Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
Diversos

Sindirações tem nova gestão para o período de 2019/2022
São Paulo, 07 de Novembro de 2019 - O Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal – Sindirações tem o prazer de anunciar que Ricardo Araujo Ribeiral assumiu o cargo de presidente da entidade, em substituição a Roberto Betancourt, que ocupou a posição no período entre setembro de 2016 a agosto de 2019.

Graduado em Engenharia Agronômica pela ESALQ/ USP, com MBA em Administração e Finanças pela Fundação Getúlio Vargas, Ricardo Ribeiral é diretor na Agroceres, onde atua desde 1995. O novo presidente do Sindirações aponta entre os principais desafios do novo mandato o próprio momento em que o Brasil atravessa, com reformas importantes já tramitando no Congresso e outras em fase de planejamento por parte do Governo Federal. “Essas reformas, se aprovadas, trarão uma série de mudanças que necessitarão de um acompanhamento bem próximo por parte do Sindirações”, afirma Ribeiral. O novo presidente também destaca a importância da entidade em apoiar projetos estratégicos do Governo, como o do “autocontrole” que visa otimizar a atuação fiscalizadora do MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, transferindo certas responsabilidades para os próprios setores produtivos.

Com relação aos desafios de mercado, Ricardo Ribeiral destaca a importância do Brasil em estar preparado para atender o potencial aumento de demanda de proteína animal do mercado chinês, devido a PSA que dizimou boa parte do seu plantel de suínos. “O Brasil, assim como nosso Setor, devem estar prontos para atender a todas as exigências regulatórias, não só internas, mas também internacionais”, ressalta Ribeiral.

Ainda sobre desafios, Ribeiral destaca a necessidade do setor de insumos e de produção continuarem investindo em biosseguridade e em controles de qualidade nos seus processos produtivos. “A disputa por esse mercado será muito intensa entre os países exportadores de proteína animal. Se tivermos qualquer problema nessas áreas, podemos perder essa oportunidade”, destaca o novo presidente do Sindirações.

Outro ponto de atenção da entidade é a busca de informações que melhorem a imagem do Setor e do agronegócio de uma maneira geral. O Sindirações tem um papel importante na cadeia de suprimentos e de insumos para proteína animal. É preciso investir em dados e pesquisas cientificas relacionadas ao agronegócio para abastecer o mercado com informações confiáveis e fidedignas, contribuindo para que o setor seja ainda mais pujante do que já é atualmente.

No comando da entidade, ele contará com o apoio de Ariovaldo Zani, que ocupa o cargo de CEO do Sindirações.




