Domingo, 26 de Maio de 2019
Mercado

Mercado de ovos segue fragilizado e sofrendo queda nos preços
Campinas, 28 de Agosto de 2017 - No encerramento da semana os negócios realizados com os ovos brancos e vermelhos sofreram novo retrocesso.

Nos ovos brancos, a queda verificada – 4ª da semana; 5ª do mês, 33ª do ano – derrubou o preço médio diário da caixa para R$76,00, valor 6,2% abaixo do praticado na abertura do mês e 2,6% inferior ao do mesmo período de agosto do ano passado.

Nos ovos vermelhos a queda foi maior que a verificada nos ovos brancos, com a diferença de R$4,00 a mais por caixa. Com isso, foram comercializados por um mínimo de R$75,00 ao máximo de R$81,00 por caixa, mesmo preço médio alcançado na data de agosto do ano passado. Em relação ao praticado na abertura do mês, a queda é de 8,8%.

Segundo a Jox Assessoria Agropecuária é maior a oferta de ovos em todos os elos da cadeia de negociação. Dessa forma, a pressão por melhores condições na aquisição do produto continua derrubando os preços. A falta de perspectivas nesta última semana do mês deve manter os preços instáveis.

(AviSite) (Redação)
Imprimir esta notícia...Enviar esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Domingo, 26/05
Sexta-Feira, 24/05
Quinta-Feira, 23/05
Ovos: evolução diária piora sensivelmente nos últimos dias (07:23)
Quarta-Feira, 22/05
EUA: surto de salmonela multiestados foi desencadeado por aves vivas não-comerciais (07:15)
Ovos: preços tiveram leve baixa (07:14)
Terça-Feira, 21/05
Simpósio Ovosite debate estratégias com os olhos voltados para o mercado externo (10:06)
Ovos na Granja x Varejo: em abril houve melhora na relação favorecendo o produtor (07:07)
Ovos: reposição normal e preços estáveis na abertura da semana (07:05)



Últimos Clippings
MSD Saúde Animal promove 2° Encontro Empresarial na Europa para experiências com Innovax ND-IBD
Frango: exportação aquecida diminui oferta interna e eleva preços
ABPA comemora renovação de cotas de importação do México para aves
IPCA-15 foi de 0,35% em maio
Confiança do Agronegócio encerra 1º trimestre otimista

Nossos Parceiros
seifunAgroceres
OrffaMaxFilm
MSD