Segunda-feira, 22 de Julho de 2019
Matérias-Primas

Soja fecha a semana estável em Chicago, mas preços sobem no BR
Campinas, SP, 15 de Abril de 2019 - O mercado internacional da soja fechou a sessão da última sexta-feira (12) no clássico zero a zero na Bolsa de Chicago. Com uma série de incertezas ainda rondando o mercado, mas com a especulação desgastada, os preços da oleaginosa terminaram a semana sem variações, ou com pequenas oscilações, nos principais contratos.

O vencimento maio fechou com US$ 8,95 por bushel, estável, enquanto o agosto recuou tímido 0,25 ponto para terminar os negócios com US$ 9,14.

Enquanto isso, no Brasil, as cotações subiram motivadas pelo dólar nesta sexta. A moeda americana terminou o dia com 0,83% de alta e valendo R$ 3,8892. A divisa registrou seu mais alto patamar em duas semanas.

O câmbio tem sido o principal diferencial para a formação dos preços no Brasil, porém, os negócios têm se mantido lentos com os produtores retraídos frente aos atuais níveis de preços. Nos portos, as referências permanecem no intervalo de R$ 76,00 a R$ 77,00 por saca.

Nesta sexta, o spot fechou com R$ 76,50 em Paranaguá, subindo 0,66%, e com R$ 75,80 no porto de Rio Grande, com alta de 0,40%. Para maio, R$ 77,00 e R$ 76,40, com ganhos de 0,26% e 0,53%. No terminal de São Francisco do Sul, em Santa Catarina, alta também de 0,66% para R$ 76,50.

No interior, os indicativos também subiram, mesmo que não de forma generalizada. Alguns destaques foram Rondonópolis/MT, que subiu 0,72% para R$ 69,50, e São Gabriel do Oeste/MS, onde o ganho foi de 0,78% para R$ 64,50 por saca.

Bolsa de Chicago

Os traders permanecem dividindo suas atenções entre a questão da guerra comercial - que ainda é o principal fator de atenção, mesmo sem grandes novidades sendo informadas nas últimas semanas - e o cenário climático no Meio-Oeste americano.

Além disso, permanecem na defensiva, principalmente em função da posição vendida recorde dos fundos investidores.

A volatilidade para o mercado de grãos na Bolsa de Chicago conhecida por chegar com as informações de clima no Corn Belt parece ainda não ter aparecido este ano. Mesmo com tantas adversidades já no cenário, os futuros da soja e do milho têm mostrado uma forte resistência em reagir a elas por chegarem em um ano atípico para o mercado e, principalmente, para o comércio de grãos nos Estados Unidos.

Já são mais de 13 meses de um mercado apático, desgastado pela especulação e com produtores tão preocupados como talvez jamais estiveram. E essas incertezas e indefinições que rondam os produtores americanos também cercam a evolução dos preços.

De fato, as condições de clima para o início da nova safra de grãos dos Estados Unidos estão longe das ideais e preocupam. Entretanto, o cenário em que esta nova temporada começa a chegar pode preocupar ainda mais.
(Notícias Agrícolas) (Carla Mendes)
Imprimir esta notícia...
|
Deixe aqui sua opinião, insira seus comentários.
O espaço também é seu!

Segunda-Feira, 22/07
Sexta-Feira, 19/07
Caminhoneiros reagem à tabela de frete e planejam ato para segunda (10:36)
Milho: “Chove em Chicago” (08:59)
BRF começa a deixar turbulências para trás (08:57)
Quinta-Feira, 18/07
China vai inspecionar frigoríficos brasileiros por vídeo (14:16)
Demanda chinesa por carnes amplia exportações da UE (08:55)
Após divergências com a ministra, presidente da Embrapa é demitido (08:53)
Paraná deverá liderar produção de carnes, prevê especialista (07:44)
Itaú BBA aponta tendências de faturamento das carnes em 2019 (07:43)
Frango/BTG: fundamentos no curto prazo são bons; pico do ciclo pode estar próximo (00:42)
Quarta-Feira, 17/07
Zoetis destaca Magniplex na Festa do Ovo, em Bastos/SP (13:31)
Polinutri garante presença na tradicional Festa do Ovo de Bastos (11:39)
ANTT cede a caminhoneiros em tabela do frete (09:00)
Aviagen reúne representantes das principais empresas avícolas da América Latina para evento técnico nos EUA (08:16)
Custos de produção de suínos e de frangos de corte disparam em junho (08:11)
Mercado do boi gordo está perdendo força (08:07)
Mercado do milho finaliza a pregão nesta 3ª feira em campo negativo na CBOT (08:03)
Soja fecha com baixas de dois dígitos em Chicago (08:00)
Instituto Ovos Brasil patrocina 3ª edição da Corrida da Festa do Ovo (07:42)
Terça-Feira, 16/07
Yamasa participa da Festa do Ovo 2019, patrocina Concurso de Qualidade de Ovos de Bastos e Corrida da Festa do Ovo (12:04)
Boehringer Ingelheim Saúde Animal confirma presença na Festa do Ovo de Bastos 2019 e reforça seu compromisso com o segmento de postura (12:00)
Valor da Produção Agropecuária é estimado em R$ 602,8 bilhões em 2019 (11:30)
Milho: Mercado inicia sessão nesta 3ª feira com baixas em Chicago (09:34)
Plantio atrasado nos EUA estende impacto do clima sobre preço de grãos (09:22)
Mercosul acelera vigência de acordo com UE (09:19)
Levantamentos indicam que geada não comprometeu oferta de produtos (08:31)
PIB do agronegócio cresce 0,04% em abril (08:27)
Santa Catarina encerra o primeiro semestre com alta de 56% nas exportações de carnes (08:24)
Exportação de milho do Brasil no acumulado de julho já supera volume de junho (08:22)
Começo de semana parado no mercado do boi gordo (08:10)
Milho: mercado finaliza a sessão nesta 2ª feira com forte recuo na Bolsa de Chicago (08:08)
Soja fecha a 2ª feira com mais de 10 pts de queda na CBOT (08:00)