Notícias Comentadas

Notícias Comentadas no AviSite.


Opine

439 - Mensagens no fórum. | pg.33 de 44

 Celulite aviária e Salmonella Enterica são temas de trabalhos premiados pela UFSM
Responder

Nova Mensagem

DANIEL MAREGA BORGES (21/09/2010 09:11:48)

O tema é bastante polêmico. É uma situação que a avicultura está vunrável, sendo que os planos de ações são tomados muitas das vezes com pouca eficaz.

Celulite aviária e Salmonella Enterica são temas de trabalhos premiados pela UFSM
Responder

DANIEL MAREGA BORGES (16/11/2010 14:34:15)

O tema é bastante polêmico. É uma situação que a avicultura está vunrável, sendo que os planos de ações são tomados muitas das vezes com pouca eficácia.

 Discussões técnicas foram destaque do I Workshop Sindiavipar, em Foz do Iguaçu
Responder

Nova Mensagem

RENATO S MAIRESSE (21/09/2010 09:11:16)

A Didatus fez o sorteio de uma Bolsa Integral de 12.000,00 para o Curso de Pós Graduação (MBA) em Avicultura Industrial de Maringá no 1º WorkShop do Sindiavipar, em Foz do Iguaçu.

 Embrapa: o custo de produção do frango em julho
Responder

Nova Mensagem

PAULO FRANCISCO CORBARI (20/09/2010 11:41:54)

Bom dia .... Gostaria de obter maiores infomações sobre estes custos explo: Como é classificado: Aviarios climatizado positivo? aviarios climatizados negativo? Aviarios convencional? Ou seja gostaria de saber qual a diferença de equipamentos, pois sou avicultor integrado da globoaves no estado de RO e Gerente de um frigorifico da globoaves aqui.Aguardo retorno. Att. Obrigado

Embrapa: o custo de produção do frango em julho
Responder

ARI JARBAS SANDI (23/09/2010 14:38:24)

O QUE É AVIÁRIO, CONVENCIONAL, CLIMATIZADO, SEMI-CLIMATIZADO, DARK HOUSE, BROWN HOUSE E BLUE HOUSE? Paulo Giovanni de Abreu1 e Valéria Maria Nascimento Abreu2 1 Eng. Agríc., DSc., Embrapa Suínos e Aves 2 Zootec., DSc., Embrapa Suínos e Aves negativa. A avicultura de corte tem-se inovado e tecnificado, permitindo novos conceitos e sistemas de criação de frangos de corte. Com essa modernização vários termos tem sido introduzidos no setor. No entanto, as empresas produtoras de aves classificam os sistemas de forma diferente uma da outra, por exemplo: o que é sistema convencional para uma empresa, para outra é climatizado ou aviário de cortina amarela. Assim, esse artigo tem o objetivo de propor uma padronização e definição dos sistemas de produção de aves. Nessas definições não foram considerados o manejo ou a densidade adotados no setor produtivo. Sistema Convencional: esses sistemas são caracterizados por possuírem comedouro tubular, bebedouro pendular e sem forro. Não possuem sistema de controle artificial da temperatura. O condicionamento térmico é natural. Cortina de ráfia amarela, azul ou branca. Sistema Semi-climatizado: possuem comedouro tubular ou automático, bebedouro pendular ou nipple, e ventiladores em pressão positiva. Podem ou não ter forro. Cortina de ráfia amarela, azul ou branca. Sistema Climatizado: nesse sistema o controle das condições térmicas ambientais é maior que os anteriores. Possuem comedouro automático, bebedouro nipple, e ventiladores em pressão positiva ou exaustores em pressão negativa. Sistema de resfriamento pode ser por nebulização ou “pad cooling”. Podem ter ou não forro ou defletores e gerador de energia, dependendo da densidade populacional de aves. Cortina de ráfia amarela, azul, branca ou reflexiva. Sistema Dark house: objetiva-se com esse sistema maior controle da iluminação e das condições térmicas ambientais no interior do aviário. Possuem comedouro automático, bebedouro nipple e exaustores em pressão negativa. O sistema de resfriamento pode ser por nebulização ou “pad cooling”. Possuem forro de polietileno preto de um lado e preto ou claro do outro lado. Alguns produtores utilizam defletores no forro. Necessitam de controle de luz natural por meio de light-trap na entrada e saída do ar. Nesse sistema o controle da intensidade de luz é imprescindível e realizado por meio de dimmer. O uso de geradores de energia é indispensável. A cortina tem que ser bem vedada não permitindo entrada de ar, para maior eficiência do sistema de exaustão sendo, em polietileno preto de um lado e reflexiva do outro. Sistema Brown house: Esse sistema assemelha-se ao dark house. No entanto, o controle de luz natural na entrada e saída do ar não é eficiente e pode ser realizado por meio de armadilhas de luz confeccionadas com tijolos, telhas, madeira ou ferro. Possuem comedouro automático, bebedouro nipple e exaustores em pressão O sistema de resfriamento pode ser por nebulização ou “pad cooling”. Possuem forro de polietileno preto de um lado e preto ou claro do outro lado. Alguns produtores utilizam defletores no forro O uso de geradores de energia é indispensável. A cortina tem que ser bem vedada não permitindo entrada de ar, para maior eficiência do sistema de exaustão sendo, em polietileno preto de um lado e reflexiva do outro. Blue House e Green House: Tanto o sistema blue house como o green house utilizam a teoria da cor proporcionando maior produtividade das aves, por meio do controle da intensidade e cor da luz. Os sistemas são os mesmo exceto a cor da cortina e do forro. Nos sistemas blue e green house, a cortina e o forro são azuis ou verdes de um lado e reflexivos do outro, respectivamente. Possuem comedouro automático, bebedouro nipple e exaustores em pressão negativa. O sistema de resfriamento pode ser por nebulização ou “pad cooling”. Possuem forro de polietileno preto de um lado e preto ou claro do outro lado. Alguns produtores utilizam defletores no forro. Necessitam de controle de luz natural por meio de light-trap na entrada e saída do ar. Nesse sistema o controle da intensidade de luz é imprescindível e realizado por meio de dimmer. O uso de geradores de energia é indispensável.

