas, foram projetadas escadas amplas, estimulando a atividade física, espaços de convivência em cada andar, para incentivar o convívio e a troca de experiências, vidros duplos para garantir conforto térmico e sonoro, além de permitir contemplar a produção agropecuária, em uma das regiões mais produtivas do estado, além de espaços externos, com paisagismo.

“Foi tudo muito bem pensado e planejado, buscando o que tem de melhor, mais moderno e tecnológico, dentro do conceito e da filosofia da empresa, que é hoje líder no mercado de produção de aditivos de nutrição animal, oferecendo ao produtor uma alternativa aos produtos importados, com um produto de qualidade, adequado às especificidades de cada região e com melhor preço.
A empresa está presente em cinco países e registrando produtos em outros oito países, ofertando aditivos para a nutrição animal em diversas áreas.

Somente na cadeia do frango, explica ele, 10 por cento da produção brasileira utiliza produtos da Safeeds, os quais exportam para 140 do total de 200 países. Isso significa, que a empresa atinge cerca de 50 por cento da população mundial que consome esta proteína. Ele agradeceu aos parceiros, família e a Deus pelos investimentos e assegurou a preocupação e meta da empresa de continuar produzindo com ética, qualidade e profissionalismo, para atender as novas tendências do mercado, de produtos de qualidade e a custo acessível.

O diretor comercial da empresa, Paulo Guerra, também ressaltou o trabalho em equipe, a preocupaçao com a excelência, tanto na construção das dependências administrativas, quanto na estruturação das duas fábricas, com linhas de produção independentes, sem contaminação cruzada e capazes de produzir produtos fracionados. A fábrica de produtos sólidos tem uma capacidade de produçao de 1.600 toneladas por mês, o que equivale a 72 toneladas de aditivos por dia, e a líquida de até 9 mil toneladas por mês.

Instalada em uma área total de 110 mil metros quadrados junto à BR-467, cuja pista dupla interliga Toledo e Cascavel, a empresa detém os mais altos padrões de qualidade e realiza o mesmo controle de sanidade e equipamentos de uma indústria farmacêutica humana. “Segurança é a palavra chave da nossa missão. A Safeeds é uma referencia para o Brasil e para o mundo”, finalizou o diretor Paulo.

(Safeeds) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 24/02
Sexta-Feira, 21/02
Unidade brasileira da Vetanco realiza Convenção de Vendas 2020 (15:07)
Cadeia de frango da China se abre em meio ao caos das medidas de vírus (13:58)
Frango: apesar da fraca demanda, custo de produção elevado faz com que avicultor aumente preço (13:40)
Cotações do milho no mercado físico tem perdido força (13:30)
Milho: cotações registram leves altas em Chicago (13:25)
Soja: à espera de novas compras da China, mercado em Chicago segue estável (13:22)
Programa Ovos RS promove curso de Boas Práticas de Fabricação para Fábricas de Ração (09:33)
Boi: preços de balcão em SP giram ao redor de R$200,00/@ (09:15)
Praticamente metade da safra do milho já está colhida no RS (08:38)
Surto de vírus não mudará compromissos da China de comprar produtos dos EUA (08:37)
CNA diz que MP do Agro dá mais alternativas de financiamento e simplifica acesso ao crédito (08:26)
Suíno: animal vivo segue valorizado nas principais praças (07:55)
Mercado do boi gordo está firme (07:53)
Oferta restrita dá sustentação ao mercado de carne bovina no atacado (07:52)
Milho fecha a 5ª feira desvalorizado em Chicago após encontro do USDA (07:51)
Soja mais barata no Brasil do que nos EUA pressiona Chicago mais uma vez (07:48)
Quinta-Feira, 20/02
Exportações de genética avícola decrescem em janeiro (11:03)
Suínos: poder de compra frente ao milho é o mais baixo desde Fev/19 (10:22)
Boi: abate cai no final de 2019 e confirma baixa oferta (10:21)
Milho: Vendedores tem mostrado interesse em negociar, enquanto o comprador se abastece para os próximos dias (09:20)
Boi: A queda das cotações no mercado atacadista influenciou as tentativas de compra (09:16)
Vetanco participa do Show Rural Coopavel 2020 (09:01)
Milho abre a 5ª feira com baixas em Chicago à espera de números do USDA (09:00)
Soja recua em Chicago nesta 5ª feira (08:00)
Suíno: cotações estáveis em São Paulo; animal vivo segue valorizado nas principais praças produtoras (07:16)
APA divulga programa definitivo do Congresso de Ovos 2020 (07:01)
CNA discute impactos da reforma tributária para o Agro (06:59)
Pouco boi provoca alta significativa no Norte do país (06:55)
Milho cai em Chicago nesta 4ª feira (06:51)
Poucos negócios novos com a soja brasileira (06:48)
Quarta-Feira, 19/02
Katayama Alimentos é a primeira indústria brasileira a produzir ovos em grande escala com o “Certificado Ovos Livres de Antibióticos” (14:38)
Avicultores conferem as tendências dos mercados de grãos e ovos no primeiro Qualificaves de 2020 (14:34)
Milho: aos poucos os vendedores tem ofertado mais volumes (10:36)
China garantirá mais fornecimento de aves em meio a epidemia (10:30)
ABPA vai propor criação de sistema de prevenção à gripe aviária no Cone Sul (10:01)
Tocantins registrou a maior alta para o boi gordo em fevereiro (09:32)
Milho abre a quarta-feira levemente em queda na Bolsa de Chicago (08:45)
Soja em Chicago segue caminhando de lado nesta 4ª feira, Brasil ainda tem preços firmes (08:30)
Embarque da China para Brasil cai 50% (08:07)
Suíno: cotações seguem subindo (07:14)
China alerta para impacto do coronavírus sobre suprimento de frango e ovos (07:12)
Turra projeta crescimento na produção de carne suína e de frangos (07:10)
Milho sobe em Chicago nesta terça-feira (07:05)
Isenção tarifária e a redução dos fretes marítimos abrem portas para demanda chinesa sobre a soja americana (07:00)
Terça-Feira, 18/02
ABPA apoia VI AVISULAT 2020 (14:46)
APA e CDA dão oportunidade de treinamento para a habilitação de emissão de GTA durante o Congresso de Ovos (12:38)
Milho abre a 3ª feira com altas em Chicago após feriado americano (09:25)
Brasil quer criar bloco continental para defesa sanitária (08:28)
Suíno: São Paulo começa a semana com aumento no preço da arroba suína (08:18)
Soja: mercado opera em alta na Bolsa de Chicago com volta do feriado dos EUA (08:15)
Sem movimentações em Chicago, milho sobe na B3 nesta 2ª feira (08:12)
Disponibilidade ainda limitada de soja no Brasil provoca altas comedidas nos fretes (08:00)
IPPA/CEPEA: índice inicia 2020 em queda (07:50)