Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Eventos e Cursos

YAMI - Youth Agribusiness Movement International encerra sua primeira edição e amplifica presença do jovem no agronegócio

Com temas voltados para modernização do campo, liderança e sucessão, as novas mentes do agronegócio debateram o futuro em um evento disruptivo
São Paulo, SP , 11 de Outubro de 2019 - A primeira edição do YAMI - Youth Agribusiness Movement International superou as expectativas da organização. O Congresso, realizado nos dias 8 e 9 de outubro, no Transamerica Expo Center em São Paulo, recebeu 300 congressistas que debateram o papel e a missão da nova geração no setor. O evento ocorreu de forma simultânea ao 4º CNMA – Congresso Nacional das Mulheres do Agronegócio.

Com idades entre 18 e 30 anos, os participantes acompanharam apresentações de acadêmicos, empresários e profissionais com orientações acerca dos desafios e transformações do agronegócio nos próximos anos. Ao todo foram promovidas seis palestras e cinco mesas redondas, contabilizando mais de 17 horas de conteúdo, que abordaram temas como: sustentabilidade, tecnologia, novas práticas do agronegócio, sucessão, agricultura urbana, tendências e oportunidades. O evento contou ainda com uma área de exposição de empresas de referência e startups.

“Muitos dos jovens presentes no YAMI têm a missão de continuar o legado de suas famílias. Outros estão entrando agora no setor, mas todos com uma visão atual, trazendo novas ideias e formas de trabalhar. Foi uma verdadeira injeção de ânimo nesse pujante setor. É disso que o agro precisa para continuar se destacando no Brasil e no mundo”, ressalta Renata Camargo, show manager do evento.

A condução do evento ficou por conta de Guto Quirós, cofundador da Quirós Gourmet, que iniciou as plenárias destacando a participação do jovem e a importância do intercâmbio profissional e de conhecimentos do YAMI. “O congresso dá ao jovem o contato com temas de grande relevância para a formação de uma carreia sólida dentro do agronegócio”, afirma.

O diretor do Transamerica Expo Center, Alexandre Marcilio, acredita que o crescimento e a valorização da nova geração têm muito a acrescentar para o desenvolvimento do setor. “Os jovens devem se tornar cada vez mais os grandes protagonistas dos negócios do campo, pois chegam com as energias renovadas, ótimas ideias e abertos para aprender e crescer profissionalmente. Nestes dois dias promovemos neste espaço debates focados em auxiliar os jovens nesta caminhada de desafios que é a vida profissional”, enfatiza.

Revolução das startups

Tema recorrente do YAMI, a transformação tecnológica já é realidade no agronegócio brasileiro. Atualmente, estima-se que o Brasil possui mais de 800 pequenas empresas dedicadas a oferecer soluções em tecnologia e financeiras ao agro. De acordo com dados de universidades, centros de pesquisa e do Ministério da Agricultura, cerca de 70% delas estão no Sudeste do país. A maioria se dedica à tecnologia da informação, sistemas de gestão de fazendas, plataformas de marketplace e vendas, biotecnologia, alimentos e fertilizantes, focando em levar ao campo ferramentas que auxiliem na resolução dos gargalos do setor.

“Esse movimento também atrai para o setor novos profissionais, como os jovens, que visualizam nas startups uma oportunidade de aplicar no campo as tecnologias desenvolvidas nas universidades”, complementou Renata Camargo.

A temática também foi debatida na mesa redonda “De Startups a Starwinners”. “O agronegócio, por si só, é uma atividade que se baseia em intuição e experiência, dois fatores que normalmente estão muito ligados à idade e é uma questão que, muitas vezes, barra a entrada de jovens ao negócio”, destacou o CEO da Aegro, Pedro Dusso.

Para Dusso, o YAMI deu oportunidade para os jovens interagirem com a tecnologia e sua aplicação no campo. “Foi possível oferecer a essa nova geração argumentos para ingressarem no setor e também para a aplicação dessas inovações nas fazendas, com exemplos reais e de sucesso”.

Compromisso com o setor

Instigando a reflexão sobre a importância do jovem no agronegócio, o YAMI também englobou temas como sustentabilidade. A presença de Mariana Calêncio, embaixadora brasileira do programa Thought For Food (TFF) para São Paulo, levou aos congressistas um debate sobre o papel do jovem no desenvolvimento de um agro mundial mais consciente, sustentável e responsável.

“Estamos exatamente no momento de empoderar cada vez mais os jovens. O Congresso vem para dar mais força à revolução que temos de fazer no Brasil e no mundo”, explicou Mariana.