 Frango: volume embarcado em 12 meses é o 3º maior da história
Responder

Nova Mensagem

EDILSON CARVALHO DE MORAES (20/09/2010 08:54:02)

O Brasil continua e será ainda um dos maiores exportadores do mundo de frangos de corte.

Frango: volume embarcado em 12 meses é o 3º maior da história
Responder

EDILSON CARVALHO DE MORAES (24/09/2010 10:28:02)

realmente o brasil continua sendo uma grande potência na produção de frango de corte e fico emocionado com técnicos enviados pois aqui no norte temos que avançar mais.

Frango: volume embarcado em 12 meses é o 3º maior da história
Responder

EDILSON CARVALHO DE MORAES (24/09/2010 10:27:18)

realmente o brasil continua sendo uma grande potencia na produção de frango de corte e fico emocionado com técnico enviados pois aqui no norte temos que avançar mas.

 Governo poderá realizar leilões de milho pelo PEP para estados do sul
Responder

Nova Mensagem

CASSIO VIEBRANTZ (16/09/2010 14:43:47)

Esta previsto para setembro/outubro um leilão de milho do governo, tendo sendo estipulado uma quantidade limitada de compra de milho por cnpj, sendo distribuída de forma a abastecer varias empresas com um pouco, isso significa um fôlego a mais para as empresas da agroindustria.

 Acav: exigência do MPT de vínculo trabalhista entre avicultores e agroindústrias é absurda
Responder

Nova Mensagem

MAIGEL DREYER (16/09/2010 14:43:06)

Com licença Sr. Ricardo Gouvêa, mas os avicultores praticamente só trabalham para pagar os investimentos que são impostos pelas integradoras. Quando terminam de pagar um investimento logo é imposto outro. Certamente, o Sr. Ricardo Gouvêa não deve ter aviário.

Acav: exigência do MPT de vínculo trabalhista entre avicultores e agroindústrias é absurda
Responder

LINEIA STRAUSS (10/10/2010 14:31:50)

Senhor, realmente a relação não é de vínculo trabalhista e sim uma relação de quase escravidão, pois os lucros são mínimos e a tortura psicológica gigantesca. A pessoa não tem final de semana e nenhum outro dia de repouso, tudo em prol do lucro de uma empresa, que enriquece dia a dia. Sou advogada trabalhista, esta é a minha opinião, liguem pra mim senhores integrados, eu lhes orientarei. Parabéns ao Ministério Público do Trabalho Catarinense. F: 55 3522 2650

Acav: exigência do MPT de vínculo trabalhista entre avicultores e agroindústrias é absurda
Responder

ALEX SCHERER (24/09/2010 14:47:20)

O Sr Gouvêa deveria ler ou acompanhar mais o AviSite, pois saberia que em Abril deste ano a revista fez um levantamento do custo da produção de frangos no Estado do Paraná e o resultado não foi nada animador, para o produtor é claro. Acho exagero o vínculo, agora estabelecer um preço mínimo por ave está mais do que na hora. Fica a pergunta: Será que o Sr Gouvêa é produtor?

Acav: exigência do MPT de vínculo trabalhista entre avicultores e agroindústrias é absurda
Responder

MAIGEL DREYER (17/09/2010 14:31:34)

Sr. Ivar: Não, os avicultores não são obrigados a instalar um aviário na propriedade. Eles são obrigados, sim, a ficar investindo constantemente na atividade. Caso contrário, a integradora rescinde o contrato e o avicultor paga o financiamento com folhas de capim. Já vi gerente de fomento dizer que o investimento em um aviário de R$ 200 mil se paga em 5 anos, só que o espertinho "esqueceu" de dizer que fez o cálculo baseado na receita bruta. Bonito, né?

