Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019
Exportação

Santa Catarina é o maior exportador de carne de frango do Brasil
Florianópolis , 11 de Junho de 2019 - Santa Catarina volta a ocupar o primeiro lugar no ranking brasileiro de exportações de carne de frango. O estado, que também é o maior produtor nacional de suínos, responde por 39% de todo faturamento gerado com os embarques de carne de frango no país em 2019. De janeiro a maio deste ano, o agronegócio catarinense já embarcou 626,9 mil toneladas do produto, gerando receitas que passam de US$ 1,08 bilhão.

“O agronegócio catarinense se tornou uma referência internacional em qualidade da produção agropecuária, no cuidado com a saúde dos rebanhos e a segurança alimentar. Hoje, Santa Catarina tem acesso aos mercados mais exigentes do mundo, o setor agropecuário é o carro chefe da nossa economia, gerando emprego e renda ao longo de toda a cadeia produtiva. A alta nas exportações mostra que estamos no caminho certo”, destaca o secretário da Agricultura e da Pesca, Ricardo de Gouvêa.

A carne de frango é o principal produto da pauta de exportações de Santa Catarina. De janeiro a maio de 2019, o estado retomou o crescimento nos embarques internacionais, principalmente de cortes com maior valor agregado. Em comparação com o mesmo período de 2018, Santa Catarina ampliou em 61% as vendas externas desse produto esse ano, tanto em faturamento quanto em quantidade.

Os maiores mercados para a produção catarinense de carne de frango são Japão, China, Emirados Árabes, Arábia Saudita e Holanda – todos apresentam crescimento acima de 30% nas compras este ano. E as expectativas são de que os bons resultados se mantenham ao longo de 2019, impulsionados principalmente pelo crescimento das vendas de carnes para a China.

O analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), Alexandre Giehl, explica que, desde agosto de 2018, a suinocultura chinesa enfrenta uma severa crise em decorrência de um surto de peste suína africana que, segundo algumas projeções, pode reduzir a produção de carne suína do país em até 30%. “Para atender a demanda interna, a China necessitará importar maiores quantidades de carne suína e outras substitutas, como a carne de frango e a bovina. Além disso, a renovação e ampliação das cotas de exportação de carne de frango para o México também deve gerar impactos positivos sobre o setor nos próximos meses”, ressalta.

Os números são divulgados pelo Ministério da Economia, que trabalha com uma nova metodologia, e analisados pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa).

Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca – Assessoria de Imprensa

Processamento
Universidade Estadual de Maringá tem 16 cartas-patentes concedidas pelo INPI. Conheça algumas das invenções



Maringá - Atualmente, a Universidade Estadual de Maringá (UEM) conta com 16 cartas-patentes concedidas pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (Inpi). No total, são 99 pedidos em análise. Além disso, a instituição também obteve o registro de 30 programas de computador e sete marcas.

O professor Flávio Clareth Colman, que hoje é mestre em Simulação e Controle de Processos pela UEM, participou da criação de três produtos que foram patenteados pela UEM – duas patentes foram obtidas em 2018 e uma em abril deste ano. As três invenções surgiram com um mesmo propósito: resolver problemas encontrados em indústrias da região para melhoria de processos e procedimentos.

As patentes obtidas foram um “Equipamento Modular para Congelamento Rápido de Carne de Frango”, uma “Perfuratriz Horizontal de Solo” e uma “Mesa Ortostática com Dobradura”. Todas as ideias foram desenvolvidas com alunos do curso de Engenharia Mecânica da instituição, em seus projetos de iniciação científica e Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC). A pesquisa e desenvolvimento dos três inventos levaram cerca de três anos.

O congelamento rápido de uma camada superficial (pele) das coxas-sobrecoxas desossadas de frango permite o corte kakuguiri. Pensado para atender às novas demandas produtivas, o equipamento modular agrega valor ao produto final, pois atenua os efeitos dos cortes que poderiam danificar a pele da carne do frango.

“O processo é dinâmico, pois a etapa de congelamento é efetuada por jatos colidentes sobre a carne de frango, ao mesmo tempo em que o transporte está sendo realizado da região de entrada até a saída para que se realize o corte manual”, explica Flávio Clareth Colman.

