Segunda-feira, 21 de Janeiro de 2019
Mercado

Altas do ovo não têm absolutamente nada de anormal
Campinas, 07 de Junho de 2018 - De segunda-feira (4) até ontem (6) o ovo comercializado no atacado da cidade de São Paulo obteve reajustes que, acumulados, vão além dos 30% “Em apenas três dias!” – surpreendem-se alguns.

Naturalmente, a maior parte dessas altas está diretamente relacionada à quebra de produção e às perdas de produto decorrentes do movimento dos caminhoneiros. Outra parte, a menor, é devida à época do mês, período de pagamento dos salários.

Mas, independente de quais sejam essas causas, o mais importante é deixar claro que elas não têm absolutamente nada de anormal, ou seja, não são exageradas. Pois, em essência, apenas remetem os preços do setor de volta aos mesmos valores praticados em junho de 2016 e de 2017, meses em que, curiosamente, os valores alcançados foram muito similares entre si – a despeito dos custos de produção serem muito diferentes.

Explicando: em junho de 2017 o preço médio do ovo foi, embora próximo, cerca de 2% superior ao de um ano antes. Já o preço da principal matéria-prima do setor, o milho, recuou, no mesmo espaço de tempo, em torno de 45%.

No momento, o milho já está 70% mais caro que há um ano, ou seja, se encontra não muito distante dos valores recordes de 2016. No entanto, o preço médio alcançado pelo ovo nestes seis primeiros dias de junho corrente permanece muitíssimo aquém daqueles registrados em 2016 e 2017, no mesmo mês.

Para que essa defasagem seja superada é preciso não só que as altas tenham continuidade, mas também que se sustentem na segunda quinzena do mês, período em que, normalmente, os preços retrocedem.

(AviSite) (Redação)
Imprimir esta notícia...Enviar esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 21/01
Sexta-Feira, 18/01
Ovo: evolução de preços frente ao custo e à inflação (07:21)
Mercado segue firme e Produtores de ovos alcançam novo reajuste (06:25)
Quinta-Feira, 17/01
Felipe Pelicioni é o novo Gerente de Produto da Unidade de Aves da Ceva Saúde Animal (13:35)
Ovos: altos índices de evolução devem ser vistos com reservas (07:17)
Ovos: nova alta na abertura da segunda quinzena (07:10)
Quarta-Feira, 16/01
Produtores de ovos alcançaram novos reajustes (07:23)
Alojamento de Pintainhas de postura comercial aumenta quase 11% até outubro (07:10)
Terça-Feira, 15/01
Califórnia detecta novo caso de Newcastle, 3º em poedeiras (08:43)
Reajuste no mercado de ovos alcançou apenas os vermelhos (06:34)
Ovo x Milho: poder de compra do Produtor de ovos piorou ainda mais em dezembro (06:33)



Últimos Clippings
FRANGO/CEPEA: desaquecimento de negócios pressiona valores da carne
OVOS/CEPEA: poder de compra do avicultor inicia 2019 em queda
Porto de Itajaí fecha o ano com melhor resultado desde 2011
Estudo sugere 'dieta universal' para salvar o planeta
Ministério remove 'blindagem' de superintendências estaduais

Nossos Parceiros
AgroceresMSD
MaxFilmseifun