Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
Mercado

Mercado do boi retoma patamares de preços anteriores à episódio da vaca louca.

São Paulo já tem negócios de R$157,00/@.
Campinas, SP, 21 de Junho de 2019 - Alta nos preços da arroba só vai se consolidar se não houver pressão de oferta dos animais represados durante suspensão das exportações para a China.

Depois de duas semanas de poucas negociações no mercado do boi gordo, a expectativa é que os animais que não foram escalados para abate comecem a entrar no mercado devido ao início das chuvas e ao primeiro giro do confinamento.

De acordo com Analista de Mercado da Cross Investimentos, Caio Junqueira, a paralisação as exportações de carne bovina para a China deixou as negociações mercado paradas por mais de uma semana. “Nós tivemos um número realmente reduzido de negócios realizados ao longo da semana por conta do receio das indústrias de ficaram com excesso de mercadoria e os pecuaristas não aceitaram a recuada nos preços”, afirma.

Após a retomada das exportações, a consultoria está observando referências ao redor de R$ 155,00/@ e com alguns negócios pontuais próximos de R$ 157,00/@. “As indústrias não retomaram de forma imediata com valores anteriores ao da crise, mas que para compor as escalas tiveram que aumentar os preços. O fato é que nesta volta das exportações não tiveram negócios e observamos o fluxo de comercialização significativo a partir desta semana”, comenta.

O analista ainda salienta que o fluxo de negócios foi acima do normal nos três dias úteis dessa semana e os pecuaristas devem ficar atento ao mercado nos próximos dias. “Esse animal que não morreu nas duas últimas semanas, provavelmente, vai morrer nos próximos dias e temo gado que está ficando pronto. Com isso, podemos nos deparar com a indústria com escalas de dez dias”, destaca.

Esses movimentos agressivos que acontecem no mercado físico se refletem rapidamente na bolsa de valores. “Para os pecuaristas que usam essa ferramenta podem usar isso como uma forma de mitigar os riscos futuros que pode vir a ter. Além disso, a semana foi marcada por fixação no mercado futuro como no mercado físico”, pontua.

Com relação ao primeiro giro do confinamento, a tendência é que aumente o número de bois no confinamento com as exportações de carne bovina ganhando cada vez mais ritmo. “A potência asiática representa mais da metade do volume exportado do Brasil e podemos nos tornar uma ‘mono exportadora’ igual aconteceu na crise de 29 nos Estados Unidos, mas que isso sirva de lição para a indústria para não deixar os ovos em uma única cesta”, diz.

Tags: Boi Mercado do Boi
Por:
Fonte: Notícias Agrícolas
(Andressa Simão e Aleksander Horta ) (Assessoria de Imprensa)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 22/07
Granja Higashi é campeã em ovos brancos e vermelhos (09:13)
Nova diretoria da AVES é eleita para gestão 2019-2021 (08:53)
Bastos é disparado o principal produtor de ovos paulista: são 5 bilhões por ano (08:39)
Evonik e Vland ampliam parceria (08:28)
Frango: carne tem maior competitividade, mas ritmo de negócios está lento (08:13)
Ovos: com mercado calmo, preços seguem estáveis (08:12)
Boi Gordo: mercado de reposição ganhando ritmo (08:10)
Soja recua nesta 2ª feira na CBOT (08:00)
Em Chicago, mercado do milho encerrou o pregão de 6ª feira do lado positivo da tabela (07:49)
Sexta-Feira, 19/07
Caminhoneiros reagem à tabela de frete e planejam ato para segunda (10:36)
Milho: “Chove em Chicago” (08:59)
BRF começa a deixar turbulências para trás (08:57)
Quinta-Feira, 18/07
China vai inspecionar frigoríficos brasileiros por vídeo (14:16)
Demanda chinesa por carnes amplia exportações da UE (08:55)
Após divergências com a ministra, presidente da Embrapa é demitido (08:53)
Paraná deverá liderar produção de carnes, prevê especialista (07:44)
Itaú BBA aponta tendências de faturamento das carnes em 2019 (07:43)
Frango/BTG: fundamentos no curto prazo são bons; pico do ciclo pode estar próximo (00:42)
Quarta-Feira, 17/07
Zoetis destaca Magniplex na Festa do Ovo, em Bastos/SP (13:31)
Polinutri garante presença na tradicional Festa do Ovo de Bastos (11:39)
ANTT cede a caminhoneiros em tabela do frete (09:00)
Aviagen reúne representantes das principais empresas avícolas da América Latina para evento técnico nos EUA (08:16)
Custos de produção de suínos e de frangos de corte disparam em junho (08:11)
Mercado do boi gordo está perdendo força (08:07)
Mercado do milho finaliza a pregão nesta 3ª feira em campo negativo na CBOT (08:03)
Soja fecha com baixas de dois dígitos em Chicago (08:00)
Instituto Ovos Brasil patrocina 3ª edição da Corrida da Festa do Ovo (07:42)
Terça-Feira, 16/07
Yamasa participa da Festa do Ovo 2019, patrocina Concurso de Qualidade de Ovos de Bastos e Corrida da Festa do Ovo (12:04)
Boehringer Ingelheim Saúde Animal confirma presença na Festa do Ovo de Bastos 2019 e reforça seu compromisso com o segmento de postura (12:00)
Valor da Produção Agropecuária é estimado em R$ 602,8 bilhões em 2019 (11:30)
Milho: Mercado inicia sessão nesta 3ª feira com baixas em Chicago (09:34)
Plantio atrasado nos EUA estende impacto do clima sobre preço de grãos (09:22)
Mercosul acelera vigência de acordo com UE (09:19)
Levantamentos indicam que geada não comprometeu oferta de produtos (08:31)
PIB do agronegócio cresce 0,04% em abril (08:27)
Santa Catarina encerra o primeiro semestre com alta de 56% nas exportações de carnes (08:24)
Exportação de milho do Brasil no acumulado de julho já supera volume de junho (08:22)
Começo de semana parado no mercado do boi gordo (08:10)
Milho: mercado finaliza a sessão nesta 2ª feira com forte recuo na Bolsa de Chicago (08:08)
Soja fecha a 2ª feira com mais de 10 pts de queda na CBOT (08:00)