Segunda-feira, 20 de Maio de 2019
Mercado

Mercado do Boi Gordo estaciona em SP por abates mais esticados e influência do MS
Campinas, SP, 17 de Abril de 2019 - Entre plantas médias e grandes paulistas, quatro estão programadas para abates até a quarta da semana seguinte e outras para um pouco mais a frente, no final de semana. Não é um quadro completo, mas reflete a estabilização do boi nesta terça (16), quando se esperava uma leve puxada nos preços pela possível necessidade de compras dos frigoríficos, em semana menor.

Na semana passada as escalas já haviam andado e ontem a estratégia das indústrias teve sequência. Além disso, tiraram também o pé das compras, com o consumo lento conjunturalmente (alguns indicadores econômicos se deterioram) e também por estarmos já na segunda quinzena do mês.

Evitaram, assim, também a pressão com muitos produtores segurando o boi, dentro de um número já reduzido de rebanho terminado.

Os R$ 158/159,00 mantidos em São Paulo - entre R$ 160/162,00 com prêmios -, em linha com o notado por Scot Consultoria e Agrifatto, também é seguido por estados mais próximos. No Mato Grosso do Sul, a média balcão de Três Lagoas foi R$ 146,00, segundo Marco Garcia, ex-presidente do Sindicato Rural, valor acima da referência da Scot.

Vale destacar que entre o alongamento das escalas para São Paulo, com indústrias com bois para morrerem na semana que vem, como observou a Agrifatto, o que ajudou a segurar a firmeza da @ no principal estado consumidor pode estar também a entrada de animais do Mato Grosso do Sul.

O diferencial de base vai se ampliando e já tem compra de bois do outro lado da fronteira paulista, também conforme Garcia. E ajudará a manter firme o preço por lá se o movimento continuar.

Outras praças

Em geral, Gustavo Rezende Machado da Agrifatto viu escalas em torno de cinco dias úteis em vários estados. Mesmo em regiões onde não houve problemas com a seca fora de hora de dezembro/janeiro, que atrasou a safra.

No Pará, JBS de Redenção comprou nesta terça hoje a R$ 145,00 com 30 dias para embarcar amanhã, o que mostra força dos preços, de acordo com Maurício Fraga, presidente da Acripará.

A concorrência dos exportadores de boi vivos tirou animais jovens da praça, encurtando um pouco a boiada, além das chuvas dificultarem a movimentação do gado.

Em Rondônia, outro exemplo de "quebra de braço" entre produtores e indústrias. Boi balcão saiu hoje a R$ 140,00 e as escalas do Marfrig Ji-Paraná está para uma semana, informou Sérgio Ferreira, presidente da Associação Rural de Rondônia.

"Mercado pouco ofertado", complementa ele, também comprador do Marfrig.

B3

Os principais contratos recuaram no mercado futuro. O abril já reflete a entrada da reta final até que expire, além do mercado físico estacionado. Caiu 0,13%, ficando em R$ 156,50.

