Terça-feira, 19 de Junho de 2018
Mercado

Nova valorização no mercado de Ovos. Mas, só nos Vermelhos
Campinas, 14 de Novembro de 2017 - Ontem, segunda, os negócios realizados com ovos mantiveram as mesmas bases para os ovos brancos, mas obtiveram novos valores na comercialização dos ovos vermelhos.

Nos ovos brancos, o preço recebido permaneceu variando de R$70,00 a R$72,00 a caixa, mesmo valor praticado no ano passado. Lá, o preço não conseguiu sustentação na véspera do feriado e retrocedeu. Agora, o mercado é firme e deve, no mínimo, proporcionar a manutenção da atual cotação.

Os ovos vermelhos, por sua vez, tiveram novo reajuste e, agora, são comercializados de R$4,00 a R$6,00 a mais por caixa em relação aos ovos brancos. Com isso, a valorização em relação ao mesmo período do ano anterior chega a 7%.

Segundo a Jox Assessoria Agropecuária a procura pelo produto - motivada pelas reposições e antecipações devido ao feriado - absorveu toda a disponibilidade existente. Assim, a tendência no curto prazo é de firmeza no mercado de ovos.

(AviSite) (Redação)
Imprimir esta notícia...Enviar esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Terça-Feira, 19/06
Plantel de postura comercial em produção no mês de junho (08:28)
Crescem ofertas de ovos e preços caem novamente (08:11)
Segunda-Feira, 18/06
Preço dos ovos tem forte refluxo no encerramento da semana (08:00)
Preço médio semanal da caixa de ovos brancos (07:59)
Sexta-Feira, 15/06
Ovos: volume do 1º trimestre foi 7% maior, diz IBGE (09:30)
Ovos sofrem primeiro retrocesso do mês (09:28)
Quinta-Feira, 14/06
Ovos: demanda desacelera, mas disponibilidade segue ajustada (08:00)
Quarta-Feira, 13/06
Ovos: mercado dá sinal de estabilidade (08:00)



Últimos Clippings
BRF anuncia encerramento de produção de aves em Campo Verde (MT)
AB Vista atualiza estudos sobre os efeitos de Cálcio X Fitase na alimentação dos monogástricos
VIII CLANA tem inscrições com desconto até 10 de agosto
Embrapa: ICPFrango foi de 225,89 pontos em maio, alta de 2,72%
Em cinco anos, produção de carnes de Mato Grosso vai subir 40%, diz banco

Nossos Parceiros
MSDAgroceres