Exportação

CNA revela interesse indiano pela tecnologia brasileira de produção de frango

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) está na missão oficial do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) à Índia para ampliar e diversificar o comércio com o país asiático. O diretor de Relações Internacionais da CNA e presidente da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), Gedeão Pereira, compõe a comitiva, que participará de uma série de visitas, encontros e reuniões com empresários e autoridades até o dia 27 de janeiro. Na quarta (22), a delegação se reuniu com a ministra do Processamento de Alimentos, Harsimrat Kaur Badal, e com o ministro da Pecuária, Pesca e Lácteos, Giriraj Singh. “Nós discutimos a cooperação mútua nas áreas de processamento de alimentos, tecnologia e infraestrutura. O governo indiano demonstrou interesse pela tecnologia brasileira utilizada no plantio direto e na produção de frango”, disse Gedeão. Segundo ele, durante o encontro com o ministro Giriraj Singh foi debatida a troca de embriões zebuínos. De acordo com o Mapa, a missão é uma oportunidade de ampliar a oferta de produtos agropecuários brasileiros para o mercado indiano, que possui a segunda maior população do mundo. Nesta sexta (24), a comitiva da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, se encontra com a do presidente da República, Jair Bolsonaro. Números – Em 2019, o Brasil exportou US$ 841 milhões em produtos agropecuários para a Índia. Óleo de soja, açúcar de cana e algodão foram os destaques nas vendas e representaram cerca de 70% da pauta exportadora do agro brasileiro ao país.

(Newsletter) (Felipe Vieira)



Visite  www.ovosite.com.br  - O Portal do Ovo na Internet