Quinta-feira, 18 de Abril de 2019
Mercado

Desempenho do ovo em fevereiro e no 1º bimestre de 2019
Campinas, 01 de Março de 2019 - “Ainda bem que fevereiro tem apenas 28 dias” – deve ter dito muito produtor de ovos. Porque, fosse mês mais longo, corria-se o risco de ver os preços do produto retrocederem aos mesmos níveis do início do período. E o início de fevereiro, neste ano, não foi dos melhores para o setor.

É verdade que o mês foi iniciado em condições superiores às de janeiro, ocasião em que o setor conviveu com as piores cotações da presente década. Mesmo assim, os preços de abertura continuavam sendo os menores dos últimos cinco anos.

Mas a atuação incisiva do setor produtivo (descartando poedeiras mais velhas e/ou com baixa produtividade) combinada com a retomada do consumo (fim parcial das férias e volta da merenda escolar) propiciou rápida e significativa reversão da situação. Tanto que, em apenas nove dias de negociações, o preço registrado nas granjas do interior paulista chegou a apresentar valorização de mais de 35% em relação aos valores recebidos na abertura do mês.

Era, porém, o máximo a que se podia chegar. Assim, após pouco mais de uma semana de preços estáveis, o consumo voltou a refluir (situação típica de toda segunda quinzena do mês) e, com ele, também os preços obtidos pelo produtor. Resultado: embora cerca de 50% superior à de janeiro passado, a média alcançada em fevereiro ficou apenas 1% acima da registrada em fevereiro de 2018. Mas não só, porque continuou no mais baixo nível dos últimos cinco anos

A forte valorização experimentada de um mês para outro não altera os resultados do primeiro bimestre do ano, que continuam fraquíssimos, pois, a cotação média de R$59,44/caixa (valor aplicável a cargas fechadas comercializadas no Grande Atacado da cidade de São Paulo) se encontra mais de 4% abaixo da que foi registrada no mesmo período de 2018.

Sob esse aspecto, aliás, é oportuno retroceder àquele que foi um dos melhores momentos do ovo nesse período (primeiro bimestre do ano), ou seja, à média de janeiro-fevereiro de 2017, dois anos atrás. E a constatação é a de que a média atual corresponde a pouco mais de 80% do valor então registrado – R$72,24/caixa.

Expectativas de mudança? Ao contrário de momentos idênticos anteriores (antevéspera do Carnaval), o ovo encerrou fevereiro em mercado ainda fraco, sem dar sinais claros de alguma reversão.

De toda forma, com a passagem do Carnaval, começa o período de Quaresma, tradicionalmente (e com raras exceções) o melhor período do ano para a comercialização do produto. Portanto, as esperanças são de maior recuperação no decorrer de março corrente.

(AviSite) (Redação)
Imprimir esta notícia...Enviar esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quinta-Feira, 18/04
Ovos: mercado começa a perder o equilíbrio (07:29)
Curso HACCP para indústrias de ração destaca exigências do consumidor (07:23)
Ovos: redução anual de 3,5% no preço médio desta Quaresma (00:30)
Quarta-Feira, 17/04
Em 2019 frango pode se tornar o 3º principal produto da agropecuária brasileira (08:50)
Ovos: mercado segue calmo e sem novidades (06:38)
Terça-Feira, 16/04
Ovos: o melhor preço quinzenal de 2019 (07:01)
Ovos: demanda retraída mantém preços estabilizados (00:02)
Segunda-Feira, 15/04
Frango, ovo, milho e inflação em março de 2019 (07:27)
Preço médio semanal da caixa de ovos brancos (06:06)
Ovos: semana terminou em mercado calmo e preços estáveis (06:00)
Sexta-Feira, 12/04



Últimos Clippings
Cobb dos EUA faz intervenção na filial brasileira
O perigo de mexer com o Irã
Boi Gordo: indústrias estão com dificuldade de compras
Incerteza sobre o plantio americano mantem milho 1 cent mais baixo em Chicago
Soja dá continuidade ao movimento de baixa e perde mais 10 pontos em Chicago

Nossos Parceiros
OrffaMaxFilm
seifunMSD
Agroceres