Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019
Matérias-Primas

Aumenta a concorrência nas vendas de insumos
São Paulo, SP, 26 de Junho de 2019 - O Brasil continuará a ser um dos maiores players do agronegócio mundial e, assim, um dos maiores mercados de insumos como sementes, fertilizantes e agrotóxicos. E nessa frente há mudanças - aceleradas - em curso. A disputa de mercado entre revendas e cooperativas está cada vez mais intensa, e os produtores, beneficiados pela concorrência, muitas vezes deixam a tradicional "fidelidade" de lado para fechar negócios melhores.

Estudo da consultoria Spark mostra que mesmo no Paraná, segundo maior produtor de grãos do país e Estado conhecido pela força do cooperativismo, as distribuidoras de insumos têm conquistado espaço. "O agricultor comprava apenas da cooperativa, mas passou a comprar parte do que precisa em revendas", afirmou André Dias, sócio-diretor da Spark.

Segundo o estudo da consultoria, 51% de vendas da ordem de US$ 1,3 bilhão de agrotóxicos para as culturas de soja, milho e trigo foram comercializados apenas por cooperativas no Paraná na safra 2016/17. Em 2017/18, quando essas vendas alcançaram US$ 1,7 bilhão, a participação caiu para 46%. Na mesma comparação, cresceu o "consórcio" entre cooperativa e revendas, cuja fatia nas vendas passou de 18% para 24%.

A paranaense Belagrícola, controlada pela chinesa Dakang International Food and Agriculture, é uma das revendas que estão avançando. Entre 2017 e 2018, seu faturamento saltou de R$ 2,5 bilhões para R$ 3,4 bilhões, e a empresa saiu de um prejuízo líquido de R$ 90 milhões para um lucro de R$ 100 milhões.

"Temos uma nova geração entrando e desafiando o 'status quo'. Essa geração procura novas formas de fazer negócios", afirma Flavio Andreo, presidente da Belagrícola. Segundo ele, o cliente hoje é bem menos fiel e mais aberto a experimentar alternativas. Nessa lógica, ganha quem oferecer o melhor serviço e o mais conveniente.

"É boa a perspectiva para as distribuidoras. Com mais escala, muitas vezes elas conseguem ser mais competitivas que as cooperativas. E isso mesmo no Paraná", diz o advogado Daniel Carneiro, sócio do DC Associados. O escritório recentemente assessorou a família Bedin e os demais acionistas da rede Impacto, de Mato Grosso e com faturamento anual de R$ 400 milhões, na venda de uma fatia majoritária para o Pátria Investimentos, e hoje participa de outras duas negociações na área.

O Pátria Investimentos fez sua estreia no segmento no Brasil no ano passado, com a compra do controle do Grupo Pitangueiras, do Paraná, com faturamento da ordem de R$ 250 milhões por ano.

Com os novos investidores que entraram nesse mercado nos últimos anos, afirma Carneiro, a governança das distribuidoras tem melhorado e ajudado a tornar seus processos de tomada de decisão mais ágeis. E as negociações hoje muitas vezes acontecem com uma segunda geração de produtores rurais com laços diferentes de relacionamento com suas cooperativas - há fidelidade, desde que todos ganhem.

Isso não quer dizer, é claro, que é o fim da atuação das cooperativas no mercado de insumos. E as paranaenses, por exemplo, estão "subindo" a régua e abocanhando mercado no Cerrado. "Isso faz com que aumente a penetração de mercado das cooperativas", disse Leonardo Antolini, gerente de atendimento da consultoria Kleffmann.

De acordo com dados da Kleffmann, no ciclo 2017/18 as revendas foram responsáveis por 45% dos US$ 11,17 bilhões de agrotóxicos comercializados no país, e as cooperativas por 25%. "A cooperativa ainda é uma referência na assistência técnica. Com a consolidação das revendas, seu potencial competitivo aumenta", afirmou Antolini.

E esse movimento de consolidação não é de hoje. A já citada Belagrícola vendeu 54% das ações para a Dakang, braço agrícola do conglomerado chinês Pengxin, em 2017. Em 2016, a Dakang comprou 57% da distribuidora mato-grossense Fiagril, que faturou R$ 2,7 bilhões em 2018.

Outra que vem investindo na área é a gestora de fundos de participações em empresas Aqua Capital, que fechou a compra de uma participação majoritária, em 2017, na Agro 100, empresa com sede em Londrina (PR) e faturamento anual na casa do R$ 1 bilhão. A Aqua já havia feito investimento na área com a compra, em 2016, de participação na Rural Brasil, rede com lojas espalhadas pelos Estados de Goiás, Mato Grosso e sul do Pará.

"As revendas estão percebendo que, sozinhas, não estão conseguindo competir com uma cooperativa que compra para 50 lojas em quatro Estados", disse Antolini.

