Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2020
Empresas

Cooperativa vai fortalecer produção de ovos em São Bento do Una
São Bento do Una , 04 de Dezembro de 2018 - O Agreste de Pernambuco quer espaço para mostrar sua vocação. Resistente no setor da agropecuária, com enfrentamento perene à seca da região de pior balanço hídrico do estado, o lugar passa por uma reorganização. Na verdade, é quase um primeiro ajuste no que já funcionava de forma que não utilizava todo o potencial local. A produção de ovos se posiciona cada vez mais em volume produzido, assim como a bacia leiteira entende que precisa se profissionalizar. Ambos em conjunto de agentes econômicos. O Agreste meridional, principalmente nas cidades de São Bento do Una e Pedra, quer aparecer e, mais do que a única opção de vida, quer fazer as pessoas escolherem trabalhar onde querem viver.

Tratando da avicultura, a criação de galinhas e codornas poedeiras vai passar por uma chacoalhada que vai redirecionar a situação de pequenos produtores da região de São Bento do Una. A cidade já é reconhecida no setor, o maior produtor de ovos do Nordeste e o quarto maior do Brasil. Em 2016, por exemplo, foram quase 700 milhões de unidades, representando 26% da produção de ovos do estado, 9,2% do Nordeste e 1,5% do Brasil. Agora, foi criada a Cooperativa dos Avicultores de São Bento do Una - PE (Coopave), centralizando produtores de diversos portes, para que o movimento em conjunto eleve a produtividade e, consequentemente, a chegada ao mercado local, principalmente para quem não consegue atender as exigências burocráticas individualmente.

Na prática, o projeto vai centralizar a produção de 25 criadores, de diversos portes. Mesmo estando em fase de aquisição de licenças para vender diretamente ao varejo, as negociações com o atacado e a forma de trabalhar já vem melhorando o cenário dos criadores. Em paralelo, um trabalho de capacitação, treinamento e amadurecimento do processo produtivo foi aplicado aos produtores, para que a estrutura esteja pronta para o novo momento da demanda por ovos da região. A cooperativa é uma das ações do projeto avicultura de postura do agreste de Pernambuco, realizado por meio do Sebrae, da Prefeitura de São Bento do Una e da Agência de Desenvolvimento econômico de Pernambuco (AD Diper).

De acordo com o superintendente do Sebrae, Oswaldo Ramos, a vantagem da produção em formato de cooperativa é considerável. "A informalidade sempre atrapalha, principalmente o lado mais fraco. Essa produção em conjunto, no formato de cooperativa, coloca esses trabalhadores em outro patamar, porque faz aquele criador que tem uma produção pequena participar de mercados que ele não conseguiria sozinho, já que precisa de licenças e adequações que são inviáveis para o pequeno. Com a cooperativa, o ovo passa por avaliação de qualidade e é a soma que entra no mercado. Hoje, são 24 cooperados e a meta é chegar em 60 nos primeiros dois anos de atividade da cooperativa", destacou.

Recém inaugurada, a cooperativa já fez uma venda de 150 mil ovos e mais duas de 90 mil. E nessa primeira leva, participaram produtores de portes diversos. "Tem gente que possui mil galinhas e tem gente que tem 50 mil. A dinâmica da cooperativa funciona de forma que a gente oferece um preço saudável para comprar a todos os cooperados e a venda fica a cargo da cooperativa. Além de colocar os pequenos para participar, ajuda o setor, que sofre com a participação de intermediadores que puxam o preço do nosso produto muito para baixo. Então esse movimento representa um ganho na organização do setor e financeiro para todos", detalhou o presidente da cooperativa e produtor de ovos de codorna, Tobias Aguiar.

