Exportação

Carne Bovina: dados do MDIC reforçam possibilidade de exportações recordes em outubro

Ontem, segunda-feira (14), a Secretaria de Comércio Exterior (SECEX) divulgou os volumes embarcados de carne bovina in natura até a segunda semana de outubro, e o total foi de 73,86 mil toneladas em 9 dias úteis. Até o final do mês, as projeções do mercado indicam que o total embarcado poderá ficar entre 176,1 mil e 188,76 mil toneladas. Caso se confirme este será o maior volume exportado pelo Brasil. Em relação ao mesmo período do mês anterior, as vendas externas do Brasil apresentaram uma alta de 52,6% e, na comparação anual, de 38,95, de acordo com números da XP Investimentos. A média diária embarcada de carne bovina foi de 8,2 mil toneladas, ou seja, um aumento em torno de 39,3% se comparada com o mês de setembro. Na comparação anual, a valorização fica em torno de 32,8%. Com relação ao valor negociado, em outubro os preços médios por tonelada ficaram próximos de US$ 4.386,9 um valor 3,3% maior que setembro que registrou um preço de US$ 4.246,4 por tonelada. Com relação ao ano anterior, os preços registraram uma alta de 12,7%. A consultoria XP Investimentos destacou em seu acompanhamento de mercado que o volume de carne exportada acumulado do ano, janeiro a outubro, ficaria em robustos 1,25 milhões de toneladas. É importante ressaltar que os últimos 8 anos se encerraram com média de 1,11 MT e, portanto, o volume atual, faltando 2 meses para o final do ano, já estaria acima desta média. "A última divulgação do MDIC reforçou a perspectiva de recorde do volume exportado de carne Bovina do Brasil neste mês", afirma a Radar Investimentos em seu boletim diário.

(Notícias Agrícolas) (Andressa Simão)



Visite  www.ovosite.com.br  - O Portal do Ovo na Internet