Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
Empresas

Cargill nomeia Paulo Sousa para presidência da empresa no Brasil
Chicago, EUA, 16 de Outubro de 2019 - A operadora de commodities norte-americana Cargill anunciou nesta quarta-feira que Paulo Sousa vai comandar as operações da empresa no Brasil, assumindo como presidente em 16 de dezembro, com saída de Luiz Pretti.

Sousa também manterá sua posição como chefe da divisão sul-americana de commodities agrícolas da Cargill, cargo que ocupa desde 2016, disse a empresa.

Pretti atuou como presidente da Cargill no Brasil pelos últimos oito anos, de acordo com um comunicado divulgado pela companhia, tendo trabalhado na empresa por um total de 15 anos.

A Reuters noticiou em maio que Pretti preparava sua saída, mas nem Cargill nem o executivo confirmaram a decisão publicamente.

Maior empresa de capital fechado dos Estados Unidos, a Cargill reportou em julho uma queda de 41% em seus lucros trimestrais, justificada por problemas causados pela guerra comercial entre EUA e China e inundações no Meio-Oeste norte-americano, fatores que atingiram seus negócios em grãos e carnes.

No segmento de originação e processamento, as operações da Cargill na América do Sul registraram alta nos lucros ante o ano passado, com um avanço na originação de soja e milho no Brasil, disse em seu balanço a empresa sediada em Minneapolis.

Sousa chegou à Cargill em 1990 e trabalhou em várias áreas na empresa. Ele estabeleceu o grupo de operações logísticas da Cargill no Brasil e liderou as áreas de originação de grãos e controle de riscos, disse o comunicado da empresa.

De acordo com a agência marítima Cargonave, no ano passado a Cargill embarcou 10,9 milhões de toneladas de soja do Brasil, o que fez dela a segunda principal exportadora da oleaginosa no país, atrás da rival Bunge e à frente da Archer Daniels Midland.

A Cargill afirmou que Pretti vai continuar atuando em papéis fora da empresa no país. Ele é presidente do conselho da Amcham Brasil e ocupa uma cadeira no conselho da Alvean Sugar, joint-venture de Cargill e Copersucar para comércio de açúcar.
(Reuters) (Ana Mano e P.J. Huffstutter )
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 20/11
Terça-Feira, 19/11
Milho segue subindo em Chicago nesta terça-feira (13:44)
Soja segue em alta na Bolsa de Chicago nesta 3ª feira (13:30)
Governo prorroga por dois anos contratos temporários de médicos-veterinários do Mapa (11:43)
Anec vê um recorde maior para as exportações de milho do país (11:34)
Mineira Pif Paf compra Fricasa, empresa catarinense de carne suína (11:30)
Evonik investe em capacitação visando excelência na dosagem de aminoácidos (11:17)
O futuro dos antibióticos depende de todos nós (10:44)
Copagril renova certificação internacional de qualidade e segurança de alimentos (10:41)
Frango: alta de 2% no preço do quilo da ave no atacado em São Paulo (08:14)
Cotação do boi gordo está em patamares recordes (08:12)
Suíno: primeira quinzena com mercado valorizado e exportações aquecidas (08:06)
PIB-Agro: pecuária mantém em alta PIB do agronegócio em agosto (08:05)
Valor da produção pecuária do Brasil crescerá 7% com impulso da China, diz CNA (08:04)
Mercado Futuro do boi teve mais um dia de paralisação dos negócios por limite de alta (08:00)
Milho fecha a 2ªfeira em queda influenciada por clima bom no Brasil e incertezas comerciais (07:50)
Soja renova mínimas em Chicago e tem menor preço em 7 semanas nesta 2ª feira (07:45)
Segunda-Feira, 18/11
JBS lança selo de Bem-Estar Animal (16:10)
CNA prevê aumento de 7,2% no valor bruto da Produção Pecuária em 2019 (12:49)
Demanda interna e exportações dão sustentação ao preço do suíno (12:48)
Milho: semana começa com estabilidade para as cotações em Chicago (10:07)
Milho: demanda aquecida segue elevando preços no SPOT (10:06)
Soja: preço no porto fecha acima de R$ 90/sc (10:05)
Soja inicia semana com leves altas em Chicago (08:30)
Cursos FACTA sobre incubação e matrizes reúnem pesquisadores, profissionais do mercado e governo para discutir setor (08:15)
Soja: 6ª feira tem leves variações na Bolsa de Chicago (08:00)
C.Vale faz fusão e arrenda abatedouro da Averama (07:53)
Nunca a demanda por milho do Brasil cresceu tanto, diz SLC Agrícola (07:52)
_EUA poderão vender US$ 1 bilhão por ano à China (07:51)
Brasil vê pouco impacto em reabertura da China ao frango dos EUA (07:50)
Preço da arroba do boi se aproxima de R$200 e tem novo recorde, aponta indicador Esalq/B3 (07:49)
Sexta-Feira, 15/11
Quinta-Feira, 14/11
Guerra comercial entre EUA e China pode beneficiar o Brasil, dizem especialistas (17:07)
Boi: arroba e carne no atacado atingem patamares recordes (12:17)
A empresa de 65.000 famílias que concorre com BRF e JBS (11:24)
China suspende proibição de importação de carne de aves dos EUA (10:43)
China habilita terceirizado da BRF (10:18)
Milho será fiel da balança para colheita recorde de grãos (10:03)
JBS tem lucro líquido no 3tri19 de R$ 356,7 milhões, revertendo prejuízo (09:45)
ABPA e Apex-Brasil promovem ação em evento de autoridades sanitárias da China (09:42)
China habilita terceirizado da BRF (09:18)
Milho será fiel da balança para colheita recorde de grãos (09:04)
Frango: com maior liquidez, preço da asa atinge recorde (08:30)
Suínos: valor do leitão é recorde nominal (08:20)
Soja tem 5ª feira de pouca movimentação na Bolsa de Chicago, buscando direção (08:10)
Milho perde força em Chicago e reverte ganhos (07:39)
Soja: demanda interna paga melhor que a exportação na safra velha (07:38)