O equipamento foi desenvolvido como TCC e também contou com a participação dos inventores: Flávio Colman, Paulo Vinícius Trevizoli, Mário César Ota Kawabata, Ricardo Toshiyuki Kato, Reginaldo de Araújo Silva, Ricardo Rogério de Santana e Júlio César Dainezi de Oliveira. A UEM solicitou a carta-patente da invenção em 2007, mas ela só foi concedida em 2018.
(Maringá Post) (Lethícia Conegero)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Quinta-Feira, 19/09
Quarta-Feira, 18/09
32ª Reunião CBNA: Inscrição de trabalhos científicos até 26 de setembro (12:51)
Milho: Mercado futuro opera com ligeiras perdas na manhã desta 4ª feira na CBOT (10:18)
Soja trabalha estável em Chicago nesta 4ª feira e espera notícias para definir direção (10:17)
Plantio de milho 2019/20 do Paraná atinge 24% da área, diz Deral; soja segue zerada (10:04)
ASGAV e SIPS entregam report de participação no SIAVS 2019 (09:56)
Venda de carne de frango tem queda em Santa Catarina (09:38)
Primeiro evento da Aviagen na Colômbia sinaliza expansão e sucesso na América Latina (08:47)
Trabalhos científicos serão recebidos pela APA para o Congresso de Ovos até o dia 13/12/2019 (08:29)
Arábia Saudita abre mercado para frutas e derivados de ovos do Brasil (08:24)
Frango Vivo: cotações registram estabilidade (08:17)
Suíno Vivo: Minas Gerais tem alta de 3,56% (08:16)
Preço do boi gordo sobe no Norte de Minas Gerais (08:13)
Milho: Bolsa de Chicago cai até 1,60% nesta terça-feira (08:05)
Negócios com a soja travam no Brasil (08:00)
Terça-Feira, 17/09
Valor Bruto da Produção Agropecuária deve atingir R$ 601,9 bi em 2019, segundo maior em 30 anos (13:31)
Ovo: fonte de selênio (13:00)
Equipe econômica volta a debater Refis de R$ 11 bi no Funrural (09:30)
Aviagen destaca o compromisso com o mercado avícola latino-americano no SIAVS 2019 (08:58)
Rebanho suíno da China diminuiu 38% em agosto (08:38)
Biomin, Sanphar e Romer Labs participam, juntas, do XXVI Congresso Latino-Americano de Avicultura, em Lima (Peru) (08:16)
Frango Vivo: Santa Catarina tem alta de 5,96% nesta segunda (08:10)
Suíno Vivo: MG, SC e SP registram alta (08:09)
Coreia do Sul detecta primeiro surto de peste suína africana, diz ministério (08:08)
Mercado do boi inicia segunda quinzena com preços firmes (08:07)
Milho sobe 1,63% na Bolsa de Chicago (08:00)
Soja: Mercado fecha estável em Chicago, mas sobe mais de 1% no interior do Brasil (07:45)
Na Arábia Saudita, Tereza Cristina debate cooperação técnica e tem encontro com setor avícola (06:54)
Santa Catarina alcança faturamento de US$ 2 bilhões com exportação de carnes em 2019 (06:53)
Arábia Saudita busca forragem para ração do Brasil (06:52)
Segunda-Feira, 16/09
Abate de aves registra alta no RS (15:04)
Vetanco destaca importância de sua participação no Siavs (13:24)
Luciano Mecchi é o novo gerente da equipe Safeeds (13:22)
Milho: demanda eleva indicador, mas preços recuam no centro-oeste (13:10)
Soja: preço recua no Brasil, mas queda é limitada por alta externa (13:09)
Na Arábia Saudita, Tereza Cristina debate cooperação técnica e tem encontro com setor avícola (12:26)
A importância da nutrição precoce no desempenho e na saúde de frangos de corte e a relevância do plasma spray dried nesse contexto (10:11)
Como criar galinha virou negócio de R$ 1 milhão – só pra começar (07:04)
As dores de crescimento da escala necessária para alimentar o Planeta (07:02)
Safra do milho deve crescer pelo segundo ano consecutivo no RS (07:01)
China exclui soja e carne suína dos EUA de tarifas adicionais, diz Xinhua (07:00)
Avicultura de corte destaca-se no VBP agropecuário do Paraná (06:59)
Venda de carne para a China sobe a régua da balança comercial de Mato Grosso (06:58)
Suíno Vivo: São Paulo tem alta de 0,90% (06:25)
Os preços do boi gordo e da novilha subiram em São Paulo (06:23)
Sexta-feira acaba com estabilidade, mas milho sobe mais de 3% na semana em Chicago (06:18)
Soja: mercado brasileiro terminou a semana com queda de mais de 20% nos prêmios (06:00)
Sexta-Feira, 13/09
Milho: Chicago registra leves valorizações para as cotações nesta sexta-feira (13:52)
Exportações do agronegócio caíram 11% em agosto, para US$ 8,3 bi (09:04)
Frango: aumenta diferença entre preços interno e externo (08:28)
Suíno Vivo: três estados registraram alta nesta quinta-feira (08:18)
Mercado do boi gordo segue sustentado (08:10)
Milho: cotações sobem cerca de 2% em Chicago (08:07)
Soja sobe quase 30 pontos em Chicago nesta 5ª feira (08:00)