Maio ficou sem variação, em iguais R$ 154,50 da segunda, e o junho ficou em R$ 154,50 também, em recuo de 0,10%.
(Notícias Agrícolas) (Guilherme Dorigatti)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 20/05
Retaliação da China cria pânico na suinocultura dos EUA e abre brecha para o Brasil (07:53)
SC quer estimular a produção de cereais de inverno para alimentação animal (07:51)
SC busca solução para o recolhimento de animais mortos (07:50)
Ovos no Amazonas: produção chegou a 520 milhões de unidades em 2018 (07:48)
Aves contrabandeadas são sacrificadas por falta de documentação sanitária (07:47)
Sexta-Feira, 17/05
Custos de produção de suínos e de frangos de corte caem 2% em abril (16:21)
Concurso de Qualidade de Ovos tem data definida (16:14)
Evonik foca sua participação no Simpósio Goiano de Avicultura em seu portfólio de produtos para saúde intestinal (15:19)
Frango: alta no valor da carne suína eleva competitividade (15:10)
Exportadores de aves e suínos fecham US$ 148,7 milhões em negócios durante a SIAL China 2019 (15:06)
Palestra Sobre Sucessão Familiar na 5ª FAVESU (13:08)
Nelson Barbudo contra a carne de laboratório (09:35)
Com influências de plantio, dólar e até peste suína, negociações de commodities se complicam (08:27)
China frustra expectativas de frigoríficos (08:20)
Exportações brasileiras de carnes cresceram 41% em abril (08:16)
Mercado do boi: pressão de baixa perdendo força (08:12)
Soja e milho têm novo dia de altas em Chicago (08:00)
Paraná é referência nacional na implantação de Cadecs (07:09)
Quinta-Feira, 16/05
Boi Gordo: preço do bezerro sobe, mas arroba permanece estável e poder de compra cai (11:00)
Demanda externa provoca reabertura de frigoríficos (10:55)
Ceva promove eventos sobre laringotraqueite infecciosa pelo país (10:44)
Confira a programação completa da 5ª Favesu (09:37)
Limpadora de ovos fica sem receber adicional de insalubridade de granja (09:09)
Governo costura nova medida para elevar disputa no crédito (08:16)
Mercado do Boi Gordo interrompe a queda por um dia para depois retomar rumo de baixa (08:10)
Cotações perdem força, mas milho encerra a quarta-feira ainda em alta na Bolsa de Chicago (08:08)
Preços da soja sobem forte no Brasil nesta 4ª feira (08:05)
Ministério muda regras para ingresso de produtos de origem animal no país (08:03)
Exportações do agro somam US$ 30,42 bi no quadrimestre (07:58)
Consultoria jurídica da CNA beneficia produtores integrados de aves e suínos (07:36)
Agronegócio reúne 70 deputados na maior frente parlamentar da Alesp (07:34)
Criada há três anos, Lei da Integração trouxe equilíbrio entre produtores e agroindústria (07:32)
Quarta-Feira, 15/05
Ceva apresentará no Simpósio Goiano de Avicultura dados da vacina Cevac IBras (11:22)
Cobb-Vantress realiza Escola Técnica Cobb+Aurora e homenageia a empresa pelos 50 anos de história (11:18)
Veja os convidados confirmados do AveLive (09:40)
Conferência FACTA WPSA-Brasil: como a avicultura deve se preparar frente nova demanda? (09:18)
Com crédito, JBS reduz desembolso de imposto de renda (08:23)
Nos laboratórios, a carne do futuro está quase no ponto (08:05)
Oferta de boiadas melhora e pressão de baixa ganha força (08:01)
Cotações do milho disparam em Chicago nesta terça-feira (07:59)
Brasil negocia cerca de 2 mi de t de soja nesta 3ª feira com disparada dos preços em Chicago (07:57)
União Europeia volta a ser o principal destino das vendas externas paulistas (07:55)
Apesar do jejum, Ramadã faz crescer demanda por alimentos (07:10)
Terça-Feira, 14/05
1º trimestre: Abate de bovinos e suínos mantém crescimento; o de frangos recua (11:43)
China terá mais demanda por carnes por causa de peste suína africana, dizem executivos de banco (11:28)
No Simpósio Goiano de Avicultura, Aviagen foca sua participação na divulgação de sua ave Ross 308 AP (09:52)
Produção de ovos tem primeira queda em 22 anos (09:49)
Emater-DF apresenta novas tecnologias na AgroBrasília (09:47)
Desperdícios no processo produtivo de rações (09:08)
Avaliação e controle da qualidade de pintos de 1 dia (09:05)
Ex-ministro da Agricultura alerta para risco de contaminação do vírus no país (08:38)
Lucro da JBS dobra no 1º trimestre e supera R$ 1 bilhão (08:36)
Peste suína na China começa a inflar exportação do Brasil (08:29)
Soja: Chicago tem altas de dois dígitos nesta 3ª feira (08:24)
Boi segue em recuo e mais pressão virá da queda da carcaça casada e da desova (08:10)
Conferência FACTA debaterá a responsabilidade da avicultura em alimentar o mundo (08:07)
Atraso no plantio do milho nos EUA sustenta altas em Chicago (08:02)
Soja sobe até 3% no interior do Brasil (08:00)
1º Diálogo Técnico MAPA e Setor de Reciclagem Animal (07:33)
PIB do agronegócio mineiro cresce 3,55% em 2018 (07:20)
Veja como devem ficar as cotações do milho até o fim de 2019 (07:19)
BRF inicia produção de produtos comemorativos para o Natal (07:18)