Produção

No 2º trimestre, abate de frangos cresceu 3,4% em relação ao mesmo trimestre de 2018

No 2º trimestre de 2019, foram abatidas 1,42 bilhão de cabeças de frangos. Houve aumento de 3,4% na comparação com o mesmo período de 2018 e queda de 0,9% em relação ao trimestre imediatamente anterior. O crescimento na comparação anual também se deve a uma base de comparação mais baixa, devido à greve dos caminhoneiros ocorrida em 2018. O abate de 47,30 milhões de cabeças de frangos a mais no 2º trimestre de 2019, em relação a igual período do ano anterior, foi determinado por aumentos no abate em 15 das 24 Unidades da Federação que participaram da pesquisa. Entre aquelas com participação acima de 1,0%, ocorreram aumentos em: Paraná (+31,71 milhões de cabeças), Santa Catarina (+17,57 milhões de cabeças), Goiás (+11,40 milhões de cabeças), Minas Gerais (+3,93 milhões de cabeças), Mato Grosso (+1,02 milhão de cabeças) e Pará (+940,18 mil cabeças). Em contrapartida, ocorreram quedas em: São Paulo (-9,86 milhões de cabeças), Rio Grande do Sul (-8,94 milhões de cabeças), Bahia (-1,56 milhão de cabeças) e Mato Grosso do Sul (-374,58 mil cabeças). No ranking das UFs, o Paraná continua liderando o abate de frangos, com 32,0% da participação nacional, seguido por Santa Catarina (14,2%) e Rio Grande Sul (14,2%).

(IBGE) (Assessoria de Imprensa)



Visite  www.ovosite.com.br  - O Portal do Ovo na Internet