Sábado, 14 de Dezembro de 2019
Empresas

Aviagen expande operação no Sul do país

Neste ano, a empresa está investindo cerca de R$ 60 milhões
São Paulo, 09 de Outubro de 2019 - Depois de desbancar a americana Cobb-Vantress e assumir a liderança do mercado brasileiro de genética avícola no ano passado, a Aviagen - controlada pelo grupo alemão Erich Wesjohann (EW) - investiu em aquisições para estabelecer bases mais sólidas na região Sul, coração da avicultura nacional.

Neste ano, a empresa está investindo cerca de R$ 60 milhões, disse o presidente da Aviagen na América Latina, Ivan Lauandos. De acordo com o executivo, os aportes resultaram em uma expansão de capacidade da ordem de 40%. Com isso, a expectativa da Aviagen é que sua participação de mercado passe de 63% neste ano para até 70%.


A ampliação foi viabilizada por aquisições. No começo do ano, a empresa fechou um negócio com a BRF, comprando uma granja de aves avós em Capinzal (SC) e um incubatório em Carambeí (PR). Paralelamente, a Aviagen alugou uma granja de avós em Caçador, no oeste catarinense.

Com as compras, as granjas de aves avós da Aviagen serão capazes de produzir diretamente 18,5 milhões de aves matrizes (as mães do frango) por ano. Indiretamente, o grupo produz mais, já que fornece as aves avós para Seara (controlada pela JBS), BRF e Cialne - esta última distribui os produtos no Nordeste.

A estimativa de Lauandos é que, em 2019, os alojamentos de matrizes no Brasil totalizem 50 milhões de animais, aumento de 3,3% ante as 48,4 milhões do ano passado.

Na avicultura, as agroindústrias tradicionalmente compram as aves matrizes e, em granjas próprias ou de integrados, produzem os pintinhos de um dia que são fornecidos aos granjeiros responsáveis pela engorda do frango.

Pela gigantismo das operações, BRF e Seara são exceções - compram a geração de aves avós, o que lhes dá maior poder de barganha. Em 2018, a Cobb-Vantress, que pertence à americana Tyson Foods, aboliu as vendas de aves avós como o argumento de daria iguais condições para todos os produtores de frango do país. O movimento, porém, acabou pavimentando o caminho da Aviagen rumo à liderança.

Lauandos não abre os dados de faturamento da Aviagen no país, mas estima-se no mercado é que as vendas superem R$ 400 milhões este ano. Na América Latina, a Aviagen também tem unidades na Colômbia e no Peru. As exportações de genética avícola a partir do Brasil representam 15% do faturamento do grupo, de acordo com o executivo.
(Valor) (Luiz Henrique Mendes )
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sábado, 14/12
Sexta-Feira, 13/12
ICC Brazil apresenta resultados de pesquisa sobre a suplementação de parede celular de levedura no ATA 2019 (16:26)
Com o mercado enxuto, produtor está menos disposto em negociar o milho (12:51)
Boi Gordo: pressão de baixa da indústria foi grande durante esta semana (12:40)
Frango: proximidade das festas reduz demanda por carne de frango (10:50)
Milho abre a sexta-feira mantendo as valorizações em Chicago (10:40)
Acordo EUA-China reduz tarifas e tensão comercial (10:26)
Preços vão subir, e mais milho será importado (10:25)
Líder do MDB articula projeto para reduzir preço da carne (10:24)
STF decide que é crime deixar de recolher o ICMS declarado (10:22)
Alimentação Animal registra 3% de crescimento ao fim do terceiro trimestre (08:15)
Frango: mercado fraco nesta 5ª feira (08:07)
Exportações de suínos até novembro são recordes para o período (08:01)
Suínos: animal vivo segue valorizado (08:00)
Boi: reposição é a mais favorável ao recriador desde Fev/13 (07:52)
Preço da arroba do boi deve continuar elevado em 2020, vê CFO da Marfrig (07:51)
Pressão no mercado do boi gordo (07:50)
Soja em Chicago fecha com leve alta (07:42)
Milho se valoriza em Chicago (07:40)
Plusval abre inscrições para processo seletivo (07:33)
Quinta-Feira, 12/12
Coopavel: 32 perguntas e respostas sobre o 32º Show Rural (17:07)
Produção de ovos bateu novo recorde no 3º trimestre de 2019, aponta IBGE (11:16)
IBGE: abate de frangos cresceu 3,0% em relação ao trimestre anterior (11:15)
Avicultura: Verão 2020 com alimentação nutritiva e saudável (11:11)
‘Nova’ CPR promete injetar bilhões no campo (10:05)
Quarta-Feira, 11/12
Termina nesta semana, dia 13/12, prazo para entrega de trabalhos científicos para o Congresso de Ovos da Apa (14:30)
Boi Gordo: mercado físico mostra resistência em trabalhar em valores menores (13:08)
Milho segue caindo em Chicago, mas perspectiva é de retomada nos próximos dias (12:42)
Soja corrige preços nesta 4ª feira na Bolsa de Chicago (12:30)
ABPA lança site da campanha #BrLivredePSA (11:00)
China impulsiona embarques recorde de frigoríficos (09:37)
STF encerra disputa sobre cesta básica (09:35)
Kemin anuncia investimentos em Transformação Digital (08:49)
Protegendo a qualidade da carne de frango (08:44)
Avicultura 4.0 – Um novo horizonte no processo avícola (08:39)
Exportações do agronegócio são recordes, mas faturamento externo cai (08:34)
Desafios do Brasil na defesa sanitária animal (08:32)
Frango: cotações estagnadas nesta terça-feira (08:20)
Suínos: mercado aquecido nesta terça-feira (08:10)
Reino Unido registra caso de gripe aviária pela 1ª vez desde 2017 (08:10)
Boi gordo caiu 6,7% em São Paulo em dezembro (08:09)
Para evitar o tombo, o mercado boi do busca equilíbrio (08:06)
Exportações de carne bovina devem fechar 2019 com resultado recorde (08:05)
Milho encera 3ªfeira em campo misto na Bolsa de Chicago (08:04)
Soja fecha com leve alta nesta 3ª feira em Chicago (08:00)
Safra de grãos de 2020 será recorde e deverá chegar a 240,9 milhões de toneladas (07:50)
Terça-Feira, 10/12
Ovos RS: Ano VII apresenta balanço das atividades e prestação de contas 2019 (11:25)
Boi Gordo impulsiona IPPA/CEPEA em novembro (10:41)
Boi: Mercado físico esteve praticamente vazio de negócios em SP (09:55)
Safra 2020 deve bater recorde de 240,9 milhões de toneladas (09:54)
Milho: Chicago inicia a terça-feira com estabilidade após leve avanço na colheita (09:32)
Frango: mercado misto, mas com expectativa de atividade até o fim da quinzena (08:22)
Suínos: segunda-feira registra mercado aquecido, principalmente SP (08:19)
Soja: mercado fecha com boas altas em Chicago nesta 2ª e favorece preços nos portos do BR (07:57)
Soja em Chicago segue em alta com notícias de compras chinesas nos EUA e recuo do dólar (07:56)
Exportação de milho do Brasil já supera 40 mi t no acumulado do ano (07:55)
Cotações do milho fecham a sessão desta 2ª feira com leves baixas em Chicago (07:50)
Contratações de crédito rural da Safra 2019/2020 somam R$ 93,5 bilhões (07:45)