Segunda-feira, 18 de Junho de 2018
Publicações

Dica de leitura: principais condenações relacionadas ao sistema de criação de frangos de corte
Campinas, 09 de Junho de 2017 - Os produtos oriundos da carne de frango, somados com o consumo da carne in natura, conquistaram grande espaço na mesa do consumidor brasileiro nos últimos anos. Este patamar atingido pela carne de frango ajuda a manter o “status” de carne mais consumida no país, e, deste modo, acaba por atribuir uma responsabilidade ainda maior sobre os agentes da cadeia produtiva, demandando maior atenção das indústrias sobre a qualidade do produto, sobre o controle microbiológico e também sobre o controle de perdas.

Estes quesitos, são levados a sério pela avicultura industrial pois, podem inviabilizar a produção, uma vez que a produção é realizada em larga escala com baixa margem de lucratividade sobre os produtos, e a não aceitação dos mesmos pelos consumidores em consideração a má qualidade reduz o escoamento ao varejo. Com acessibilidade e informação, o consumidor demonstra maior preocupação em relação ao alimento utiliza redes sociais para disseminar vossa opinião em relação ao produto, o que pode auxiliar na elevação de vendas ou desestabilizar grandes marcas e empresas.

A carne de frango produzida no Brasil está presente em mais de 160 países no mundo atualmente, com destaque para países no Oriente Médio, África e Ásia, que apresentam números populacionais expressivos e predominância religiosa muçulmana.

Neste sentido, observa-se que a indústria vem aumentando o investimento em equipamentos de alta tecnologia e qualificação dos funcionários, buscando produtos cada vez melhores e reduzindo os custos de produção. Vale lembrar que a redução dos custos de produção, nem sempre é acompanhada da manutenção da qualidade do produto final, mas, por se tratar de produtos de consumo humano, os mesmos devem respeitar determinados padrões microbiológicos e físico-químicos.

Um artigo exclusivo para o AviSite, sem esgotar o assunto, aborda o problema da condenação de carcaça em abatedouros, relacionando-a com os diferentes sistemas de produção utilizados no Brasil, bem como, com as questões climáticas das regiões produtoras de frangos de corte do país.

O texto abrange os seguintes temas:

- Instalações e sistemas de produção de frangos de corte;
- Qualidade do ar na produção de frangos de corte;
- Principais condenações de carcaças.


Por Rodrigo Garófallo Garcia, Rafael Belintani, Rodrigo Borille e Irenilza de Alencar Naas (Universidade Federal da Grande Dourados, Faculdade de Ciências Agrárias, Dourados-MS)

Para ver o trabalho clique aqui
(AviSite) (Redação)
Imprimir esta notícia...Enviar esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 18/06
Sexta-Feira, 15/06
Ovos: volume do 1º trimestre foi 7% maior, diz IBGE (09:30)
Ovos sofrem primeiro retrocesso do mês (09:28)
Quinta-Feira, 14/06
Ovos: demanda desacelera, mas disponibilidade segue ajustada (08:00)
Quarta-Feira, 13/06
Ovos: mercado dá sinal de estabilidade (08:00)
Terça-Feira, 12/06
Ovo x Milho: poder de compra do avicultor foi altamente corroído em maio (08:00)
Ovos: demanda mostra certo arrefecimento e preços se mantiveram (08:00)



Últimos Clippings
Em sua 59ª edição, Festa do Ovo de Bastos tem espaço ampliado e dia específico para o entretenimento
II Encontro ASGAV/SIPARGS sobre energia alternativa e complementar
Pressão derruba diretor de inspeção do Ministério da Agricultura
Korin decide ampliar foco dos negócios
Creche de Água Clara (MS) conta com o apoio da Cobb-Vantress

Nossos Parceiros
MSDAgroceres