Presidente do Sindirações, Ricardo Araujo Ribeiral
(Sindirações ) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 06/12
Quinta-Feira, 05/12
Soja intensifica ganhos em Chicago e sobe nesta 5ª feira (15:46)
Embarques de carne suína aumentam 13,2% em novembro (15:11)
Suínos: competitividade da carne suína frente à de boi é a maior da série (11:39)
Boi: receita obtida com exportação é recorde (11:20)
Ricardo Santin será o novo presidente da ABPA (11:15)
Para CNA, não vai faltar produto e preços da carne vão se normalizar (09:44)
Goiás pode ampliar exportação de frango para o Chile (09:43)
Vendas de ovos disparam em Manaus (09:41)
Preços de alimentos no mundo sobem com impulso de carnes e óleos vegetais, diz FAO (09:33)
Líder, BRF tem capacidade ociosa para expandir produção no Brasil (09:28)
Produtor americano reduz ritmo de comercialização da soja a espera de melhores preços (08:56)
Soja segue trabalhando em alta em Chicago nesta 5ª feira (08:52)
CNA prevê aumento do valor da produção e do PIB do campo em 2020 (08:40)
Aviagen contrata novo Supervisor Regional de Vendas no Brasil (08:17)
Korin fornece frango caipira livres de transgênicos para o Carrefour no Estado de São Paulo e Brasília (08:12)
Frango: setores apresentaram leve queda ou estabilidade nesta 4ª feira (08:09)
Suínos: cotações mornas nesta 4ª feira (08:03)
JBS planeja investir R$ 8 bilhões no Brasil nos próximos 5 anos (08:00)
Boi Gordo: vendas da carne continuam sendo o entrave (07:49)
Boi Gordo: preços da arroba recuaram 2,1% em SP (07:48)
Milho tem leves baixas em Chicago nesta 4ª feira, mas preços se sustentam no Brasil (07:38)
Quarta-Feira, 04/12
Unidades da Aviagen no Brasil recebem certificação de compartimentação (14:07)
Presidente da ABPA fala sobre o mercado de suínos e aves a médio e longo prazo (12:49)
Boi: volume de negócios foi pequeno nos últimos dias no mercado físico em SP (11:23)
A expectativa é boa para as exportações de milho nessa reta final do ano (10:20)
Vetanco realiza treinamento para controle estratégico de Cascudinhos (08:51)
Agropecuária é o setor com maior alta do PIB no terceiro trimestre do ano (08:22)
Frango: após dois dias de cotações estáveis, mercado começa a reagir (08:20)
Suínos: mercado mostra melhora para os principais setores (08:15)
Após máximas, preço do boi recua 5% em dezembro com pressão de consumidores (08:14)
Exportação de carne bovina do Brasil deve manter ritmo de alta em 2020, diz Abrafrigo (08:13)
Vencimentos futuros para o boi gordo encerram 3ª feira abaixo dos R$ 200,00/@ na Bolsa Brasileira (08:08)
Tereza Cristina abre reunião da Câmara Setorial da Carne Bovina (08:06)
Milho: preços recuam na B3, mas sobem no interior do Brasil (08:05)
Soja recua até 2% no interior do Brasil com baixa do dólar e estabilidade em Chicago (08:00)
Grãos: cenário para preços se torna positivo para 2020 (07:56)
Terça-Feira, 03/12
Produção avícola sem uso de antibiótico ganha força no Nordeste (16:52)
Agroindústria contribui para estabilidade na população ocupada no agro (16:35)
Encontro de final de ano Programa Ovos RS apresenta novidades (14:51)
Milho abre a terça-feira com leves ganhos em Chicago mesmo após relatórios do USDA (14:31)
Soja: após 8 baixas consecutivas, mercado em Chicago sobe nesta 3ª feira (14:30)
Secex: exportação de carnes bovina, suína e de frango desacelera em novembro (09:38)
Venda de carne ao exterior cresce 28%, ajudada por epidemia na China (09:37)
Nas exportações em novembro, carne suína tem faturamento 46% maior em comparação a outubro (08:06)
Suínos: cotações estáveis marcam o começo de dezembro (08:03)
Frango: segunda-feira tem altas para frango vivo em algumas praças (08:03)
Milho registra pequenos ganhos em Chicago (08:01)
O mercado do boi gordo 'sossegou' (07:59)
Exportações brasileiras de milho fecham novembro com alta de 17,6% com relação ao ano passado (07:57)
Soja fecha em baixa na Bolsa de Chicago (07:55)
Segunda-Feira, 02/12
Entidades dos Setores de Aves, Suínos e Laticínios definem o 6º AVISULAT 2020 - NC (16:23)
Yes reposiciona marca com alinhamento do seu portfólio de produtos e novas embalagens (15:30)
Milho: em novembro, cotações sobem mais de 14% em algumas praças (14:54)
Soja: com procura maior que oferta, preço do óleo atinge recorde (14:52)
Preços da carne suína na China se recuperam com o aumento do consumo no frio (14:50)
De olho na colheita, milho tem leves altas em Chicago (14:48)
Ovos: preços têm alta atípica para o período (10:09)
Boi Gordo: dificuldade de compra é vigente (09:50)
Por que a carne continuará mais cara em 2020 (e pode piorar) (09:36)
Soja inicia dezembro com leves altas em Chicago (09:26)
Após fortes altas, calmaria nos preços da carne bovina no varejo (08:02)
Bolsonaro diz que governo não atuará para baixar o preço da carne (08:00)
Frango: mercado sem variações expressivas na sexta-feira (07:50)
Suínos: fim de mês com mercado aquecido para venda do animal vivo (07:48)
Milho sobe mais de 2% em Chicago na volta da Ação de Graças (07:34)
Soja fecha semana em queda em Chicago e pressiona Brasil (07:30)