Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2018

Alojamento de Pintos Comerciais de Postura
Ovos Brancos - Milhares de Cabeças

20142015201620172018
JAN6,2675,6956,2086,2608,365
FEV6,1035,5155,7176,0987,188
MAR6,0146,2486,8236,9457,911
ABR6,1806,1976,0797,0368,236
MAI5,7826,0566,3707,4758,014
JUN6,0166,6406,1577,2106,738
JUL5,9266,4156,0516,794
AGO6,0305,6706,2287,576
SET6,2236,3926,5257,657
OUT6,1166,2946,3307,435
NOV5,7606,1886,7457,686
DEZ5,5455,5375,9996,774
TOTAL71,96472,84775,23184,94646,452

Alojamento de Pintainhas comerciais cresceu 15% no primeiro semestre

Os dados não oficiais colhidos no mercado indicam que o alojamento mensal de pintainhas comerciais após atingir média mensal de 9,831 milhões de cabeças no primeiro trimestre, caiu para 9,527 milhões mensais no trimestre seguinte.

Tomando por base os cinco primeiros meses do ano, a média ficou bem próxima dos 10 milhões de cabeças, aumentando em quase 20% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Ou seja, o grande retrocesso no alojamento de junho pouco alterou o alto índice de crescimento verificado no plantel alojado no primeiro semestre deste ano.

Assim, o volume semestral alcançou 58 milhões de toneladas – 80% desse plantel destinado à produção de ovos brancos - e representou aumento de 15% sobre o mesmo semestre de 2017. Na comparação com o mesmo período de 2016 o acréscimo alcançou 25%.

É um aumento que foge as expectativas mais otimistas de crescimento considerando uma crise interna que já dura vários anos e dá, apenas em alguns momentos, breves sinais de melhora.

O volume semestral projetado para o ano sinaliza a possibilidade de se alojar 116 milhões de pintainhas, significando aumento de 10% sobre o plantel alojado no ano passado.

Por enquanto, nos últimos doze meses – julho de 2017 a junho de 2018 – o volume atinge 113,2 milhões, equivalendo a 16,7% de aumento sobre o mesmo período imediatamente anterior.

Fonte: UBA

Nossos Parceiros
MSDAgroceres