Domingo, 19 de Agosto de 2018
Mercado

Frango, ovo, milho e inflação em julho de 2018
Campinas, 09 de Agosto de 2018 - Embora bem mais moderada que nos dois meses anteriores (1,64% em maio e 1,48% em junho, índices correspondentes à evolução do IGP-DI da Fundação Getúlio Vargas), a inflação de julho (0,44%) continuou em alta, o que não ocorreu com o frango vivo, o ovo e o milho, cujos preços retrocederam em relação ao mês anterior.

Isto, porém, já era esperado, já que os efeitos do movimento caminhoneiro artificializaram os preços de alimentos como frango e ovos, fazendo com que tivessem alta excepcional no mês de junho (situação, ressalte-se, que não se aplica ao milho, cujos preços apresentaram queda nos últimos dois meses).

Nesse retrocesso, a perda maior atingiu o ovo, cujo valor médio em julho recuou mais de 20% em um mês, fazendo com que a variação negativa em doze meses ficasse próxima dos 25%. Com a queda, o ovo retornou, praticamente, aos valores de maio passado, mês em que foi registrado o segundo menor preço deste ano.

O preço do frango recuou apenas 2,28% em julho. Ou perto de 9% se considerado que grande parte dos negócios do mês foi concretizada com 20 centavos de desconto sobre o preço de referência – R$3,00/kg. Porém, mesmo neste caso, o frango permaneceu (ao menos nominalmente) com o segundo melhor preço em mais de ano e meio, o que leva a concluir que a greve de maio teve efeito mínimo sobre o preço do produto, ou seja, a valorização então obtida decorreu, muito mais, de uma melhor adequação da produção ao mercado real, visivelmente mais restrito.

De toda forma, como mostra a tabela abaixo, à direita, os preços dos três produtos – frango, ovo e milho – se encontram bem aquém da inflação dos tempos do real que, em 24 anos, acumula variação próxima de 600%, Se conseguisse acompanhar esse índice, o ovo teria alcançado em julho valor 111% superior ao efetivamente registrado (R$63,12/caixa); o frango vivo perto de 50% a mais que os (na prática) R$2,80/kg praticados; e o milho, 33% a mais (R$39,64/saca em julho).


(AviSite) (Redação)
Imprimir esta notícia...Enviar esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 19/08
Sexta-Feira, 17/08
Ovos: perdas alcançam 18% no ano (07:02)
Quinta-Feira, 16/08
Ovo x Milho: poder de compra piorou em julho (06:44)
Ovos: vendas seguem devagar, mas preços se mantiveram (06:42)
Quarta-Feira, 15/08
Ovos: mercado não atingiu as expectativas do setor na primeira quinzena (06:51)
Terça-Feira, 14/08
Ovos: mercado não apresentou evolução (06:45)



Últimos Clippings
China estende por 6 meses investigação antidumping sobre importação de frango do Brasil
Maggi cobra transparência e responsabilidade de empresas para o crescimento do agro
Uso de modelos matemáticos na nutrição animal
Suíno Vivo: cotações permanecem estáveis, com tendência para novas altas
Milho: com alta da soja e do trigo, mercado amplia ganhos no pregão desta 5ª feira em Chicago

Nossos Parceiros
AgroceresMSD