O criador de galinhas Givaldo Melo é um exemplo do ganho da implantação da cooperativa. Produz "apenas" 6 mil unidades de ovos por dia das 7 mil galinhas que cria. Pouco, comparado com outros cooperados que extraem dos criadouros quase 30 mil unidades por dia. "O que acontece é que a gente sofre com os atravessadores, que conseguem clientes que a gente não pode atender por questão de legislação, burocracia e outras exigências, mas trabalha com um preço muito baixo e incerto. A partir da cooperativa, o preço fica mais vantajoso, fica a certeza de venda do que eu produzo e eu posso me planejar pra fazer investimentos na produção, que a incerteza me fazia segurar os gastos", pontuou.
(Diário de Pernambuco) (André Clemente )
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 24/02
Estados Unidos reabrem mercado para carne in natura do Brasil (15:05)
Sexta-Feira, 21/02
Unidade brasileira da Vetanco realiza Convenção de Vendas 2020 (15:07)
Cadeia de frango da China se abre em meio ao caos das medidas de vírus (13:58)
Frango: apesar da fraca demanda, custo de produção elevado faz com que avicultor aumente preço (13:40)
Cotações do milho no mercado físico tem perdido força (13:30)
Milho: cotações registram leves altas em Chicago (13:25)
Soja: à espera de novas compras da China, mercado em Chicago segue estável (13:22)
Programa Ovos RS promove curso de Boas Práticas de Fabricação para Fábricas de Ração (09:33)
Boi: preços de balcão em SP giram ao redor de R$200,00/@ (09:15)
Praticamente metade da safra do milho já está colhida no RS (08:38)
Surto de vírus não mudará compromissos da China de comprar produtos dos EUA (08:37)
CNA diz que MP do Agro dá mais alternativas de financiamento e simplifica acesso ao crédito (08:26)
Suíno: animal vivo segue valorizado nas principais praças (07:55)
Mercado do boi gordo está firme (07:53)
Oferta restrita dá sustentação ao mercado de carne bovina no atacado (07:52)
Milho fecha a 5ª feira desvalorizado em Chicago após encontro do USDA (07:51)
Soja mais barata no Brasil do que nos EUA pressiona Chicago mais uma vez (07:48)
Quinta-Feira, 20/02
Exportações de genética avícola decrescem em janeiro (11:03)
Suínos: poder de compra frente ao milho é o mais baixo desde Fev/19 (10:22)
Boi: abate cai no final de 2019 e confirma baixa oferta (10:21)
Milho: Vendedores tem mostrado interesse em negociar, enquanto o comprador se abastece para os próximos dias (09:20)
Boi: A queda das cotações no mercado atacadista influenciou as tentativas de compra (09:16)
Vetanco participa do Show Rural Coopavel 2020 (09:01)
Milho abre a 5ª feira com baixas em Chicago à espera de números do USDA (09:00)
Soja recua em Chicago nesta 5ª feira (08:00)
Suíno: cotações estáveis em São Paulo; animal vivo segue valorizado nas principais praças produtoras (07:16)
APA divulga programa definitivo do Congresso de Ovos 2020 (07:01)
CNA discute impactos da reforma tributária para o Agro (06:59)
Pouco boi provoca alta significativa no Norte do país (06:55)
Milho cai em Chicago nesta 4ª feira (06:51)
Poucos negócios novos com a soja brasileira (06:48)
Quarta-Feira, 19/02
Katayama Alimentos é a primeira indústria brasileira a produzir ovos em grande escala com o “Certificado Ovos Livres de Antibióticos” (14:38)
Avicultores conferem as tendências dos mercados de grãos e ovos no primeiro Qualificaves de 2020 (14:34)
Milho: aos poucos os vendedores tem ofertado mais volumes (10:36)
China garantirá mais fornecimento de aves em meio a epidemia (10:30)
ABPA vai propor criação de sistema de prevenção à gripe aviária no Cone Sul (10:01)
Tocantins registrou a maior alta para o boi gordo em fevereiro (09:32)
Milho abre a quarta-feira levemente em queda na Bolsa de Chicago (08:45)
Soja em Chicago segue caminhando de lado nesta 4ª feira, Brasil ainda tem preços firmes (08:30)
Embarque da China para Brasil cai 50% (08:07)
Suíno: cotações seguem subindo (07:14)
China alerta para impacto do coronavírus sobre suprimento de frango e ovos (07:12)
Turra projeta crescimento na produção de carne suína e de frangos (07:10)
Milho sobe em Chicago nesta terça-feira (07:05)
Isenção tarifária e a redução dos fretes marítimos abrem portas para demanda chinesa sobre a soja americana (07:00)
Terça-Feira, 18/02
ABPA apoia VI AVISULAT 2020 (14:46)
APA e CDA dão oportunidade de treinamento para a habilitação de emissão de GTA durante o Congresso de Ovos (12:38)
Milho abre a 3ª feira com altas em Chicago após feriado americano (09:25)
Brasil quer criar bloco continental para defesa sanitária (08:28)
Suíno: São Paulo começa a semana com aumento no preço da arroba suína (08:18)
Soja: mercado opera em alta na Bolsa de Chicago com volta do feriado dos EUA (08:15)
Sem movimentações em Chicago, milho sobe na B3 nesta 2ª feira (08:12)
Disponibilidade ainda limitada de soja no Brasil provoca altas comedidas nos fretes (08:00)
IPPA/CEPEA: índice inicia 2020 em queda (07:50)