Acav: exigência do MPT de vínculo trabalhista entre avicultores e agroindústrias é absurda
Responder

IVAR (17/09/2010 13:35:32)

Alguém foi obrigado ou forçado a colocar um aviário ou integrar-se? foram por livre e espontânea vontade ou não? desconheciam as regras?

Acav: exigência do MPT de vínculo trabalhista entre avicultores e agroindústrias é absurda
Responder

ALEX SCHERER (17/09/2010 08:45:45)

O Sr Gouvêa deveria ler ou acompanhar mais o AviSite, pois saberia que em Abril deste ano a revista fez um levantamento do custo da produção de frangos no Estado do Paraná e o resultado não foi nada animador, para o produto é claro. Acho exagero o vínculo, agora estabelecer um preço mínimo por ave está mais do que na hora. Fica a pergunta: Será que o Sr Gouvêa é produtor?

 Ação contra a Sadia pede R$ 20 milhões de indenização
Responder

Nova Mensagem

JORGE LUíS MARTINS DE VASCONCELOS (16/09/2010 14:17:55)

Acho que não cabe vínculo impregatício pois muitos integrados são empregadores, mas acho sim que se é uma parceria basta se analisar os contratos que são feitos pelas empresas, onde só uma parte é favorecida. Quais os ganhos a serem divididos? Quais as garantias dada aos investimentos feitos pelos produtores? Financiamentos feitos em 5 anos, quando terminamos de pagar, já está na hora de trocar tudo, trabalhamos só para fazer investimentos de ponta. Se não fizermos, estamos fora do negócio e é assim.

Ação contra a Sadia pede R$ 20 milhões de indenização
Responder

RODRIGO LAXOR (17/09/2010 17:05:54)

Acredito que essa discussão tem dois pontos: - O primeiro é a responsabilidade do integrado de ter a produtividade que se refletirá em bônus, pois se a agroindústria estabelecer um ganho mínimo, haverá alguns que não terão objetivos de "inputs" em seus ganhos, pois terão seus vencimento mínimo garantidos; - O outro lado é a imposição de investimentos constantes por parte das agroindústrias, pois muitas vezes o proprietário das granjas não tem o tempo de "payback" e já está tendo de fazer novas mudanças, refletindo assim a falta de planejamento e conhecimento técnico dos profissionais da agroindústria. Acredito que o caminho seja esse, consenso entre as partes.

Ação contra a Sadia pede R$ 20 milhões de indenização
Responder

ALESSANDRO MARCON (17/09/2010 08:46:10)

"O produtor dedica de duas a quatro horas por dia para o aviário e no restante faz outras atividades." Ele sabe o que está falando? Meu pai trabalha o dia todo, sábados, domingos e feriados, e ainda falta tempo. 2 a 4 horas? nem de brincadeira!!

Ação contra a Sadia pede R$ 20 milhões de indenização
Responder

MAIGEL DREYER (16/09/2010 14:42:49)

"R$ 30 mil num lote em 45 dias" ???? Este lote tem quantas aves? "Enquanto o produtor entra com o aviário, o manejo, a água e a energia, a agroindústria fornece os pintinhos, a ração e assistência técnica com qualificação internacional." Faltou incluir que o produtor entra, também, com a subordinação e a agroindústria com a imposição. Apesar do citado acima, o Sr. Ricardo Gouvêa acertou neste ponto: "a ação do MPT é uma ameaça ao sistema de integração, que foi responsável pelo desenvolvimento da região."

 Alta do frango vivo prossegue em São Paulo e em Minas Gerais
Responder

Nova Mensagem

CARLOS ALBETO MORAIS LARA (10/09/2010 09:50:05)

essas altas de preços, o motivo maior é o custo que subiu bastante, pinto de um dia, milho e soja. Com esses preços de hoje esta dando mais ou menos para pagar os custos.

 Sistema gerencia peso diário de aves via computador
Responder

Nova Mensagem

RUDIMAR PUHL (10/09/2010 09:49:21)

OLA BOA NOITE SOU CRIADOR DE AVES E ESTOU PENSANDO EM ADQUIRIR PRODUTO DE VCS MAS GOSTARIA DE OBTER MAIS IMFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO SERIA UMA BALANÇA PARA AVES DE CORTE SE POSSÍVEL ME FORNESAM INFORMAÇÕES FICAREI GRATO.

 Alta no preço do milho preocupa criadores de aves e suínos
Responder

Nova Mensagem

BENHUR DAILOR BARTH (06/09/2010 11:52:13)

BOm dia! Também sou avicultor e tenho capacidade alojada de 100 mil frangos. Está errada a informação de gasto (consumo) de seis toneladas de ração por mês. Este número deve ser de 6 mil toneladas. Da forma como está a informação não é verdadeira. Att Eng. Agrônomo Benhur Dailor Barth


1  2  3  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  14  15  16  17  18  19  20  21  22  23  24  25  26  27  28  29  30  31  32  33  34  35  36  37  38  39  40  41  42  43  44 

Busca

Nossos Parceiros
MSDAdisseo
DeHeusBoehringer Ingelheim
AgroceresPleyades