(YAMI ) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quarta-Feira, 13/11
Novo leilão da CONAB oferta 50 mil toneladas de milho a criadores (08:07)
Soja precisa de notícias fortes sobre a demanda da China para se recuperar em Chicago e formar preços melhores no BR (07:49)
Terça-Feira, 12/11
Mais 13 frigoríficos brasileiros podem exportar carne para a China (15:54)
Abate de bovinos cresce 4% no 3º tri, diz IBGE; China impulsiona carnes do Brasil (14:32)
ABPA comemora novas habilitações de frigoríficos de aves e suínos (13:23)
Em 10 meses, exportações catarinenses de carne suína superam o faturamento de 2018 (13:21)
Milho: área plantada no verão deve crescer de 2% a 4% em 2019/20, prevê Abramilho (12:00)
Habilitação de frigoríficos é sinal de maior aproximação com árabes, diz executivo (08:03)
Arábia Saudita habilita oito novos frigoríficos brasileiros para exportação de carne bovina (06:05)
Emirados compram 175% mais carne bovina do Brasil (06:02)
Frango: alta apenas no atacado marca começo da semana com cotações mornas em demais setores (05:54)
Suínos: mercado fecha sem variação nesta segunda-feira (05:52)
Boi Gordo: poucos negócios nesta segunda feira (05:50)
Boi: mercado físico abre a semana com forte especulação altista (05:49)
Milho: Bolsa de Chicago encerra sessão com baixas nesta 2ª feira (05:46)
Soja: pessimismo sobre acordo China x EUA se intensifica e Chicago tem mais de 14 pts de baixa (05:43)
Soja: pessimismo sobre acordo China x EUA se intensifica e Chicago tem mais de 14 pts de baixa (05:43)
Segunda-Feira, 11/11
Encontre o time da APC no CBNA 2019 (11:45)
Exportações do agronegócio são recordes, mas faturamento externo cai (11:39)
Milho: demanda interna aumenta e impulsiona cotações (10:49)
Soja: grão se valoriza e indústria reduz processamento (10:47)
Vetanco Brasil reforça sua equipe técnica (10:29)
Soja começa semana operando em baixa na Bolsa de Chicago de olho na guerra comercial (10:18)
Ovos: exportações aumentam; no Brasil, pressão compradora limita altas (09:39)
Mercado de frango encerra a sexta-feira sem alterações expressivas (08:15)
Na B3, vencimento Dezembro/19 para o boi gordo encerra a 6ª feira a R$ 194,50/@ (08:05)
Receita das exportações de carne suína cresce 38,4% em outubro (08:00)
Milho sobe em Chicago na 6ªfeira após USDA reduzir safra, produtividade e exportações (07:36)
UFRA-PA abre processo para contratação de professores substitutos (02:46)
Sexta-Feira, 08/11
Suíno: altas de preços na granja e no atacado em São Paulo (13:40)
Milho segue desvalorizado em Chicago na espera por números do USDA (13:00)
Peru de Natal vai ficar mais caro na ceia de 2019 (12:30)
Andréa Silvestrim, Diretora do CBNA: “Com muita dedicação, estamos trazendo novos conceitos e tecnologias em nutrição para nosso próximo evento” (11:41)
BRF teve lucro líquido de R$ 293,9 milhões no 3º trimestre (11:32)
Faesc contra a tributação das exportações de produtos primários (10:40)
Milho: ofertas do cereal no mercado físico ficaram mais enxutas (10:20)
Soja: Chicago se mantém estável à espera dos novos números do USDA (10:16)
Biovet Vaxxinova realiza reunião de alinhamento estratégico (09:56)
Puxadas pelo milho, exportações do agro atingem US$ 8,4 bilhões em outubro (08:04)
Frango: atacado continua subindo (07:20)
Suínos: resultados inexpressivos marcam mercado nesta quinta-feira (07:14)
Boi: vencimentos Jan e Fev de 2020 fecham a sessão com quedas na B3 (07:13)
Cotação da arroba do boi sobe em 90% das praças pecuárias (07:13)
Milho se desvaloriza em Chicago nesta quinta-feira com números fracos para a exportação (07:12)
Soja brasileira está mais competitiva que a americana com um diferencial de até US$ 15/tonelada (07:10)
Produção de carne suína da China deve cair ao menos 20% em 2019, diz FAO (07:05)
Quinta-Feira, 07/11
China deve habilitar mais frigoríficos (21:38)
Frango: variações nos preços dos produtos marcaram outubro (14:44)
USDA: Vendas semanais de soja dos EUA ficam bem acima das expectativas (14:42)
Sindirações tem nova gestão para o período de 2019/2022 (11:38)
Hy-Line do Brasil recebe auditoria de missão chinesa para exportação de material genético (10:50)
Suínos: quantidade exportada é a 3ª maior e receita com embarques é recorde (09:15)
Boi: exportações recordes mantêm os preços internos em alta (09:12)
Missão chinesa chega a Rio Preto para avaliar polos de avicultura da região (08:22)
Seara adquire dona da mortadela Marba (08:20)
Ceva debate doenças respiratórias na produção de frangos de corte no Sindiavipar (08:08)
Preços da soja em Chicago já estão próximos do piso (08:04)
Soja trabalha com pequenas altas nesta 5ª e se ajusta antes do novo USDA (08:03)
Suínos: mercado segue aquecido nesta quarta-feira (07:59)
Boi Gordo: mercado segue firme e forte (07:57)
Milho: cotações futuras fecham a sessão de 4ª feira com ligeiras perdas em Chicago (07:50)