Segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018
Revista do AviSite

“Aviário dark house é unanimidade no Brasil”

Na Revista do AviSite, Andrey Citadin, engenheiro mecânico, afirma que este sistema é o de melhor rentabilidade
Campinas, SP, 12 de Setembro de 2017 - Em conversa com a Revista do AviSite sobre as necessidades, vantagens e desvantagens do sistema de produção de frangos de corte em aviários dark house, o engenheiro mecânico Andrey Citadin afirma que estes aviários permitem ganho em conversão alimentar, peso, densidade de aves e um melhor resultado da produção final.

Os aviários dark house surgiram no mundo em 1990 de uma forma mais industrial. No Brasil a climatização de galpões começou nos anos 2000 e o sistema dark house começou por volta de 2010. Atualmente, cerca de 30% dos galpões são deste tipo.

Andrey conta que estão sendo desenvolvidos novos exaustores com eficiência energética maior, porque eles são usados com mais frequência. “ Já se falam em projetos para aproveitar a energia solar, sistemas mais eficientes com motores de maior rendimento e principalmente a gestão para ter a informação online. Hoje se pode controlar o aviário de qualquer lugar do mundo, pelo celular ou computador,” afirma.

Clique AQUI, acesse gratuitamente o leitor digital da Revista do AviSite e leia a íntegra da entrevista.


(Revista do AviSite) (Redação)
Imprimir esta notícia...Enviar esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 19/02
Sexta-Feira, 16/02
Ovos: índices de evolução são superiores ao ano passado, mas preços são bem inferiores (08:00)
Quinta-Feira, 15/02
Ovos: produtores alcançam forte reajuste nos negócios pós-carnaval (08:07)
Quarta-Feira, 14/02
Preço médio semanal da caixa de ovos brancos (10:20)
Terça-Feira, 13/02



Últimos Clippings
JBS investe R$ 40 milhões na criação de empresa de ingredientes para nutrição animal
OVOS/CEPEA: preço do ovo vermelho tem forte alta em fevereiro
Moy Park impulsiona Pilgrim's Pride
Lucro líquido da Zoetis registra alta de 13% no quarto trimestre de 2017
Desembolsos de crédito rural têm forte alta

Nossos Parceiros
MSDAgroceres