(Valor) (Kauanna Navarro e Fernando Lopes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Sexta-Feira, 18/10
Quinta-Feira, 17/10
FACTA promove os cursos Internacional sobre incubação de ovos e Matrizes de Frango de Corte, em Recife (PE) (14:13)
10 Motivos para Participar do VI Workshop Sindiavipar (11:31)
AB Vista: OVUM em Lima foi o palco para o lançamento do Signis (11:27)
Instituto Ovos Brasil realiza ação em parceria com a Avipe e com o Clube Náutico Capibaribe (10:46)
Ação da ABPA & Apex-Brasil na ANUGA gera mais de US$ 110 milhões em exportações (10:04)
Secretaria de Agricultura comemora Dia do Ovo com degustação de variadas receitas e palestras no IZ (09:45)
Suínos: demanda segue firme e preço está em alta há seis semanas (09:43)
Boi: médias nominais do boi e da carne seguem em patamares recordes (09:42)
Certificadora halal brasileira é acreditada por países do Golfo (08:45)
Em 2019 PIB do agronegócio cresce 2%, estima consultoria (08:44)
Pecuária vai bem e gera mais renda pelo país neste ano (08:40)
Escândalo com salsicha contaminada na Europa (08:37)
Suíno Vivo: principais praças registram alta (08:31)
Valor da Produção Agropecuária de 2019 sobe para R$ 606,2 bilhões (08:15)
Balança comercial entre Brasil e países árabes (08:13)
Boi Gordo: mercado em alta na segunda quinzena de outubro (08:09)
Boi: vencimento outubro para 2020 atinge R$ 180,00/@ na Bolsa Brasileira (08:07)
Soja sobe em Chicago nesta 5ª feira (08:04)
Milho fecha quarta-feira com perdas em Chicago, pressionadas pelo avanço da colheita (08:00)
Quarta-Feira, 16/10
Secretaria de Agricultura e Abastecimento incentiva hábitos alimentares práticos e saudáveis (14:00)
Mês do Ovo: Padaria em Campinas recebe ação do Instituto Ovos Brasil na hora do almoço (13:28)
R$0,25 a mais no preço de lanche pode reduzir sofrimento de milhões de animais, diz ONG (12:38)
Luiz Felipe Caron palestra para equipe da Zanchetta Alimentos (11:48)
Produtores rurais poderão refinanciar dívidas com juros de 8% ao ano (11:48)
Sucesso resume a primeira edição do Workshop do Dia do Ovo (08:45)
Cargill nomeia Paulo Sousa para presidência da empresa no Brasil (08:39)
Soja marca novo dia de estabilidade nesta 4ª em Chicago (08:36)
Suíno Vivo: cotação tem alta em todas as praças do país (07:57)
Boi: Futuro encerra 3ª feira com ganhos (07:54)
PIB do agronegócio cresce 0,64% em 2019 (07:51)
Boi Gordo: escalas divergentes em São Paulo (07:50)
Preço da carne bovina sem osso sobe na semana (07:49)
Milho: terça-feira encerra mercado com quedas na Bolsa de Chicago (07:48)
Soja: preços sobem até 4% no interior do Brasil (07:46)
Mapa e OCB firmam acordo para promover intercâmbio e internacionalização de cooperativas (07:44)
Santa Catarina amplia as exportações de carne suína para a China (07:42)
Paraná suspende vacinação de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa (07:20)
Languiru quer exportar pés de galinha para o mercado asiático (07:18)
Produtores de milho dos EUA perdem terreno para Brasil e Ucrânia (07:17)
China condiciona compras agrícolas à redução de tarifas dos EUA (07:15)
C.VALE é premiada por excelência de gestão (07:13)
Terça-Feira, 15/10
Sistema de autocontrole do Mapa tem indústria de proteína animal entre suas prioridades (13:32)
Sanphar adquire laboratório mineiro de vacinas Ipeve (10:07)
Membros da ABPA são homenageados no OVUM 2019 (10:05)
Soja opera estável nesta 3ª em Chicago (08:09)
Suíno Vivo: principais praças do país registram altas (07:21)
SP registra valorização do boi gordo (07:11)
Carne Bovina: dados do MDIC reforçam possibilidade de exportações recordes em outubro (07:10)
VBP da agropecuária fica estável em 2019 (07:09)
Milho começa nova semana estável em Chicago (07:07)
Soja fecha com leves altas em Chicago nesta 2ª e mercado espera definições (07:06)
Tamanho da demanda chinesa vai definir rumo dos preços da soja em Chicago (07:00)
BRF tem 44 vagas de trainee com salário de R$ 6.500; inscrição vai até 3/11 (06:17)
Segunda-Feira, 14/10
Auster Nutrição Animal participa do Ciclo de Palestras e Atualização Avícola, em Sergipe (11:21)
Instituto Ovos Brasil e Fazenda da Toca participam do Congresso de Nutrição Comportamental (09:56)
Ovos: exportações recuam para menor patamar desde novembro (09:55)
Milho: preços se mantém em alta (09:54)
Soja: atividades de semeio avançam; vendedor está retraído (09:53)
Ovos: avicultura gaúcha se mobiliza para criação de selo nacional de qualidade (09:51)
Produzir aves sem antibióticos exige tempo de aprendizagem, diz executivo (09:11)
Pedido de painel contra UE na OMC volta à pauta (09:08)
Soja: mercado inicia semana com estabilidade em Chicago (08:05)
Milho se recupera de perdas para fechar a semana em alta (08:00)
Suíno Vivo: PR, SC e SP registram alta na sexta-feira (07:54)
Boi: mercado de novilhas aquecido (07:52)